domingo, 25 de outubro de 2009

Ponto de situação

Boas a todos,


Como todos repararam, há algumas semanas que não postávamos nenhumas novidades sobre a Alexandra, no entanto e ao contrário que alguns pensaram nós não desistimos! Entretanto algumas diligências foram tomadas. Bem, mas façamos um ponto de situação:

Passaram 160 dias que as nossas instituições jurídicas retiraram a Alexandra da sua realidade, supostamente, e segundo as mesmas, em defesa dos seus interesses!!Mas como todos sabemos a Xaninha está a viver com uma família que além de ter graves dificuldades económicas, tem gravíssimos problemas com o álcool (curioso, o hospital de S. Marcos em Braga quando lhe solicitado pelo tribunal, não conseguir provar a dependência de álcool da Natália), bem como problemas de integração na sociedade, pois são conhecidas as rixas com a vizinhança.
Para agravar tudo isto, e como sabemos, as autoridades responsáveis Russas, pouco ou nada têm feito! O que torna o caso curioso, porque como é do nosso conhecimento, foi em grande parte em função do compromisso das ditas autoridades que o Juiz Gouveia tomou a decisão que todos conhecemos!! Mais curioso em tudo isto, foi termos um representante diplomático Russo a garantir perante um órgão de soberania Português, algo que se veio a verificar que não era verdade, refiro-me às afirmações, em que foi dito que esta família tinha todas as condições para acolher a Alexandra, bem como seria prestado todo o apoio necessário!!! Uma questão fica no ar, se fosse um de nós a mentir em tribunal…?
Bem, mas tudo isto é passado. O que nós temos feito, e relembro a todos que o nosso principal interesse é o bem estar da Xaninha, é por via de todo o vosso apoio e de muitos outros, tentar criar condições para o regresso da Alexandra a Portugal e àquela que foi a sua família, é conhecido de todos as ofertas feitas, bem como a visita da avó Olga para as confirmar. Estas ultimas semanas houveram novas tentativas de realizar esse regresso, mas as mesmas foram infrutíferas!!
Sei também que muitos de vocês defenderam outras possíveis soluções, refiro-me às vias judiciais, no entanto estas não foram tomadas, por duas razões que consideramos essenciais. Primeira, e para que fique bem claro para todos, nós somos um simples grupo de pessoas que decidiu fazer algo perante tamanha estupidez (assumo o exagero da palavra), como tal não temos autonomia para decidir nem tão pouco avançar para determinadas vias judiciais, no entanto fomos recolhendo várias opiniões e sugestões, as quais foram transmitidas à família Pinheiro. A segunda, prendeu-se com o facto de para nós o principal em toda esta historia, é a devolução do bem estar à Alexandra, no entanto, e como não recolhemos certezas que a potencial via judicial (refiro-me ao Tribunal Europeu), traria a Alexandra de volta, mesmo que com uma decisão positiva do possível recurso!

Aproveito também para vos informar, que este blog, tem como principal objectivo não deixar esquecer o que “nós” fizemos a esta menina, refiro-me a “nós” pois é de todo inadmissível que passado 5 meses, e depois de ser perceptível para todos, ou pelo menos para aqueles que não enterraram a cabeça na areia, que esta decisão foi um enorme erro, e “nós” nada temos feito…enfim pelo menos todos ficamos a conhecer melhor o significado de hipocrisia!!ou melhor, todos ficamos a conhecer pela negativa o significado de “valores mais altos”…

Mas digo-vos, que muito ainda haveria para ser dito… No entanto considero chegada a hora de assumir que o possível regresso a da Alexandra a Portugal, está muito comprometido!
O que vos quero dizer é que neste momento considerámos importante direccionar o nosso total apoio para as acções que estão a ser tomadas na Russia, as quais estão a ser dirigidas por movimentos cívicos, movimentos estes que também escolheram não esconder a cabeça na areia!

No entanto é com um enorme aperto no coração, e com estrema emoção que vos digo isto… Mas, tendo sido através de um simples comentário meu, que se conseguiu unir pessoas que não se calaram, e não se renderam à hipocrisia social, espero que também seja através de um simples post, que as pessoas continuem a não esquecer!!

Para aqueles, que acham que deviamos ter feito as coisas de maneira diferente, o meu pedido de desculpa!!
Mas o principal pedido de desculpa vai para a Xaninha:

Desculpa Xaninha, por teres nascido num Pais, em que as suas instituições não foram capazes de defender a tua felicidade!
Desculpa Xaninha, por não ter havido quem lutasse por ti! (pelo menos com a força necessária)
Desculpa Xaninha, pelo que as pessoas não foram capazes de fazer por ti!
Desculpa Xaninha, por valores mais altos se terem sobreposto à tua felicidade!
Desculpa minha linda, por não ter tido a força, a capacidade e o saber para te devolver aquilo que mereces!

Mas meus amigos e minha linda, eu não vou parar de continuar a fazer o que me é possível fazer, e tenho a certeza que vocês também não!

E para que todos nos recordemos da Alexandra em Portugal e junto dos seus Pais, junto coloco o link de mais um fabuloso vídeo feito pela nossa amiga Marisa: http://www.youtube.com/watch?v=dJnX9bigpho


PS Ultimas noticias da Xaninha aqui: http://www.kp.ru/daily/24383/562957/ em breve aparecerão mais…

201 comentários:

  1. Miguel

    Não consigo dizer uma palavra, tenho o coração apertado e as lágrimas correm-me pela cara.

    "Mas meus amigos e minha linda, eu não vou parar de continuar a fazer o que me é possível, e tenho a certeza que vocês também não!"

    Diz-me Miguel, por favor, o que posso fazer mais.

    Obrigada

    Um beijo cheio de AMOR, Xaninha querida.

    Graça Lobato

    ResponderEliminar
  2. Todas estas palavras pareceram me que estão a desistir!Não pode Ser! Tem que se continuar a lutar seja de que maneira for!
    Continuem a tentar cativar a natália, criem boas relações com ela, tentem até à exaustão, pode ser que ela algum dia ceda!

    ResponderEliminar
  3. Também a mim as lágrimas correm...

    É inevitável...
    Ver este vídeo é ter a confirmação de tudo que foi roubado à Xaninha...

    Que revolta, acho que cada vez me sinto mais revoltada pela injustiça que esta menina sofreu!

    Aos culpados desejo que não consigam dormir em Paz...

    Á Xaninha desejo que a vida um dia lhe possa sorrir!

    Eu nunca mas nunca a vou esquecer!
    Continuo por cá, atenta ao que se irá passar com ela e a torcer para que os passos a dar sejam os mais acertados.

    Obrigado Marisa! Mais uma vez um bom trabalho.
    Obrigado Miguel pelas palavras que embora não sejam as que desejamos ler, são as possíveis e demonstram o vosso esforço, tenho orgulho pelo nosso País além de tudo, ainda ter pessoas como vocês administradores do blog!

    Obrigado a todos que estiveram por aqui e que de certeza irão continuar até saberem que a Xaninha está em segurança...

    ResponderEliminar
  4. Boa noite,

    Grande família Pinheiro:

    Quem ama não esquece.


    Da minha parte posso dizer que sinto um grande sentimento fraternal por vocês (família) e pelas pessoas daqui, que se UNIRAM para tentar de alguma forma reverter essa morte anunciada de uma família que funcionava, por outra que funciona só à base de aditivos.
    Apavora-me as palavras da Cristina no post anterior... Tenho que ser franca. Mas talvez ela tenha razão.
    Desculpem pela incoerência que eu possa estar para aqui a falar.

    Amanhã é outro dia, não é mesmo?

    Abços

    ResponderEliminar
  5. Querida Xaninha

    Um beijo do tamanho do mundo para ti.

    Vou continuar aqui a lutar pela tua felicidade.

    Tu mereces, tu vais ser feliz!

    Graça Lobato

    ResponderEliminar
  6. Miguel,

    Infelizmente, com ou sem papelório do equivalente na Rússia à nossa Segurança Social, papelório esse depois encaminhado pelo Embaixador para os autos, eu estou pessoalmente convencido de que o juiz, entregaria a criança à mãe biológica.

    O problema era, e é outro, é a questão da legislação que temos, e aí discordo de sí quando diz, "valores mais altos".

    Não, não são valores mais altos. São valores mais baixos, que são aqueles que vão sendo vertidos para a legislação que temos.

    Copiada (no essencial e na parte do direito de família) do Direito Romano, que está obsoleto, e com larga influência da igreja católica (nem com a lei da separação entre Estado e Igreja nos vimos livres dela, Apre !)

    O resto é treta.
    A situação em que a Alexandra estava, se analisada pelo prisma de solução de longa duração, não está contemplada (acolhida positivamente) na vária legislação relativa à Protecção e Adopção de crianças que temos, e, como tal, para o juiz só restava inventar aquela lenga lenga, a que chamou de sentença, - e onde não só desvalorizou o papel da família Pinheiro como até se referiu com palavras impróprias em relação à D. Florinda.

    Enfim, como dizia recentemente o bastonário da Ordem dos Advogados, a justiça em Portugal, pouco mudou desde o tempo do Marquês de Pombal, acrescento eu, época dos bacharéis em Direito, - agora designados por licenciados e pomposamente arvorados em órgãos de soberania, muitos deles, ocupando os tribunais como se fossem os proprietários da Justiça.

    Se o embaixador russo não tivesse encaminhado o papelório da administração russa para o processo, o juiz mandava embora a miúda à mesma. Posto que a mãe, tinha que sair, logo, a miúda ia com ela.
    Era estrangeira, e como tal, não vejo talento nesse juiz, para retirar uma criança estrangeira à mãe estrangeira e colocá-la numa instituição portuguesa. Penso que seria trapalhada jurídica a mais para a cabeça dele.

    E já nem coloco sequer a hipótese de o juiz ter sido pressionado.

    Mas que o detentor da pasta da Justiça de então (graças a Deus que não foi reconduzido neste novo governo) foi demitido em Macau, por tentativa de pressão sobre um magistrado, isso foi !

    Transcrevo:

    "Em 1988, Alberto Costa foi demitido de director da Justiça de Macau por tentativa de pressão sobre o juiz José Manuel Celeiro no caso do escândalo da televisão de Macau, TDM.
    A demissão foi assinada por José António Barreiros, na altura secretário de Estado da tutela."

    E só por causa disso, a carreira dele deveria ter terminado logo alí, ponto final. Na América, nunca mais teria futuro político algum.

    Link para verem esta "lindeza":

    http://livresco.wordpress.com/2009/05/20/jose-antonio-barreiros-presidente-do-conselho-superior-da-ordem-dos-advogados-%C2%ABa-democracia-passa-por-um-dos-seus-piores-momentos%C2%BB/

    PS: PERGUNTEM SE A CRIANÇA NECESSITA DE UM EDREDON PARA A CAMA, AQUILO É UM FRIGORÍFICO.

    ResponderEliminar
  7. Sr Vox,

    Esta-se mesmo a ver que se esta a aproveitar deste blog, para vir para aqui armado em saramago de meia tigela!!

    Deixa a igreja em paz que nao tem nada a ver com isto!

    Acho muito bem que a igreja defenda a familia!
    Porque a Natalia nunca soube ser mae...nao e problema "ROMANO"

    Ja agora aproveito para dizer ao Miguel...que e uma pessoa cheia de grandeza humana! So porque as coisas parecem escuras nao quer dizer que mao mudem quando DEUS assim o desejar!!

    A minha admiracao para todos os adm. do blog e para a familia Pinheiro que tem demonstrado o que realmente e o amor de pais!!

    Bela

    ResponderEliminar
  8. Qual Saramago de meia tigela qual carapuça! O Vox tem toda a razão!!! Veja se aprende mais, Bela, em vez de vir falar mal de quem sabe mais do que você!!

    O Vox é dos poucos comentadores aqui no blog que sabem realmente do que falam!

    ResponderEliminar
  9. Ponto de situação:

    - Tu, não liga, – sussurrou, inclinando-se o avo da Xaninha, – nós, é pá, temos … o salário…

    O dia-a-dia da Xaninha na Rússia:

    1. O avo e Natália abusam da vodka.
    2. O noivo Aleksey andou na porrada com Natália (ele próprio afirma que levou dos locais). Até agora não conseguiu nenhum emprego.
    3. Chefe da polícia local: “Ontem Natália não bebeu, hoje não posso confirmar”.
    4. Departamento de Ccontrolo infantil da Administração estatal possui uma pasta bem grossa com o material sobre a família Zarubiny. Por exemplo, no dia 15.09.2009, Natália veio á creche para buscar a filha em estado de embriaguês. A administração de creche não quis entregar a criança. Natália armou o escândalo. A avo teve que ir buscar Xaninha.

    Ler mais:
    http://www.kp.ru/daily/24383/562957 (a tradução inglesa no estilo: "Do you speak London? Yes very best!")
    http://www.kp.ru/daily/24383/562938 (original em russo)

    ResponderEliminar
  10. Bom dia amigos

    Não vamos desistir nunca.

    Não consegui ver o vidio do baptizado da menina pois a tristeza é imensa.

    Minha queria muitos beijinhos

    ResponderEliminar
  11. Bom dia!

    E agora vamos ao mais importante:

    O que precisam de fazer chegar à Alexandra?

    Para saber finalmente como posso ajudar a menina.

    Obrigado.

    ResponderEliminar
  12. Tem toda a razão Vox, a ignorância das pessoas vai tão longe que não conseguem separar as crenças que têm em relação à igreja e fazer uma análise critica sustentável...enfim! Extremismos não levam a lado nenhum!

    Tudo isto já era de prever desde o início, várias pessoas alertaram para a necessidade de se ajudar a criança lá (já não falando do TEDH).

    Fizeram o que acharam melhor agora é ir em frente e irem dizendo-nos (não se fecharem em copas) o que vai sendo necessário para a menina.

    ResponderEliminar
  13. tristeza...................................................................................................................................................................................................................................................................................................................paula odv

    ResponderEliminar
  14. Olá de novo.

    Uma vez que a Xaninha está atrasada (o k é perfeitamente natural) em relação á fala, porque não ajudá-la também nesse sentido. (uma mais valia para a sua vida futura)

    Assim poderia estar a par das crianças da sua idade.

    ResponderEliminar
  15. Bom dia Querida Xaninha

    Bom dia Familia Pinheiro

    Bom dia Adm. do Blog e Amigos

    Depois das palavras que li ontem, e da tristeza que senti, quero manifestar a minha solidariedade com a familia Pinheiro eos adm. do Blog que, mais uma vez, tudo fizeram para trazer a Xaninha de volta.

    depois de algumas horas sobre o choque inicial, em que parece que não há mais nada a fazer, quero manifestar o meu apoio e dizer que continuo aqui para ajudar a Xaninha em tudo o que precisarem.

    Só agradeço que me digam como o posso fazer.

    De acordo com as palavras do Miguel não vão parar, e graças a Deus, que têm esta opinião e esta a titude.

    Outra coisa também não seria de esperar!. Bem haja!

    Obrigada Miguel!

    Esta menina não vai ser esquecida. Vai ter muitos corações bons a lutar por ela.

    Por mim falo e por muitos amigos que sei que pensam como eu.

    Xaninha querida, estás sempre no meu coração!

    Um beijo do tamanho do mundo!

    Graça Lobato

    ResponderEliminar
  16. Seguidores desta causa,

    NÃO ABANDONEM ESTA MENINA,
    que não só foi brutalmente deportada como foi parar a um antro de miséria material e humana.

    Por agora, há que assegurar conforto à menina (roupas quentinhas) e continuar a luta...

    Será que tanto «papelório» sobre a má conduta da Natália, não poderá fundamentar uma retirada da Alexandra àquela familia?

    A ideia de um colégio particular para a Xaninha já foi ponderada pelo Blog de apoio à xaninha na Russia.

    Porque não apostar nessa via?...

    Retirem a menina daquele mau ambiente, daquela familia disfuncional.

    Um ambiente estruturado e saudável como o de um colégio interno, será mais benéfico para a estruturação da personalidade da Xaninha, para o seu futuro.

    VOX,
    É sempre um prazer ler os seus posts.

    ONDE PÁRA O FANDRAL?

    ResponderEliminar
  17. Bom dia a todos!

    Assim como todos vós, também fiquei com o coração destroçado! Entalada entre as lágrimas e a falta de palavras!

    Porquê? Porquê uma criança ter que sofrer quando podia estar feliz!

    Confesso que a falta de noticias dos administradores do blog, me deixaram de certa forma esperançosa, pois como diz o ditado : a falta de noticias é indício de boas noticias! - Acreditava que sim, mas agora vejo que não!
    Mais uma vez,,,

    Mas quero deixar aqui bem explicito : EU NAO VOU DESISTIR NUNCA DA XANINHA!

    Virar-lhe as costas, JAMAIS!
    Continuarei aqui CONVOSCO até ao fim, se não pudermos ajudá-la aqui, ajudá-la-emos lá, mas não deixaremos de a ajudar!

    Amigos estarei disposta a lutar pela Felicidade da Xaninha até sempre!

    Xaninha Querida,

    Jamais me esquecerei de ti, estarás para sempre no meu pensamento e no meu coração!

    Um beijinho grande e um abraço do tamanho do mundo!

    Familia Pinheiro, muita força, muita coragem, sei que não é fácil atravessar estes momentos tao dolorosos, mas não desistam, Lutem!

    Amigos e adm. do blog, devemos manter-nos unidos sempre!
    A união faz a força!

    Maria Eiriz!

    ResponderEliminar
  18. Nela e Maria

    Estou convosco!

    Abandoná-la, NUNCA!

    Ajuda-la e mimá-la, SIM e SEMPRE!

    Graça Lobato

    ResponderEliminar
  19. Nela, Maria e Graça

    Esta menina pediu-nos que lutassemos por ela.É o que iremos fazer em qualquer circusntância. Abandoná-la NUNCA. Há mais formas de a podermos ajudar, pode não ser a que gostaríamos mas as possíveis.

    Continuaremos juntos pois juntos termos mais força.

    Á Familia pinheiro e Administ. sabem que podem contar sempre comnosco e que estaremos aqui de pedra e Cal.

    Pela Xaninha SEMPRE.

    Solange

    ResponderEliminar
  20. Olá Jest,

    É sempre um prazer ler os seus comentários. Aliás, quando vou ao Blog do Zé Milhazes, é só para ler os seus comentários, mais nada :)

    Ninguém caracteriza melhor do que você, a natureza da "Grande Área", "Nigéria do Norte", ou "Império gasificado" que se vai erguer do chão, modos como Você, com fina ironia, define aquilo :D

    Enfim ...

    Como V. disse, uma menina que tinha, quase, quase tudo, parar ser uma europeia normal, e que agora está condenada a uma rude vida de camponesa soviética.

    V. esqueceu-se na tradução do texto em russo, de referir um outro pormenor: a (tresloucada) Natália, furiosa, bateu com o punho no tampo da mesa, ao saber do baptismo da Alexandra em Portugal ( o "namorado" Sarbach estava com o DVD na mão).

    E chegado a este ponto, entra a Igreja Católica e aquela senhora lá de cima (nem sei o nome nem me interessa).

    A miúda foi baptizada, mas nem mesmo assim, a "digna" Instituição se dignou dizer uma palavra (uma sequer) sobre o assunto.

    Não valeu de nada Alexandra ter sido admitida na congregação.

    Bem, valer, valeu aos cofres da instituição -pagamento do baptismo.

    Uma tristeza este país: impossível uma criança passar de uma mãe, que de mãe só tem o nome, directamente para uma "verdadeira mãe" que cuide dela.

    Não, tem que passar forçosamente pelo penoso circuito de retirada à mãe biológica, internada num inferno dum asilo, e por aí adiante.

    Por outro lado, na China, local onde a chamada "biologia", não tem sentido nenhum, a adopção é fácil, e transparente.

    Enfim ...

    Fica assim, neste triste história da Alexandra, amplamente demonstrado, que aquilo que pode destruir uma criança, é, ao mesmo tempo, o que de mais forte, e de mais frágil, existe no Mundo: o coração de uma mãe biológica.

    Pobre juiz G. Barros, nada fizeste, e já te condenaste !

    Nada fizeste, pela criança, - bem entendido.

    ResponderEliminar
  21. Olá a todos os amigos da xaninha!

    Infelizmente, já se previa este final. A Cristina Mestre no Post anterior já tinha deixado isto mais ou menos claro.
    Alías,por muito que nos custe, desde o início que o Dr. José Milhazes disse que dificilmente a Xaninha regressaria e que o caminho a seguir seria o de ajudar a Xaninha lá.
    Também eu estou muito triste e desolada, mas vamos continuar a andar para a frente.

    Tal como disse no Post anterior, continuo por cá de pedra e cal e estou à disposição para o que necessitarem.

    Já defendi anteriormente que o caminho tem que ser o de ajudar a Alexandra o melhor que pudermos, fazendo-lhe chegar bens de 1ª necessidade, mantendo sempre os contactos entre ela e a família Pinheiro (fundamentais para o seu desenvolvimento Psico-social) e tentar "negociar" com a família biológica férias da xaninha em Portugal e/ou visitas do casal Pinheiro à Xaninha.

    Também me parece que esta articulação com os movimentos cívicos da Russia são muito importantes e uma mais-valia para "nós" (voçes administradores) que estamos longe e temos mais dificuldade em perceber algumas coisas e chegar até outras.

    Força Miguel e restantes administradores!
    Um grande abraço ao casal Pinheiro que devem estar destroçados!

    Pela Xaninha, SEMPRE!!!

    Digam -nos em que podemos ajudar que nós estamos cá para isso.

    Bem hajam todos os amigos da Xaninha!

    Ana Carla Carvalho

    ResponderEliminar
  22. Todos os dias cá venho na esperança de poder ler noticias favoráveis á nossa xaninha.O meu desanimo cada dia que passa aumenta :((
    Não vamos desistir Nunca desta menina que simplesmente não pediu para nascer.Durante 5 anos tudo teve para poder ser uma menina feliz como todos nós sabemos que a felicidade dela era mais que notável,e de repente sem sequer ela perceber porquê tudo lhe foi tirado!!
    Esta menina não merece que deixemos de lutar por ela!!
    Bjinho enorme para ti minha princesinha...

    ResponderEliminar
  23. quero fazer um donativo a base de roupas quentes e edredons de boa qualidade.

    Como fazer chegar à Xaninha?
    ......................

    Sinto o meu coração despedaçado... meu Deus o que podemos fazer??? que força é esta que mantem a menina neste sofrimento....

    Paula ODV

    ResponderEliminar
  24. É com grande tristeza e com a lágrimas a correr pela face que li este post e vejo os videos.

    As vezes questiono-me como é que um cidadão consegue perder a cabeça e tirar a vida a outro. Mas era o que mereciam estas pessoas que deferiram esta sentença a nossa menina.

    Não é justo o que fizeram a nossa princesa.
    não consigo imaginar a nossa xaninha sem esta alegria no coração e viver naquela casa que é so cenas tristes.
    Meu Deus faz alguma coisa para iluminar os nossos caminhos para que possamos trazer a felicidade de volta a nossa Princesa.

    Desculpem o desabafo.

    Um beijo enorme para ti meu anjinho.

    ResponderEliminar
  25. Se as possibilidades do seu regresso são remotas. Só vos peço tirem a menina daquele ambiente degrandante.
    É muito triste não ter carinho, amor e uma vida sossegada, no meio daquele ambiente.
    Façam com que ela cresça num ambiente melhor, porque ambientes daqueles levam a que venham adquirir os mesmos habitos. É o que penso vamos fazer tudo de bom e ao nosso alcançe para que seja feliz mesmo longe dos pais do coração. Um dia ha-de regressar onde foi feliz.

    Desculpem este meu pensar, mas .... é revoltante não poder fazer nada.

    ResponderEliminar
  26. Boa tarde a todos os amigos da Xaninha.

    Obrigado Cristina Mestre é um prazer ler os seus comentários e como teve oportunidade de ver esta opinião não é apenas a minha, há muitos mais que partilham da mesma opinião.

    Neste momento estou a sofrer imenso pela nossa princesa, é impossível ficar indiferente a tudo isto.

    Marisa, o vídeo do baptizado da Xaninha é simplesmente fabuloso, assim como os outros que já fez também o são.

    Pena minha que me deixe com uma enorme nostalgia e impotente perante tamanha injustiça, não tenho palavras que definam aquilo que sinto ao ver o que foi a vida da Xaninha em Portugal e a sua vida actual.

    Aqueles pais maravilhosos devem estar destroçados, força casal Pinheiro têm uma filha maravilhosa, todo o amor que lhe foi dado não foi em vão, acreditem. É a esse amor que ela vai buscar as forças de que necessita para enfrentar as adversidades do seu dia-a-dia.

    Aquele abraço da Xaninha à mãe Florinda diz tudo, é impossível segurar as lágrimas perante estas imagens.

    É importante haver contactos frequentes com a Xaninha e de forma para que ela participe no diálogo, para que não esqueça da lingua portuguesa e para que sinta que não foi abandonada.

    O que é que este "Anjo" sentirá neste momento? Talvez se visse os seus pais ajudasse. É só uma opinião, sou a favor de tudo o que possa apaziguar o sofrimento da nossa princesa.

    Eu também estarei sempre contigo minha querida, a sofrer imenso mas não desarmo.

    Nazaré

    ResponderEliminar
  27. Boa tarde!
    ...Independentemente de tudo, esteja onde estiver, a Xaninha está nos nossos corações...
    Assim, perante estes factos o importante é fazê-la entender que os pais Pinheiro não a esqueceram, e fazê-la entender o quanto a amam, apesar de estar longe...
    Quanto a nós, cabe-nos continuar a apoiar a f.Pinheiro e adm.Blog, naquilo que nos for possivel, durante todo o tempo que for necessário. TUDO para que a Xaninha sinta que tem um lugar muito especial no coração que deixou em Portugal!...
    Só mais uma palavra para quem continua neste autocarro...: " Não basta bater na porta certa, é preciso bater até que a porta se abra...!"
    Eu NÃO SAIO!

    ResponderEliminar
  28. Boa tarde a todos. Insisto no que já disse há tempos: perguntem á Natália qual o seu preço, em dinheiro vivo, na Russia, para deixar vir a Alexandra.

    É muito triste, mas a verdade, é que para a Natália, a filha tem um preço, porque, desde logo, não a ve como tal. Apenas como arma para negociar. Vamos então negociar e vamos devolver a felicidade á Alexandra. Um dia ela vai ficar triste por saber o tipo de mãe biologica que tem, mas antes isso...

    ResponderEliminar
  29. Olá a todos

    Perante as últimas notícias... só me resta concordar com a Gabriela e... vamos negociar com dinheiro a vinda da Alexandra... se não há outra forma... então, vamos falar a linguagem que a natália entende...

    Desculpem, mas já tenho dificuldades em acreditar noutros caminhos...

    Força... não vamos desistir... ~só não sei quais as "armas" para "lutar" contra tamanha injustiça... contudo... também, não saio deste autocarro

    Bem hajam

    Manuela Gonçalves

    ResponderEliminar
  30. Olá a todos...
    Continuamos neste autocarro e ninguém sai....
    Obrigada Marisa pelo Video, obrigada pelas notícias, infelizmente não são aquelas que queríamos....
    Só agora tive coragem de dizer algo...porque desde manhã que vi as noticias e o video só choro...choro por ver a alegria da Xaninha com a Familia Pinheiro e de agora estar nesta miséria que só destrói o que a familia Pinheiro construiu na educação da Xaninha...e a infelicidade com que a Xaninha deve estar...pronto lá estou eu a chorar...isto entristece-me....todos os dias venho aqui para ver se há novas noticias e é com tristeza que que vejo que a Natália cada vez está pior...não pensa no futuro das filhas....
    Agora está imenso frio na Russia, vamos previdenciar roupas e bens essenciais à Xaninha para ela não sentir tanto a falta do calor de cá...digam o que é preciso e necessário...eu quero ajudar....porque eu continuo neste grande autocarro...que tem muito calor humano, que todos nós estamos com a Xaninha.

    Força Familia Pinheiro..força adms. do blog...

    FORÇA E CORAGEM XANINHA, ESTAMOS CONTIGO, NÓS AMAMOS-TE MUITO

    Isabel

    ResponderEliminar
  31. Por mais que doa o silêncio nós respeitamos. Sabemos, sim, que todos vocês estão fazendo o possível e o impossível para trazer a menina sã (principalmente) e salva. A esperança continua e confiamos nos passos da família Pinheiro!

    ResponderEliminar
  32. Obrigada Marisa pelo lindo vídeo! Como não chorar perante tamanho desastre. Uma criança que foi recebida numa comunidade com tanto calor e carinho!

    Desculpa Xaninha que a comunidade de todos nós não tenha conseguido proteger-te.

    A Natália não compreende. A Natália nunca teve uma familia carinhosa, não sabe dar o valor.

    Obrigada Jest por partilhar a viagem neste autocarro. Também gosto dos seus comentários, apesar de não ser este o país onde nasceu, luta por mais justiça.

    Sinto que a sociedade está a regredir. "Valores mais altos" ou esclerosados dictam decisões, os conceitos de humanidade e bom senso são postos de lado, não sabemos em quem confiar.

    ResponderEliminar
  33. Senti que ainda há esperanças!!!!


    Adorei ver aquele senhor russo criticar a justiça portuguesa!! LINDO.


    Agora parece que o pai é uma peça fundamental!!

    O que vcs acharam???

    ResponderEliminar
  34. A Alexandra está num orfanato?

    Pergunto isto porque vi no video os miudos a dormirem em camas... Tipico de um orfanato...

    ResponderEliminar
  35. Boa noite!

    Não consegui ouvir a noticia esta a adormecer o meu pequenino.

    Alguem me pode dizer o que foi dito

    Obrigada

    ResponderEliminar
  36. Só sei dizer isto, choro mas choro tanto ao ver imagens da Xaninha, Deus é testemunha do que tenho chorado por esta menina, à família Pinheiro só tenho a dizer isto, PARABENS por todo o amor que deram àquela criança e que sentem por ela, não consigo parar de chorar!!!
    Se souberem de mais noticias digam, obrigada!!!
    Bjo a todos

    ResponderEliminar
  37. Cristina,

    Foi mais ou menos o seguinte:

    Penso que foi o JosÉ Milhazes que estava a fazer essa entrevista, com um grupo de autoridades e das euducadoras lá da vila que a Xaninha está morando. Essas pessoas disseram que já tem material que chegue para retirar a Alexandra da Natália, contaram vários episódios
    de alcoolismo. Em um determinadao momento, um senhor pergunta muito revoltado, como que um juiz pode ter dado a menina àquela mãe, que na Russia, nenhum juiz teria feito o que fez esse de Portugal!

    Parece que agora precisam localizar o pai e saber se ele renuncia ou não a paternidade para decidirem o que fazer.

    Por outro lado, o advogado da família disse (e muito bem) que este pai, que agora mora no Porto, deveria requerer o seu direito paternal e juntamente com a família daqui, dar condições de vida à Alexandra.

    Foi mais ou menos isso Cristina.

    Abços

    ResponderEliminar
  38. Carla, desde ja agradeço a sua explicação.

    Peço a deus que este "Pai" seja colaborante em trazer a filha para o sitio onde nunca deveria ter saido e onde foi muito feliz e penso que vai continuar a sê-lo.

    Uma questão para quem me souber responder
    Se a Xaninha for para um orfanato a Familia Pinheiro nõ a poderia adoptar?

    Desculpem a minha ignorancia mas era o que eu tanto desejava.

    Muito Obrigada por tudo e vou viver estes minutos/horas de ansiedade para ver a reportagem na sic.

    ResponderEliminar
  39. Cristina,

    Isto eu já não sei te dizer, acho que vai depender da BOA VONTADE dos russos.
    Como já falei antes, penso que seria uma grande bofetada em Portugal e por tabela na europa, se a Rússia facilitasse a entrega da Xaninha aos seus pais afectivos.


    Pensem bem Srs da Rússia!

    ResponderEliminar
  40. O que disseram é, que só falta o pai que mora no Porto,dizer que requer a paternidade da menina,porque lá na Russia já têm elementos suficientes para retirar Alexandra á "mãe"
    Inclusivamente,um sr das entidades sociais Russas,pergunta quem foi o juiz inapto que enviou Alexandra para aquele antro de bebedeiras,e maus tratos(ele disse maltratar pode ser em palavras ou acções)e a lançou para aquela desgraça.
    Deus queira que o pai apareça,por amor de Deus alguém faça algo para ajudar esta criança.Eu estou fora de PORTUGAL,mas se puder ajudar digam.

    ResponderEliminar
  41. mais uma luz que se acende ao fundo do tunel,

    Que Deus ilumine as mentes de forma a que se faça justiça para aquela menina.
    Ainda vai a tempo de ser feliz, ela merece!

    Vamos unir os nossos pensamentos e as nossas boas energias, de forma a que sejam tomadas boas decisões.

    Agora que tudo parece ainda ser possivel...

    Para ti Xaninha, uma boa noite.

    ResponderEliminar
  42. Boa noite,

    Infelizmente tal como eu tinha dito, o "s" admnistradores deste blog andaram em cooperação para retirar a Xaninha à família russa.

    E agora? É assim que pretende ajudar a Xaninha sr. Miguel Macedo?!

    Depositar todas as esperanças num " pai " que sempre se esteve nas tintas?

    Mas será que alguém pensa nas consequências que terá para a saúde psiquíca desta menina ser retirada pela segunda vez à sua família num curto espaço de tempo??

    É certo que havia problemas graves na família, mas a menina tinha o amor da irmã e da avó. E já tinha amigos no infantário.

    E agora? Se a vossa estratégia puser a miúda para sempre num orfanato??

    Será que dos admnistradores que restaram, ninguém teve o bom senso de ver o quão grave isto vai ser para a criança?!

    Não percebem a irresponsabilidade desta vossa estratégia caso a Rússia não colabore??

    Ou o que importa agora é mesmo a vingança contra a D. Olga e Natália, sendo que a Xaninha passou para segundo plano?

    A mim já não me restavam dúvidas há muito tempo e infelizmente isto veio a concretizar-se.

    Estejam à vontade para ofender como é costume, mas não posso continuar a ficar calada perante isto!

    P.S. Miguel Macedo respondendo á sua pergunta da outra vez: a advogada que lhe tinha sugerido continua à espera que a contacte! Passar bem.

    Bem podem pedir desculpas à Xaninha. Decerto que ela vos vai perdoar quando estiver sozinha no quarto do orfanato!

    ResponderEliminar
  43. Oh Sofia fevereiro você bebe como a natália uo toma substancias que a DEIXAM TONTINHA OU QUE RAIO?
    Se não têm algo útil para dizer ,cale-se,se não quer ajudar ,esteja quieta,só sabe criticar,mandar abaixo,e não faz nada.Olhe vá para o raio que a parta!

    ResponderEliminar
  44. Querida Xaninha

    Um beijo muito grande para ti.

    Amigos que estão por bem, continuemos unidos na luta pela felicidade da Xaninha.

    Querida a tua felicidade é a nossa prioridade!

    Que Deus ilumine os corações e os caminhos que te devolvam a felicidade.

    Graça Lobato

    ResponderEliminar
  45. Boa noite.

    Realmente ficamos sem saber o que pensar e sem palavras.

    Há esperança, pergunto eu??

    Sei que quando o pai biológico se manifestou ao início, lembro-me que ele era a favor da Alexandra permanecer na Rússia. Por isso não sei até que ponto ele pode ser uma peça fundamental no regresso da Xaninha a Portugal. Não vejo a luz no fundo do túnel, infelizmente.

    E suponho que ele não devia ter muito interesse em ajudar, conhecer e ver crescer a Xaninha quando ela se encontrava na Família Pinheiro. Acho que era um pai também muito ausente. Esse casal (pais biológicos)
    só tiveram a Xaninha por acaso, não souberam lhe dar o AMOR que ela merecia. São farinha do mesmo saco.Foram ambos culpados na negligencia da Xaninha. Os vícios deviam ser iguais. Só pareceu mais calmo que a Natalia de resto...foi a impressão que fiquei quando deu a entrevista na TV ao início do caso em Maio.

    Será que os padrinhos da Alexandra não têm direitos como tal? Não poderão se manifestar na Educação da Alexandra?

    Por favor, apelem agora às Autoridades Russas o regresso da Alexandra.

    Peçam ajuda às Associações que defendem os Direitos e os Interesses das crianças para ver se há uma solução melhor que a entrega da Xaninha num orfanato.

    Peçam ajuda

    ResponderEliminar
  46. Boa noite,

    Para quem não teve oportunidade de ver o telejornal da SIC aquí fica o link com a notícia em texto, e o video

    http://sic.sapo.pt/online/noticias/pais/Autoridades+russas+admitem+retirar+Alexandra+a+mae.htm

    Acrescento que o Sr. Milhazes estava presente e quanto o Sr. Ludriavtsev interpelou Milhazes nos seguintes termos "Ela chegou aqui há alguns meses e nós estamos a tentar fazer tudo para normalizar a situação, mas esteve oito anos em Portugal e vocês não viram o estado em que ela estava? Mas que tribunal entregou a menina a uma pessoa assim?", O sr. milhazes respondeu, "foi um juiz", "aquí podia ter sucedido o mesmo".

    Infelizmente o pai biológico (que creio continuar em Portugal em situação ilegal, e meio-escondido) não me parece pessoa de muita confiança.
    Embora ele tenha dito em reportagem para o Jornal de Notícias, "que não tinha abdicado dos direitos paternais", por outro lado, enfatizou, que, "na Rússia, é que ela está bem, com a mãe".

    ResponderEliminar
  47. Boa noite a todos

    Amigos e Amigas F.Pinheiro e Admt do blog

    É estranho mas mesmo depois de ler o post do Miguel ontem a minha esperança estava mais forte pareçia que uma voz de dentro me dizia não chores que a nossa menina vai voltar a ser feliz e eu não chorei fui forte as lagrimas queriam sair mas eu não deixava e fiz o meu coraçao ouvir aquela voz e fui mais forte que as lágrimas

    hoje uma luz voltou a acender e pareçe que os que estavam adormecidos estão a acordar só espero que a luz se mantenha acesa e tudo se resolva depresa a nossa menina tem de sair de lá o mais rápido para que o seu sofrimento acabe

    hoje sim ao escrever estas palavras nem sequer vejo o encrã as lágrimas não param mas estou mais feliz embora desejando que tudo termine bem e para todos


    Para esta Familia que tudo tem feito para dar o melhor á Xaninha e que mesmo tão longe tem os melhores pais do mundo para eles um grande abraço amigo eles sabem que podem contar comigo

    Aos Admt do blog o meu obrigado por tudo a vossa força é incansavél o vosso trabalho será recompensado com a volta e a felecidade da nossa menina um abraço a todos


    XANINHA SEMPRE

    O nosso encontro será para breve e o dia vai ser inesquecivel para todos


    Xaninha a estrelinha está no céu a olhar por ti ela nunca te deixou de iluminar nem mesmo a distançia fez com que ela deixa-se de cuidar da nossa Menina

    bjs até breve

    do Algarve Marianeves

    ResponderEliminar
  48. Em cima a D. Sofia Fevereiro diz « É certo que havia problemas graves na família, mas a menina tinha o amor da irmã e da avó» ....Eu questiono-me onde viu essas manistações de AMOR? Viu essas criaturas a darem um abraço?, um beijo? com afecto e carinho à Alexandra? Olhe eu nunca vi. E posso lhe garantir que acompanho isto desde o início e nunca vi uma imagem de carinho para com a Xaninha. Só ficam a olhar para a menina como se ela fosse uma estranha...e é. Para elas a Xaninha é uma estranha. A menina conquistou muita gente com a sua inocência de criança que é e os adultos que fazem por ela?? Só a prejudicam, agridem, maltratam, dão uma visão negativa da vida.

    Acha que se a Xaninha estivesse estes 5 meses a receber o carinho que tinha cá com a Família Pinheiro se manifestava assim com a sua cadela Lúcia?? Não, não fazia assim. Não tinha perdido aquele olhar meigo, aquela voz ternurenta que ela tinha, não tinha este comportamento alterado. Já para não falar do dia quando a Natália bateu à menina em frente da TV. Como reagiu a Avó, lembra-se?? Simplesmente, ficou a olhar! Onde está o AMOR da Avó???

    Eu sou mãe, e quando não faço as vontades à minha filha, os Avós manifestam-se logo...deixa a menina...Ouviu alguma palavra a favor da Xaninha? Ouviu as palavras que avó disse....Como quem está mal comportada, vai ter que levar muitas ....Enfim mentalidades

    Mónica

    ResponderEliminar
  49. Desculpem, ao digitar cometí um erro, não é Ludriatsev, é Kudriavtsev.

    Clássico :-/

    Agora a coisa está neste pé:

    Na melhor das hipóteses:

    A) - As autoridades russas, num volte-face miraculoso, e por iniciativa própria, resolvem retirar a criança á mãe biológica e entrega-la ao casal Pinheiro.

    B) - O mesmo sucede, mas em colaboração com autoridades portuguesas, e apenas após estas terem dado o primeiro passo.

    Na pior das hipóteses:

    C) As autoridades russas retiram a criança à Natália e colocam-na num orfanato.

    D) Autoridades portuguesas alheiam-se a tudo e nada fazem.

    Devo confessar que sou realista (não pessimista, mas sim realista) e no que toca às autoridades portuguesas, hipóteses B e D podem suceder, isto é, inacção por parte do governo português.
    Podem alegar que existe o principio de separação de poderes, e que a decisão foi no âmbito dum juiz dum tribunal, logo autoridades da administração e Governo não nem competência, nem meios para intervir, blá-blá-blá.

    Enfim, já todos sabem: princípio de separação de poderes, quando visto e utilizado pelo lado perverso, dá nisto: Governo diz: "não temos culpa, a borrada foi dum tribunal", juiz diz, "não tenho culpa, limitei-me a cumprir a lei, a culpa é do legislador, mudem as leis".

    Agora o que há a fazer é exercer o máximo de pressão possível junto dos nossos governantes, para que tomem a iniciativa de dar o primeiro passo no sentido de solicitar e concertar medidas com as autoridades russas, para a regresso da Alexandra. As tais vias ou canais de dialogo, que o sr. Milhazes referiu.

    ResponderEliminar
  50. Obg Fandral por finalmente nos dirigir algumas palavras, apesar de estas estarem longe de ser o que todos nós quereríamos que fossem.
    Peço-vos que nunca DESISTAM. Apesar de ter a consciencia que esta situação não é de fácil solução, não consigo imaginar que tudo pare, que nada se faça.
    Não consigo deixar de ter uma leve esperança que tudo correrá bem. Tolices? Julgo que não.
    Dificil? Claro! Mas ninguém estava à espera que fosse fácil ou de rápida solução.
    Quem sabe o quanto as coisas mudarão daqui a alguns dias, meses?
    Minha querida Xaninha tu foste baptizada, Deus não te abandonará.
    "Luta pai!" pediu um dia a menina. Pois eu peço a todos nós "Lutemos sempre por este anjinho!"

    ResponderEliminar
  51. Peço desculpa, de tão emocionada que estou troquei os nomes.
    Obg Miguel Macedo pelo post!

    ResponderEliminar
  52. Mónica,

    Finalmente alguém educado e com argumentos.
    Quanto ao que escreveu à 00:08 concordo plenamente. Também eu me pergunto: há esperança?! E também eu não vejo luz ao fundo do túnel infelizmente...

    E tudo o que escreveu acerca do " pai " biológico da Xaninha também subscrevo completamente!

    É precisamente pelo pai ser assim, que temo que ela acabe como diz o Vox na hipótese C: orfanato.

    Quanto à sua segunda mensagem, respondendo à sua pergunta: vi carinho da Valéria com a Xaninha. Quando a abraçava e em outras ocasiões, como por ex quando a levou a passear e lhe tratava do cabelo.

    Toda a gente aqui falou na boa relação que as duas tinham criado, por isso acho injusto que agora não o reconheçam. A Xaninha adora a irmã e isso viu-se também naquelas imagens delas antes de entrarem para o programa da TV russa.

    E Mónica, sinceramente o que é que acha melhor? Que ela tenha ao menos alguém na família que a ame, ou que vá para um orfanato?!

    Não me peçam para daqui a uns dias ver na TV imagens a retirarem a Xaninha do sítio que ela conhece pela segunda vez, porque isso eu não vou aguentar.

    Esta estratégia tem tão pouca possibilidade de acabar bem que é totalmente irresponsável.

    Comparando com isto, até a hipótese de pôr um apartamento no nome da Xaninha (de modo a que a Natália viesse para cá) era melhor.

    Mas a partir do não da avó, muita coisa mudou por aqui e não se trata agora de ajudar a Xaninha, mas sim de não ajudar a avó e etc. As prioridades mudaram infelizmente.

    ResponderEliminar
  53. O meu muito obrigada pelo vosso esforço.

    LEIAM O CORREIO DA MANHÃ DE HOJE, VEM A FALAR DA NATÁLIA.


    Beijinho do tamanho do mundo à Xaninha

    ResponderEliminar
  54. Bom dia.

    Respondendo à D. Sofia Fevereiro acho que as Autoridades Russas podem fazer mais que as nossas. Podem avaliar de forma diferente este caso.

    Só a amizade da irmã e a autoritátria da avó não chega.

    Porque falou mal das nossas propostas, não eram suficientes, para quem não tem uma casa decente?

    Uma criança precisa de mais. Precisa da atenção de todos que a rodeiam.

    A irmã o que pode fazer por ela? Se também é uma criança de 14 anos, se não estou enganada!

    Vai impedir aquele ambiente degradado que ambas vivem?

    Se a menina não poder regressar a Portugal, ao menos que viva num sítio mais limpo, educado, e que nunca lhe falta comida diversificada, e lhe ensinem a crescer educadamente, como realmente uma criança merece.

    Continuação de um bom dia de trabalho a todos e principalmente aos admin. do blog na causa da Alexandra.

    ResponderEliminar
  55. Bom dia amigos

    Não sei o que pensar. Será possível o regresso da menina?

    Será que o pai não poderá ajudar.

    Se os Russos vissem os vidios feitos da menina em Portugal não veriam que o melhor para ela seria voltar e que até lhes ficava bem essa atitude?
    Se...
    Se...
    Se...
    Vamos lutar por esta menina até ao fim.

    Deus é grande.

    Beijinhos minha querida

    ResponderEliminar
  56. Concordo consigo Mónica!

    Tudo é preferível, neste momento, àquele ambiente que o Jest reproduz num comentário!
    Ninguém pode crescer saudável num ambiente degradante, sem disciplina, sem amor!Como se sente a menina junto das coleguinhas ao ver a mãe completamente alcoolizada a ir buscá-la à escola??? Eu não defendo um ambiente destes para a menina, NUNCA! As autoridades russas sabem o que fazem e concerteza vão decidir o melhor para ela!

    ResponderEliminar
  57. Quanto ao pai, penso ser uma péssima via...vai voltar tudo ao mesmo, chantagem atrás de chantagem e resultados? nenhuns!

    Concordo com a retirada da menina à família biológica e retirada de todos os poderes à mesma, para posterior adopção (preferencialmente família Pinheiro).

    Mais vale que isto seja feito o mias cedo possível porque quanto mais tempo demorar mais a menina se vai ressentir da nova mudança!

    Alguèm que a acompanhe nesta fase explicando o que se vai passar e perguntando também se é isso que ela quer! Acho que a menina tem de, pelo menos desta vez, ter voz activa numa decisão que é no fundo o seu futuro!

    ResponderEliminar
  58. Pressionem agora as Instituições e Governo Português para colaborar com o Russo para o regresso da menina à família de AMOR!

    ResponderEliminar
  59. Quando é que este pesadelo termina...

    o que podemos fazer? Insistir para os mails das instituições russas eu ainda tenho alguns mails...

    Digam o que podemos fazer.... sofro muito por nada poder fazer ... digam o que fazer...

    Não basta estas palavras de apoio... eu quero puder fazer mais... mas não sei como... precisam de dinheiro ou de outra acção organizada?

    Por favor Miguel partilhe comnosco o que podemos fazer para ajudar...

    Sinto uma grande revolta, cada noticia desta menina é mais uma pancada na ferida que ainda não cicatrizou...

    Por favor imploro... quero ajudar o que posso fazer??????????????????????????????????
    Não quero viver com o remorso de não ter feito nada....
    Eu sei que rezo pela menina diariamente... mas quero sentir que posso fazer mais...

    Alexandra, meu anjo que Deus te ajude. Só ELE pode ajudar-te a fé ainda resiste... desculpa minha pequenina....

    Paula ODV

    ResponderEliminar
  60. Bom dia

    Fiquei triste com os primeiros comentários que li, mas hoje GANHEI UMA ALMA NOVA ao ler as notícias. Para quem nunca falava do caso, a imprensa hoje vem a falar nuns poucos de jornais.

    Comoveu-me muito as palavras do Sr. João Pinheiro a pedir que os russos lhe dêem a Menina de volta..muita coragem e persistência tem tido este Casal. Que Deus os abençoe e lhes traga essa alegria de volta.

    SOLANGE, GOSTEI DA SUA IDEIA. E porque não fazê-lo? Enviar os videos da Xaninha que temos visto para a Embaixada para verem bem como ela era tratada.

    Viram a not~icia sobre a Maddie (5000 no estádio com camisolas com a cara da menina) para chamar a atenção.

    Porque não ir para a frente do 1º Ministro ou outro departamente que trate destes assuntos, também manifestar a nossa vontade de ver a Xaninha de volta?

    MAS TERIA DE SER COM MAIS FORÇA. QUANDO FOI DA EMBAIXADA RUSSA, NÃO HAVIA QUASE NINGUÉM.

    Há uma esperança que não pode morrer.

    Façam uma carta sentida que comova esses senhores que estão a atratar do caso para que todos ASSINEMOS e enviamo-la junto com os videos.

    Desculpem, se calhar estou a dizer um monte de disparates, mas não posso deixar de pensar que este momento é talvez o mais aproximado da Xaninha que temos tido, e se nos foge.....

    Um abraço a todos

    Um beijinho muito grande para ti Xaninha.
    Gostaria mesmo de to dar pessoalmente.

    Isabel Ferreira

    ResponderEliminar
  61. Bom dia!

    Apelo a todos os que estão aqui, pela Xaninha, que façam o favor de entrar em http://sic.sapo.pt/online/noticias/pais/20091027+Familia+portuguesa+disponibiliza+se+para+voltar+a+receber+Alexandra.htm e que comentem esta notícia.
    Vamos mostrar que estamos aqui e que exigimos que se faça alguma coisa para trazer a menina de volta à família Pinheiro.
    Um abraço a todos.
    PELA XANINHA SEMPRE!

    ResponderEliminar
  62. Teresa, eu já comentei. Parilho convosco o que escrevi:

    "Perante a tamanha atrocidade que foi cometida com esta menina, as autoridades portuguesas devem agir no sentido de repor a justiça. Foi um Tribunal português que a condenou, pelo que Portugal TEM A OBRIGAÇÃO de solicitar o regresso de Alexandra à sua casa, em Barcelos, de onde nunca deveria ter saído."

    Pela Xaninha, SEMPRE!!!

    ResponderEliminar
  63. Bom dia Querida Xaninha

    Um beijo do tamnhao do mundo para ti.

    Continuo a creditar que tudo se está a fazer para proporcionar à Xaninha toda a felicidade que ela merece e que não devia ter sido tirada.

    E esta felicidade passa por AMOR, CARINHO, ATENÇÂO, ALIMENTAÇÂO ADEQUADA, ESTABILIDADE FAMILIAR, ESTABILIDADE EMOCIONAL, BOAS CONDIÇÔES DE HABILTABILIDADE,ALEGRIA E ENTUSIASMO NA ESCOLA, enfim tudo o que uma criança precisa para crescer e viver feliz.

    E a Xaninha já teve isto tudo!

    Há que devolver-lhe tudo de novo.

    Estamos cá, para isso.

    Acredito nos pais Pinheiro, nos Administradores, nas autoridades Russas e quero acreditar nas Autoridades Portuguesas.

    A criança só precisa de vir para junto de quem ela ama e quem a ama, para que que a sua alegria e o seu olhar volte a brilhar.

    Não é dificil tornar uma criança feliz!

    Bem haja a todos que estão por bem.

    Eu quero ajudar muito, quero ver esta criança feliz.

    Graça Lobato

    ResponderEliminar
  64. as nossas petições não podem ser usadas???
    Enviem-nas paras as instituições para o governo para todo o lado... ajudemos a menina!!!!!!!

    como disse o VOX:

    "Quando se luta, nem sempre a vitória é certa, mas quando não se luta, a derrota é garantida."

    Vamos fazer uma lista de quem não abandonou este autocarro:

    Paula ODV

    ResponderEliminar
  65. Bom dia,

    Acabei de assistir às notícias na TV e decidi comentar este caso, partilhar a minha opinião.
    De facto é inaceitável, que esta ou qualquer outra criança sofra pelas irresponsabilidades dos pais, por isso, é urgente que sejam tomadas medidas para ajudar a Alexandra, bem como, todas as Alexandras deste país e do mundo.
    Mas, o que de facto me custa, é ver tanta hipocrisia aqui misturada! Desculpem o meu desabafo, mas se é suposto podermos comentar, partilharmos a nossa opinião, eu tenho de fazê-lo. Como é que será possível, que por uma criança façam tanto e por tantas outras não façam nada?
    Como é possível, existirem aqui pessoas envolvidas activamente neste caso e consigam ser ao mesmo tempo tão mesquinhas e injustas no que se refere aos próprios filhos?
    Como pode alguém lutar para a reunião entre uma criança e os pais de acolhimento e impedir, a todo o custo e sem quaisquer escrúpulos a relação salutar entre uma criança e o seu próprio progenitor?
    Querem fazer tudo para que o casal Pinheiro sejam os pais desta menina, pois muito bem, se isso é o melhor para a Alexandra, o que eu acredito que é, vão em frente, mas não descurem nem esqueçam todas as outras crianças.
    É tão fácil ajudar! Basta parar, olhar para o Vosso lado e verão com facilidade que há tantas crianças e tantas formas de ajudar. Têm no Vosso meio, pessoas que não olham a meios para atingir os fins, por isso, parem, observem e intervenham. Façam que essas pessoas compreendam que a única pessoa prejudicada ou mais prejudicada no meio de todos os seus actos, é a própria criança.
    Desejo, espero, que esta luta seja o início para muitas outras lutas, para ajudar muitas outras crianças. Desejo, sinceramente, que as pessoas envolvidas parem e pensem nos seus actos e que percebam que podemos e devemos ajudar os outros, mas que ajuda para isso, nós próprios sermos exemplos no nosso dia-a-dia.

    Desejo toda a felicidade para a Alaxandra e para todas as crianças deste mundo!

    ResponderEliminar
  66. Boa dia a todos!
    NOTÍCIA ULTIMA HORA:
    O IAC - Instituto de Apoio à Criança, através da Dr. Dulce em entrevista hoje de manhã à SIC, assumiu publicamente estar disponível para apoiar as negociações entre o Ministério dos Negócios Estrangeiros de Portugal e Russo, no sentido de se tentar trazer a Alexandra de volta para a família Pinheiro.
    Mostraram-se também disponíveis para falar com a Comissão de Protecção Menores Russa.

    ISTO È MUITO IMPORTANTE!!!!!
    Estou muito feliz, por finalmente, ver uma Instituição Portuguesa assumir publicamente o seu apoio a este caso.

    É urgente "agarrar" esta oportunidade!

    Penso que poderá haver aqui alguma esperança e uma nova luz ao fundo do tunél.

    Administradores:
    Estou a enviar-vos um mail.
    Por favor respondam!

    Um abraço a todos os amigos de Alexandra
    Muita força casal Pinheiro!

    Pela Xaninha SEMPRE!!!!

    Ana Carla Carvalho

    ResponderEliminar
  67. Sabem este assunto incomoda o Estado portugues, pois a decisão tomada envergonha qualquer Estado. É nosso dever fazer barulho para que o Estado assuma que errou ao permitir a entrega desta criança ao Inferno.

    Temos que incomodar novamente os organismos públicos para que algo seja feito.

    VAMOS FAZER BARULHO ESTE ASSUNTO NÂO PODE SER ESQUECIDO !!!!!!!!!!!!!!! NÂO VÃO CONSEGUIR SILENCIAR-NOS!!!!!

    paula odv

    ResponderEliminar
  68. Bom dia!

    Fui uma noite de pesadelos, sempre que acordava so tinha em meu pensamento a Xaninha.

    So estaremos em paz quando a nossa menina estiver cá.


    Penso que só atraves das autoridades Russas e com apoio internacional que se envolva afincadamente nesta causa,iremos conseguir devolver a felicidade a nossa menina e a nos que estamos de corpo e alma no seu regresso. E nos faz sofrer a nos é a nossa pequenina.

    Peço que tentem actuar com celeridade para que volte para onde não deveria ter saido.

    Vivo na angustia, da injustiça que foi feita a nossa Xaninha.

    Penso que as noticias e a pressão que esta a ser feita vai trazer frutos para toda a nossa luta.
    Esta noticia da Ana Carla e uma das oportunidades, vamos ter muita fé

    Um beijo do tamanho do minha Princesa

    ResponderEliminar
  69. O pai biológico vais assumir a paternidade e o advogado da família Pinheiro diz ser uma boa notícia porque embora não tenha meios para a ter consigo pode exigir a vinda da menina e ela ser criada pela família Pinheiro!

    A Segurança Social comprometeu-se a ajudá-lo para ter um papel importante na vida da menina!

    Estão a noticiar na rádio, com entrevistados!

    ResponderEliminar
  70. Bom dia,

    Será agora a oportunidade de as autoridades Portuguesas reporem a Felicidade a esta menina.
    Será o momento certo para corrigir um erro atroz, que a lançou para um meio de insegurança, de falta de afectos e que a privou de continuar a ter uma infância normal e feliz!

    Deixo aqui o meu comentário no site da sic:

    "APELO aqui às Autoridades Portuguesas para que tenham a dignidade e a humildade de rectificarem este ERRO ATROZ que foi cometido pelo juíz Portugues quando decidiu retirar a Alexandra de um ambiente saudável, feliz e cheio de amor por todos quantos a rodeavam, para entregá-la às mãos de uma "mãe biológica" que nem dela própria sabe cuidar, num ambiente degradante onde reina o alcool e a falta de cuidados essenciais ao bom desenvolvimento de uma criança!

    Esta Menina merece ser feliz! A sua Felicidade está no seio familiar da familia Pinheiro, esta familia foi que lhe deu bases de afecto, carinho, educação que são os alicerses para que no futuro tenha a oportunidade de vir a ser uma cidadã condigna!

    Chegou a hora de as autoridades Portuguesas em conjunto com as autoridades Russas entrarem em acordo e devolverem a felicidade à Alexandra! Não cometam um 2º erro - não virem as costas a esta menina! Ajudem-na a voltar a ser FELIZ!"

    Maria Eiriz

    ResponderEliminar
  71. O IAC já há muito que poderia ter uma palavra a dizer...mas mais vale tarde do que nunca!
    São gente do tipo: Eu apoio quando alguém mais importante tiver do mesmo lado da "barricada"!! Enquanto for a raia miúda apoiam o tanas! Agora que os próprios russos disseram o que há muito se diz por aqui...agora sim...
    Mas pronto...mais vale tarde que nunca!

    Espero que a Xaninha ainda venha a ser muito feliz!

    ResponderEliminar
  72. Muita gente a manifestar-se, na rádio!

    Um debate muito interessante!

    ResponderEliminar
  73. Ai sonhador...
    Espero que essas notícias não se apiquem ao seu nickname: SONHADOR!!!
    Mas sonhar não faz mal a ninguém...
    Era tão bom que se confirmasse em realidade!

    ResponderEliminar
  74. "Apliquem" em vez de "apiquem"
    Desculpem os erros.

    ResponderEliminar
  75. Estão a "bater" nas doutoras da SS que agora dizem fazer tudo e na altura da retirada da menina cruzaram os braços! Da "lata" com que dizem desconhecer os pormenores da vida desta mãe, etc, etc, etc.

    Agora é que é de disparar para todos os lados!

    Forcem os governantes... estes que comecem a ter vergonha de só depois dos russos terem iniciado este processo é que se dignem falar!!!

    ResponderEliminar
  76. Vejam esta reportagem:
    http://sic.sapo.pt/online/video/informacao/Edicao+da+Manha/2009/10/caso-alexandra-o-comentario-de-dulce-rocha.htm
    Desde ontem k a esperança de devolvermos o sorriso à Xaninha aumentou :-)
    Espero que desta vez se unam todas as instituições que vejam ser possível remediar o erro que infelizmente foi cometido por um juíz dentro dos nossos tribunais.
    Força minha linda, estamos cada vez mais perto...

    ResponderEliminar
  77. Soul,

    Não estou a sonhar, está a haver um debate na rádio!

    Sou sonhador sim, mas moderado!

    ResponderEliminar
  78. Bom dia a todos os amigos da nossa princesa.

    Apenas quero fazer um pequeno comentário, mas que serve para dar resposta a quem ainda duvida de qual a melhor opção para a nossa Xaninha, se esta família (até me custa utilizar esta definição) ou outra qualquer saída.

    Neste post na noticia do jornal russo li ontem o seguinte: "Sandra tem a sua única alegria de uma vida - o jardim de infância", é a única alegria que a Xaninha tem e onde consegue ter uma vida normal, pelo menos tem comida e cama para dormir.

    Onde pára o "AMOR" para este anjinho, só aqui em Portugal. Infelizmente esta é a realidade da Xaninha, temos que lhe devolver tudo o que ela tem direito.

    Minha querida tens muitos amigos com o coração cheio de amor para lutarem por ti até ao fim...

    Nazaré

    ResponderEliminar
  79. Bom dia a todos

    Apelo a todas as entidades responsaveis que se mexam agora com toda a força, se for necessário vamos todos para a rua (nem que eu tenha que meter dias de ferias), vamos todos juntos lutar por esta criança, dar todo o apoio ao pai biologico e a familia Pinheiro. Mandem os videos para a Russia para verem como a Xaninha era feliz com a familia Pinheiro, ela nasceu em Portugal é Portuguesa. A familia Zaburina teve todas as hipoteses de serem felizes e rejeitaram, resumindo, não teem amor pela Xaninha. E concordo quando dizem que nunca se viu um gesto de carinho para com a Alaxandra.
    Estou com um pouco mais de esperança. Vamos rezar todos juntos pela Xaninha.

    E mais...nem pela Valéria teem amor, até a Valéria podia ter um futuro risonho, até isso rejeitaram.

    Se for preciso algo para fazer comuniquem, por favor.

    Beijos e sorte. Força Casal Pinheiro e agora pai biológico (tudo depende dele, secalhar).

    Vamos todos lutar pela felicidade de Xaninha

    Isabel

    ResponderEliminar
  80. Não consegui registar-me.

    O meu email é: natalia.m.andre@hotmail.com

    para o que necessitarem!

    ResponderEliminar
  81. Olá novamente

    A menina foi baptizada cá em Portugal, os padrinhos teem um papel importante, na religiao católica, a falta dos pais estão os padrinhos, não esquecer....

    Obrigada
    Beijinhos
    Xaninha estamos contigo
    Isabel

    ResponderEliminar
  82. Fico muito triste com esta crueldade, como a humanidade pode ser tão cruel num caso destes.
    Força Alexandra e casal Pinheiro.
    Estou disponivel para qq ajuda: claudia.francisco@sapo.pt
    Xaninha estou contigo
    Claudia

    ResponderEliminar
  83. Estou convosco, sempre. Isto é demais! Todos ficamos a perceber, pela negativa, o que significa "superiores interesses", vá-se-lá saber de quem?. A jornalista Sofia Pinto Coelho lançou um livro - as "Extraordinárias aventuras da Justiça Portuguesa" que conta várias histórias insólitas na justiça e refere que o grande problema do aparelho judicial é o facto de "transmitir uma enorme insegurança às pessoas", de facto..., e que "Há um enorme afastamento da realidade por parte dos protagonistas que estão no sistema, porque lidam com papéis e não com pessoas", e outro grande problema é que a "instituição" não aprende com o erros do passado! ALEXANDRA minha querida, que Deus te ajude e se consiga fazer a justiça que mereces.

    ResponderEliminar
  84. Cara Isabel Bodião,

    Por acaso, não concordo consigo por causa do baptizado, pois a Alexandra foi baptizada sem o consentimento da Natália (se eu estivesse no lugar dela, também ficaria furiosa), já que a família Pinheiro não tinha quaisquer laços legais com a Alexandra (se eles fossem os pais adoptivos, a coisa seria diferente). Esse foi, para mim, o grande erro do João e da Florinda Pinheiro.

    Fora isso, também acho que o lugar da Alexandra é em Portugal, com a família Pinheiro, já que a Natália (como muitos alcoólicos) recusa-se a assumir o alcoolismo e a fazer um tratamento.

    ResponderEliminar
  85. Tendo dito o advogado Dr. Luis Filipe Carvalho, à SIC que, o "regresso da Alexandra para a família de acolhimento é um desafio" http://sic.sapo.pt/online/video/informacao/noticias-pais/2009/10/o-comentario-do-advogado-luis-filipe-carvalho-sobre-o-caso-alexandra.htm
    e o Ministro dos Negócios Estrangeiros "estar disponível para ajudar a resolver este caso" http://sic.sapo.pt/online/video/informacao/noticias-pais/2009/10/mne-diz-que-diplomacia-portuguesa-esta-disponivel-para-ajudar-a-resolver-o-caso.htm
    está na hora de nos juntar-mos uma vez mais nesta causa para trazer a Xaninha de volta. Admn deste blogg, digam-nos o k é necessário fazer, nunca tivemos tão perto

    ResponderEliminar
  86. Olá
    FPtrad

    Obrigada. Mas como é que eles conseguiram baptizar sem o consentimento? Não é preciso ter o consentimento de um dos progenitores (pelo menos) para consentir? Desculpe a minha ignorância, porque já baptizei 3 filhos e nós pais tivemos que consentir e assinar....e ter elementos sobre os pais e padrinhos....
    Se me puder esclarecer agradecia...
    Obrigada
    Isabel

    ResponderEliminar
  87. Olá

    Administradores deixo aqui o meu email para o caso de ser preciso fazer algo pela Xaninha
    isabelbodiao@gmail.com

    Vamos estar todos com força para ajudar esta menina, e quem sabe futuramente outras crianças, porque as crianças para mim são tudo

    Beijos

    Isabel

    ResponderEliminar
  88. Sim um desafio ,por de lado toda a burocracia e
    comecar a resolver problemas,erros sem seguir à regra leis que por vezes moralemente são injustas,mas correctas no sentido burocratico.
    Quem sabe o prendinha de natal da xaninha e o seu regresso para Portugal.Tomara o pai biologico aproveite todo o apoio que pode encontrar junto da familia Pinheiro e de todos que lutam por esta menina.é o futuro da filha dele que está em causa.

    ResponderEliminar
  89. Olá Isabel,

    Obrigada pela resposta.
    A verdade é que a Natália frequentava a casa deles (ia lá de vez em quando) e, por isso, acho que eles poderiam e deveriam ter-lhe dito alguma coisa a esse respeito. Por isso, confesso que estou um tanto ou quanto perplexa, tendo em conta a reacção da Natália... ou será que, com as bebedeiras sucessivas, ela não se lembra de que a família Pinheiro poderá ter-lhe pedido a autorização? Ou será que eles pediram o consentimento ao pai biológico?

    Muito estranho mesmo...

    ResponderEliminar
  90. Entrei agora...

    Até que enfim!!!!!! Vejo as "autoridades" se mexerem!!!!!!!!

    Como disseram acima, antes tarde do que nunca, o IAC resolveu mexer e também o ministro dos negócios estrangeiros.


    Precisamos mandar emails para essa gente!!

    Estarei longe de um computador a tarde inteira. Mas quem tiver aqui endereços que interessem, tipo: o do Ministério dos negócios estrangeiros, Presidência da república, assembleia etc, por favor COLE AQUI. Basta as pessoas fazerem um copy/paste e enviar uma mensagem de reforço.



    VAMOS NOS MEXER!! PELA ALEXANDRA E POR TODAS AS CRIANÇAS MAL PROTEGIDAS!!


    Abços

    ResponderEliminar
  91. Só um exemplo pessoal relativamente ao facto de a Natália ter ou não ter sido informada sobre o baptizado.

    Eu tenho um tio alcoólico!!! Extremamente alcoólico...daqueles casos muito complicados. Enfim...Estava eu grávida quando o encontrei (claro que estáva ébrio) e lhe dei a novidade. Até lhe disse para quando seria o nascimento!!!
    Nasce a minha filha e passados alguns meses teve a lata de dizer que nunca lhe disse nada! Dizer eu disse!! Agora lembrar-se disso...já é mais difícil! Pode ser que daqui a uns quantos anos ainda não saiba que eu tenho uma filha!
    Acrescento que não sei o porquê nem como se passou toda a situação, mas a Natália deveria-se insurgir sim contra si mesma, que deveria ser aquela que mais atenção deveria de dar à sua menina. Mas não!! Beber deve resolver o seu "mau-estar"...talvez ela se esqueça também da porcaria de mãe que é e não faça mais nenhuma criança para pôr a sofrer neste mundo!
    Tanta gente estéril e é concedida a esta mulher uma capacidade, um dom e um privilégio de procriar! Mas falta-lhe a capacidade de amar, cuidar e acarinhar!! Mas que ser (des)humano!!

    ResponderEliminar
  92. Boa Tarde

    Estive a ver as notícias na hora do almoço.
    Como disse de manhã: é agora ou nunca.

    Quem está à frente que nos diga o que devemos fazer para dar força.

    Pela minha parte muito já disse e alvitrei
    para algumas demarches (NA REALIDADE NUNCA ME RESPONDERAM, SE ERAM BOAS OU MÁS IDEIAS)
    mas até compreendo. Os nomes mais sonantes são sempre os mesmos e deles vêm ideias melhores.
    Eu fico contente por fazer o que posso, dentro das minhas possibilidades.

    JÁ AGORA AQUI FICA OUTRA IDEIA "MALUCA":

    PORQUE NÃO CONTINUAR ESTE GRUPO TÃO LUTADOR A FOCAR OUTROS CASOS, DEPOIS DO DA XANINHA RESOLVIDO?

    SIM ESTOU CONFIANTE QUE VAI TER BOM DESFECHO.

    A minha Fé fala mais alto e não Me vão deixar mal.

    Aqui sempre PELA XANINHA.

    Isabel Ferreira




    Aqui o que interessa é o bem estar da Xaninha e o seu regresso.

    ResponderEliminar
  93. Amigos de luta:

    mais do que nunca temos que estar unidos, e remar todos para o mesmo lado.
    Vamos fazer barulho e mostrar que estamos aqui e não vamos desistir nunca.
    Força!!
    SR.juiz voçê é a nossa vergonha.

    Raquel

    ResponderEliminar
  94. Desejo de todo o meu coração, com toda a minha vontade, com toda a força que tenho por ser mãe, que esse Gouveia Barros nunca mais durma. Que lhe esteja gravado na cabeça a Xaninha com 18 meses, 5 quilos, piolhos, um penso negro sobre um corte na cabeça, o babygrow a cheirar a cerveja, a pele negra que lhe cobria as costelas; o tremer das mãos que lhe deram o primeiro banho, com medo de ver a morte nos braços. Porque foi isso que um médico disse quando a viu!: tirem essa criança daqui; ela não dura dois dias, não quero ser responsável!
    Que essa imagem não sai da sua frente durante todos os dias que fizerem parte da sua vida.

    ResponderEliminar
  95. Peço desculpa, o comentário anterior é meu, pelo que peço que não considerem como autor "Pela Alexandra" mas sim como meu pessoal, Sofia Ribeiro.

    ResponderEliminar
  96. Boas a todos estes amigos,

    Obrigado M.Macedo,por estas palavras e restantes Admin deste Blog desculpem a preferencia mas muito obrigado ISABELA pois a tua força é que nos une.

    Obrigada Isma por esta frase:"Só mais uma palavra para quem continua neste autocarro...: " Não basta bater na porta certa, é preciso bater até que a porta se abra...!"
    Eu NÃO SAIO!

    Fico sempre a pensar,como umas palavras tão simples têm tanta sabedoria.

    Obrigado Teresa pelo link para comentar,pois eu tambem já comentei.

    Carla Buarque vamos escrever mais.

    O meu e-mail vdlda@sapo.pt

    MariaNeves as tuas palavras deixam o meu coração cheio de esperança.

    Srs.Admin se necessário um grupo de apoio,para fazer pressão como a mãe do Afonso fez á uns meses atrás e conseguiu que o filho não fosse adoptado digam pois assim fica-mos junto ao Min.dos Neg.Estrangeiros.

    A todos estes amigos muito obrigado por lutarem pela XANINHA.

    F.Pinheiro muita força pois unidos somos mais fortes

    ResponderEliminar
  97. Maria Isabel e todos:

    Arranjem endereços, nºrs de faxes, pessoas influentes.
    Peçam, implorem todo o apoio.

    Façamos o inédito e ajustemos a justiça de um país em nome de uma pequenina inocente.

    Xaninha! Tás quase cá! Tem fé!


    Sofia Ribeiro

    ResponderEliminar
  98. Vale mais tarde que nunca, srs.Governantes mostrem ainda vão a tempo de ajudar esta menina que não teve a culpa de nascer, dêm a opurtunidade de ser feliz e de ter uma vida digna junto de quem a ama.

    Não vamos desistir......

    Paulo Gomes

    ResponderEliminar
  99. Já enviei um apelo para estes mails:

    -http://www.presidencia.pt/mariacavacosilva/?action=1&msg=4&mn=1 – para enviar uma mensagem à Sra. Maria Cavaco Silva.

    -gsenec@mne.gov.pt

    -belém@presidencia.pt

    ResponderEliminar
  100. CNPCJR - Comissão Nacional de Protecção das Crianças e Jovens em Risco

    Rua Castilho, n.º 24 - 7º Esquerdo

    1250-069 Lisboa

    Tel.: (+351) 21 311 49 00 (Geral)

    Fax: (+351) 21 310 87 59

    e-mail: cnpcjr@seg-social.pt

    ResponderEliminar
  101. Presidente da CNPCJR

    Armando Acácio Gomes Leandro

    e-mail: armando.a.leandro@seg-social.pt

    ResponderEliminar
  102. Secretário Executivo

    Ricardo Carvalho

    e-mail: ricardo.r.carvalho@seg-social.pt

    ResponderEliminar
  103. Assessora do Presidente da CNPCJR

    Judite Aguiar

    Telef.: (+351) 21 319 11 61

    e-mail: judite.r.aguiar@seg-social.pt

    ResponderEliminar
  104. CPCJ de Porto Central
    Rua do Tâmega, Ex. Escola nº 45

    4200-502 Porto

    Telefone: 225 574 610

    Fax: 225 574 619

    Email: cpcjcentral@cm-porto.pt

    CPCJ de Porto Ocidental
    Conjunto Habitacional das Fontaínhas - Rua dos Mangericos, Edifício K - nº 45

    4000-008

    Telefone: 226 198 080

    Fax: 226 198 081

    Email: cpcjocidental@cm-porto.pt

    CPCJ de Porto Oriental
    Rua Entreparedes, n.º 61 R/C

    4000-198 Porto

    Telefone: 222 061 728

    Fax: 222 061 729

    Email: cpcjoriental@cm-porto.pt / joanatrigo@cm-porto.pt

    ResponderEliminar
  105. amigos!!!

    VOU ENVIAR MAILS A TODOS , TODOS OS DIAS , ATÉ A XANINHA VOLTAR É AGORA OU NUNCA!!!

    ESTA CRIANÇA PEDIU QUE SE LUTASSEMOS POR ELA. É QUE EU VOU FAZER.

    OBRIGADA SOFIA PELOS MAILS VOU ACRESCENTAR À MINHA LISTA.

    VAMOS AMIGOS LUTAR PELO REGRESSO DA XANINHA!!!

    OBRIGADA A TODOS.

    PAULA ODV

    ResponderEliminar
  106. EU gostava de deixar uma proposta:
    enviar por mail a todos os contactos o video do baptismo para fazermos dele o mais visto de sempre.
    FORÇA ALEXANDRA!

    ResponderEliminar
  107. cecrima: eu já mandei e foi óptimo... aumentou muito as visualizações no youtube!!

    Sugiro também que todos façam o mesmo

    Sofia Ribeiro

    ResponderEliminar
  108. Boa Tarde

    MIGUEL MACEDO (desculpe a familiariedade) mas agora ao abrir os comentários, achei que "O PONTO DA SITUAÇÃO" puderia mudar (também já vamos com cento e tal comentários)
    Que tal um "ponto mais optimista". Adoro os seus comentários, são sempre duma grande sensibilidade e dão força ao "pessoal".

    Se já fomos um povo conquistador,vamos continuar a lutar.
    Não vamos deitar fora o que conquistámos.

    Acho que este assunto está "ao rubro" e só temos que deixar o lume bem aceso. Não pode esmorecer.

    Agradeço os mails que facultaram. Vou também enviar.

    Por hoje não posso comentar mais.

    Vou rezar muito para que A XANINHA VOLTE A SER UMA MENINA FELIZ, como aliás DEVERIAM SER TODAS AS CRIANÇAS DESTE MUNDO.

    ResponderEliminar
  109. Uma imagem vale por MIL PALAVRAS

    Sofia,
    Não existem fotos da Xaninha quando foi recolhida pela Familia Pinheiro?

    Para sensibilizar, por vezes é necessário mostrar a dura e cruel realidade

    ResponderEliminar
  110. Não sei se fui dura nas palavras ou inconveniente mas esta foi a mensagem que passei:

    Ex.mo(s) senhor(es),

    Como mãe obviamente que este caso me choca. Como cidadã portuguesa obviamente que este caso me envergonha. Como ser humano obviamente que este caso é desumano!

    Foi uma atitude deplorável da justiça portuguesa não ter-se certificado das condições onde a pequena Alexandra iria viver caso voltasse para a Rússia. Foi também a meu ver um erro crasso acreditar que os laços maternais podiam ser mais importantes que os afectivos quando até a sua cadela sabe que aquela criança precisa é de carinho e de afeição, coisa que ela dificilmente conseguiria e/ou conseguirá, a julgar pelos testemunhos de tudo o que são vizinhos de quando Natália estava em Portugal, a julgar pela forma e estado em que se encontrava quando a família Pinheiro a acolheu, a julgar pelo acompanhamente que deu à própria filha enquanto a mesma se encontrava com a família Pinheiro (raramente lá ia), a julgar pelas imagens que correram as televisões, a julgar pelo que os vizinhos da Russia atestam.

    Já para o Juiz Gouveia de Barros penso que deveria de ser punido...Tão inteligente...tantos estudos...tanto conhecimento....Para não conseguir ver o que qualquer dona de casa viu quando se soube deste caso! Bem sei que a opinião pública é tendensiosa e manipulável...mas meus senhores: Mais rigor, mais investigação, mais acção e mais coração para os nossos tribunais! Que vergonha...

    Agora até as entidades russas estão perplexas com aquilo que este juiz e entidades competentes fizeram... As "nossas donas de casa" já estavam perplexas...mas não passávamos de meia dúzia de gatos pingados sem poder e influência.

    Uma vergonha, uma mancha, uma nódoa...PARA PORTUGAL!!! Somos os culpados...Não soubemos proteger um ser humano indefeso!

    Por favor ajudem a trazer a Alexandra de volta. São muito mais influentes que nós, meros peões de um jogo, onde vocês são senhores, doutores, senão reis! Por favor peço-vos encarecidamente...Ajudem a Alexandra...Sejam humanos!!

    ResponderEliminar
  111. soul adorei o seu manifesto, se me permite vou fazer das suas palavras as minhas sem aumentar uma virgula.

    qual é o link do baptismo?

    paula ODV

    ResponderEliminar
  112. Paula ODV

    link do baptizado:

    http://www.youtube.com/watch?v=dJnX9bigpho

    Sofia Ribeiro

    ResponderEliminar
  113. Olá

    Soul, se me permite posso transcrever também a sua mensagem sem mudar uma virgula?

    Por favor diga-me para eu assim também começar a enviar emails para tudo que é gente

    Obrigada
    Estamos com a Xaninha
    Isabel Bodiao

    ResponderEliminar
  114. Boa tarde; Já enviei para todas as entidades competentes.. Não vamos desistir. Não é apenas um passo gigante para a Xaninha, mas também para todas as crianças PORTUGUESAS! Abraço a todos

    ResponderEliminar
  115. Acabei de receber esta mensagem, mas não vou carregar no link, pois desconfio que seja um vírus:

    "Noticia direto de Lisboa‏
    De: Caso Alexandra (araceli@hotmail.com)

    Enviada: terça-feira, 27 de Outubro de 2009 18:17:26
    Para: xxxxxxxxx

    Governo oferece apoio de Lisboa para

    resolver situação de Alexandra

    A menina russa retirada de uma família portuguesa,desapareceu na russia, agora o caso esta sendo investigado pela interpol.

    Confira os videos e noticias dela na russia



    videos e noticias" - o link é este.

    Se receberem esta mensagem, é melhor não clicarem no link e deitarem-na fora.

    ResponderEliminar
  116. Boa tarde a todos!

    Quem nos viu e quem nos vê?!
    Abriu-se uma grande porta e a nossa esperança renasceu.

    A UNIÃO SEMPRE FEZ A FORÇA!!!!
    MAIS DO QUE NUNCA ESTAMOS UNIDOS!!!

    Também vou enviar o meu pedido para os vários mails aqui referenciados.

    Olá Sofia Ribeiro! Que bom voltar a ler os seus comentários!

    PELA XANINHA SEMPRE!!!!

    Força Casal Pinheiro!

    Ana Carla Carvalho

    ResponderEliminar
  117. O inacreditável aconteceu. O Governo acordou!

    Quanto ao "pai" da Xaninha...está complicado!

    http://diario.iol.pt/sociedade/alexandra-crianca-mne-diplomacia-russia-tvi24/1098712-4071.html

    ResponderEliminar
  118. De repente me deparo com o blog cheio de e-mail. O que sucede?


    Li que "O ministro dos Negócios Estrangeiros, Luís Amado, ofereceu esta terça-feira apoio da diplomacia portuguesa para a resolução do problema da menina russa retirada a uma família portuguesa.


    'Tudo o que a diplomacia portuguesa puder fazer para resolver um problema que tem uma forte dimensão humanitária' será feito, afirmou Luís Amado à margem de uma reunião dos Negócios Estrageiros dos 27, citado pela 'TSF'.

    As declarações são feitas um dia depois de as autoridades russas admitirem que podem retirar a guarda da menina à mãe biológica e de a família portuguesa que a acolheu ter afirmado que está disponível para recebê-la".

    Se tinha esperança, agora ficou mais forte! Às autoridades russas (e não ao povo que é um povo forte, digno, sofredor como muitos, trabalhador e honesto) nada resta do que ceder ao bem -estar da menina que agora é símbolo de luta pelas crianças do mundo inteiro, pelo abandono, pela exploração e pelos maus tratos. Não é questão política nem racial. É questão de injustiça! Desde o início formamos uma corrente em prol das Alexandras de Portugal, de Rússia, de Brasil, do mundo todo. Não é só a Alexandra, são todas crianças do mundo, porque somos nós os empenhados pela segurança, pelo amor e pela solidariedade que iremos banir do mundo esses incompetentes. Vamos bater panela sim, vamos nos intrometer na vida de quem quer que seja e de hoje em diante estamos levantando a bandeira para ajudar a Alexandra e as milhões de crianças pelo mundo, órfãs de pais e de amor!

    ResponderEliminar
  119. Vi agora em directo na RTP N uma grade reportagem sobre a Xaninha com entrevista ao pai biológico. Não se pode contar muito com ele. :(

    Eles fizeram uma pergunta aos telespectadores: se a Xaninha devia regressar a Portugal?

    Por favor mandem mails a responder. O caso vai ser debatido às 21h na RTP N.

    ResponderEliminar
  120. ultima hora:

    "Em circunstancias algumas, a criança abandonará a russia"
    Estas foram as palavras da presidenta da aldeia onde vive a menina.

    este assunto será abordado no jornal da sic

    ResponderEliminar
  121. Enviem emails para a RTP 1

    http://ww1.rtp.pt/icmblogs/rtp/noite-noticias/?k=Pergunta-da-Noite-O-GOVERNO-DEVE-INTERVIR-NO-CASO-DA-MENINA-RUSSA.rtp&post=15932

    ResponderEliminar
  122. Miguel e restantes resistentes,
    Compreendo o seu desânimo. Tb ouvi na TSF o que acima é dito - escrevi em word um longo txt que não passa por ctrl c +v - pelo que vou atalhar caminho.
    Os desenvolvimentos futuros dependerão do dinamismo e esforço dos movimentos cívicos em alertar para o caso desumano em que Alexandra entrou.
    Ouvi o movimento russo desancar no juíz pela sentença portuguesa - fazem m.to bem, pena é que em termos imediatos nada sirva a Alexandra.
    Será que o movimento cívico russo, a UNICEF Russa e restantes decisores não podem sugerir ao governo russo uma solução inédita - devolver Alexandra à felicidade que conheceu durante quase 5 anos? Ou seja, reitrar Alexandra à família surreal que tem mas a adopção ter como prioritários a família (ainda que estrangeira)que ela já conhece.
    Não custa tentar, todos os esforços de socorro a Alexandra devem ser tentados.
    Não tenho RTP N.
    Enviamos e-mails aos governantes portugueses, referindo a injustiça feita Alexandra?
    Cpmts,
    Maria Ferreira

    ResponderEliminar
  123. Não consigo aceder à votação RTP1...
    Reenviem endereço p.f.
    MF

    ResponderEliminar
  124. http://ww1.rtp.pt/icmblogs/rtp/noite-noticias/?k=Pergunta-da-Noite-O-GOVERNO-DEVE-INTERVIR-NO-CASO-DA-MENINA-RUSSA.rtp&post=15932

    ResponderEliminar
  125. Boa noite a todos, estive a ler (por alto, pois hoje tive um dia muito atarefado) os últimos desenvolvimentos.
    Neste momento em que (parece) mais que nunca existem possibilidades de um desenlace favorável para a solução do problema, e há que manter o máximo de pressão juntos das autoridades nacionais e dos meios de comunicação social, para que o assunto se mantenha vivo.

    A existência deste e de outros movimentos na Internet e o grande alarido que vêm gerando à volta do caso, não só funcionou como modo de pressão sobre todos os vários intervenientes (várias autoridades portuguesas e russas) como parece estar a dar frutos, (veja-se, entre outras, as declarações do Ministro dos Negócios Estrangeiros Português).

    Há pois que manter a pressão muito alta.

    Penso o seguinte:

    O Estado português deve assumir, com humildade, e muito claramente, os seus erros e as suas responsabilidades, na matéria. Esse é o primeiro passo. E simultâneamente, oferecer os seus préstimos, no sentido de ajudar na resolução do grave problema.
    Esta é a minha opinião. A "Justiça" portuguesa, falhou rotundamente e agora nada pode remendar. A bola está no campo da diplomacia, logo é o Governo que terá que entrar, agora, em acção.
    Esperemos que o faça.

    Um elemento-chave pode ser o pai biológico, que, ao que julgo, e infelizmente, parece manter finca-pé no sentido do não retorno da Alexandra.

    Declarações dele à KP com tradução em português, em que ele diz que não abdicou dos direitos paternais, mas que reserva uma decisão para mais tarde, e só após conversar com Natália.

    LINK do vídeo com as declarações dele na SIC:

    http://sic.sapo.pt/online/video/informacao/noticias-pais/2009/10/pai-biologico-de-alexandra-diz-que-nao-renunciou-aos-direitos-parentais.htm

    Volto mais logo.

    ResponderEliminar
  126. As coisas não vão ser assim tão fáceis, pois as autoridades de Prechistoe consideram estar fora de questão o regresso da Alexandra a Portugal.

    Leiam aqui:
    http://aeiou.visao.pt/caso-alexandra-a-menina-e-cidada-russa-e-deve-ficar-na-russia-oficial=f534757

    ResponderEliminar
  127. POR FAVOR Não podemos desistir!!!
    não iremos parar de fazer o que esta ao nosso alcance...

    ResponderEliminar
  128. Continuemos todos a fazer barulho e a não deixar o assunto esfriar, enviem mails para o Ministério dos Negocios Estrangeiros e façam-nos circular pelos vossos amigos, conhecidos, colegas de trabalho até a onda virar tsunami...

    A via diplomática, como diz o Vox, vai ter daqui para a frente (esperamos todos) a responsabilidade da resolução deste caso!

    Um abraço

    ResponderEliminar
  129. Concordo com o Universalista. Agora não há nada fazer senão tentar fazer barulho para que as vias diplomáticas avancem!

    Mas o problema agora não é só o problema que a FPtrad refere no seu comentário, mas sim o "pai" biológico. O pai biológico pode comprometer tudo.

    Que Deus ajude esta menina a não acabar num orfanato russo.

    ResponderEliminar
  130. A Directora Exec. do IPC disse algo, que eu digo desde o inicio deste draa...porque é que nunca se perguntou, nem se pergunta, à Alexandra o que ela deseja?... As cranças não são bonecos. E como um conhecido pedopsiquiatra disse, estes acontecimentos fazem com que a criança fique com danos irreversiveis a nivel psicológico e emocional. Como é que é possivel as autoridades russas estarem a afirmar que ela já não se lembra dos pais do coração??... Este país desanima-me...envergonha-me...isto é 3º mundista... Europa?? Convenção dos Direitos da Criança?? Direitos Universais?? Humanismo??? Onde estão?

    ResponderEliminar
  131. Uma coisa importante neste caso. Ontem no telejornal o sr. Russo disse que ali aquilo nunca aconteceria.

    Ora convém que os diplomatas portugueses relembrem estes srs russos, que foram eles que disseram que havia condições para criar a Xaninha naquela casa!

    O nosso juíz teve culpa sem dúvida, mas estes srs russos também não estão impunes, longe disso.

    Porque não averiguaram que o avó e o tio também eram alcoólicos? Porque mentiram em relação às condições da casa?

    ResponderEliminar
  132. José concordo em absoluto com o seu comentário das 22:18.

    Por favor disponibilize o contacto do Sr. Durão Barroso.

    Como eu previ as autoridades russas não querem saber da saúde psiquíca e emocional da Alexandra!:

    http://www.correiomanha.pt/Noticia.aspx?channelid=00000010-0000-0000-0000-000000000010&contentid=57319079-D9B4-4487-AB43-F3B4B2F11EDB

    Como diz o post, " o regresso da Alexandra está muito comprometido! " Infelizmente!

    ResponderEliminar
  133. dirdg@dgac.pt

    gsenec@mne.gov.pt


    Esses são os dois emails que achei no site do Ministério dos negócios estrangeiros.

    Um diz respeito a assuntos 'comunitários' e o outro sobre 'cooperação'. Sinceramente não achei nenhum outro que fosse simplesmente "fale connosco"... Se encontrarem, por favor colem aqui.

    Mas mandem na mesma para esses endereços, é melhor do que nada.


    Outro contacto que poderíamos tentar: O cônsul ou embaixador português na Rússia o que acham?


    Vcs assistiram ao noticiário da RTPN? O que acharam da Sra. Dulce??? Eu achei até boa pessoa, mas muito em cima do muro, credo! Ouviram ela falar de um outro caso de uma menina de Angola?? Sobre este caso eu nunca ouvi falar, mas já imagino...

    Vamos chatear, chatear, chatear, chatear....

    Ninguém pode esquecer. Não deixaremos.

    ResponderEliminar
  134. Muito importante os 2 últimos parágrafos desta notícia:

    http://dn.sapo.pt/inicio/globo/interior.aspx?content_id=1402813&seccao=Europa

    " Kudriavtsev reconhece que as autoridades locais são incapazes de resolver sozinhas o problema e telefonaram para Moscovo a pedir a intervenção do Comissão para Direitos Humanos na Rússia.

    "Telefonámos há pouco para Moscovo e foi-nos dito que está a ser organizada" uma deslocação, declarou, acrescentando que a Comissão para Direitos Humanos deverá visitar a vila em Novembro e "poderá mudar a situação criada na família Zarubina".

    Penso que seria importante obter o contacto desta associação dos Direitos Humanos.

    Há que sensibilizá-los, enviando inclusive o video do baptizado.

    ResponderEliminar
  135. José Manuel Durão Barroso
    Presidente da Comissão Europeia
    1049 Bruxelas, Bélgica

    ou Formulário online: http://ec.europa.eu/commission_barroso/president/contact/mail/index_pt.htm

    ResponderEliminar
  136. Pessoal, vamos ter fé. A Rússia jamais poderia sair dizendo que vai devolver a menina e pronto. Vamos continuar a apelar para o lado humanitário de ambos os países.

    Alguém uma vez colocou aqui um endereço do Facebook do presidente Medvédev ou de alguma instituição ligada a ele... Penso que foi em um post deste blogue há muito tempo atrás... Ando enterrada em trabalho nesta e na próxima semana, às voltas com formações, mas logo que eu consiga vou fazer uma procura.


    Vamos todos pensar e partilhar.


    Abços a todos

    ResponderEliminar
  137. Kudriavtsev põe de lado a devolução de Alexandra ao casal português que a criou: "Ela já se esqueceu dos pais de acolhimento, por isso será melhor para a criança se ela for adoptada por uma família russa".

    ResponderEliminar
  138. Cara Sofia,

    O vídeo do baptizado é muito bonito para quem é católico. Eles são ortodoxos se não estou em erro.
    Temos que ter bom senso. O que nos comove pode ser muito agressivo para eles.

    É a minha opinião.

    Abços

    ResponderEliminar
  139. cpcj@cm-braga.pt; tb-petitions@ohchr.org - em inglês - comité direitos humanos; embptrus@col.ru; iacsede@netcabo.pt;correio@dgaj.mj.pt;

    ResponderEliminar
  140. gmtss@mtss.gov.pt; joana.ferreira@gddc.pt; srji.org@gmail.com - inglês: The Russian Justice Iniciative ;

    ResponderEliminar
  141. Olá Carla,

    Tem razão. O video do baptizado para eles é capaz de não ser o melhor. Pensei nele porque é o que me ficou na memória.

    Convém então mandar um dos outros videos.

    ResponderEliminar
  142. http://eng.kremlin.ru/articles/send_letter_Eng1a.shtml

    ResponderEliminar
  143. CONSTITUIÇÃO DA RUSSIA:
    Artigo 2 º

    O homem, seus direitos e liberdades deve ser o valor supremo. O reconhecimento, o respeito ea proteção dos direitos humanos e civis e das liberdades deve ser uma obrigação do Estado.

    ResponderEliminar
  144. Artigo 46

    1. Todo mundo deve ser garantida a protecção na corte de seu (sua) os direitos e liberdades.

    2. Decisões e ações (ou omissão) dos órgãos do governo do Estado, da autonomia local, órgãos governamentais, organizações públicas e os funcionários podem ser objecto de recurso no tribunal.

    3. Toda pessoa tem direito, em conformidade com os tratados internacionais da Federação da Rússia de recorrer a organismos interestadual para a protecção dos direitos humanos e liberdades se todos os meios de protecção jurídica interna foram esgotados.

    ResponderEliminar
  145. tentem encontrar algum artigo sobre as crianças...

    ResponderEliminar
  146. Não tenhamos dúvidas que se o Governo hoje falou que ia intervir, deve-se à notícia da Alexandra ontem no Jornal da Noite.

    Convém continuar a fazer pressão nos sites das TV´s.

    Por favor quem puder comente a notícia da Sic:

    http://sic.sapo.pt/online/noticias/pais/alexandra+nao+deve+voltar+para+portugal+dizem+autoridades+russas.htm

    ResponderEliminar
  147. Notícia da TVI:

    http://www.tvi24.iol.pt/sociedade/alexandra-russia-crianca-adopcao-natalia-zarubina-tvi24/1098823-4071.html

    ResponderEliminar
  148. Olá novamente a todos!

    Sofia Fevereiro:
    Já deixei o meu comentário na notícia que referiu.

    ResponderEliminar
  149. dEIXEM COMENTÁRIO: http://www.correiomanha.pt/noticia.aspx?channelid=00000010-0000-0000-0000-000000000010&contentid=57319079-D9B4-4487-AB43-F3B4B2F11EDB#comentarios

    ResponderEliminar
  150. Aliás, Sofia, comentei as duas (TVI e SIC)

    Ana Carla Carvalho

    ResponderEliminar
  151. Concordo que o vídeo do baptizado, para os russos possa ser entendido como uma afronta, uma vez que são ortodoxos. No entanto, existem muitas outras imagens da vida da Xaninha cá, que valem a pena ser mostradas, para que vejam a diferença. Também penso, como alguém atrás disse, que seria muito importante, mostrar, se houver, fotos da Xaninha quando chegou ao casal Pinheiro, para que se veja por esse mundo fora o que este casal fez por esta criança! Pode parecer sensacionalista, mas não é o que se pretende. Pretende-se apenas mostrar o "antes", o "durante" e o "depois", para que o Sr. Juíz e outros mais vejam o que estava a ser feito e o que eles, sem tirarem o "cusinho" da cadeira, fizeram.
    Quanto à afirmação do Sr. russo, de que a Xaninha já não se lembra dos pais portugueses, é obvio que lembra e lembra-se bem da vida que tinha cá, caso contrário não tinha feito um belo desenho de um cavalo, que eram animais com os quais a Xaninha contactava cá. Penso que lá não lida com cavalos, só tem a Lúcia e alguns gatos, que eu tenha conhecimento. Lida sim com outro tipo de bichos!
    Penso que isto com diplomacia poderá ser resolvido, tal como fez o Bill Cleanton, que se meteu num aviãozinho e foi ter uma conversa em particular com o chefe de estado de...(não me ocorre agora o nome, desculpem, mas ando muito cansada) e regressou aos EUA acompanhado das duas jornalistas, que estavam condenadas a 12 anos de trabalhos forçados. Portanto, tudo é possível.
    Espero que tudo corra bem!
    Um beijinho para a Xaninha.

    ResponderEliminar
  152. Boa noite a todos

    já comentei na SIC e vou fazer na TVI agora não nos podemos calar ou seja nunca nos calamos

    agradeço a deus que todas as noite de sono que perdi por esta menina esteja a ser aberta uma porta desde Maio que aqui estou e meus amigos eu e o computador não eramos os melhores amigos devido ao trabalho e á vida de casa filha marido e tudo mais voçês sabem não é facil mas esta menina fez-me pensar na vida e porque não me juntar a este grande homen que foi o Miguel em pedir para nos juntar-mos a ele para ajudar uma criança que foi alvo da nossa justiça a justiça dos homens que estão no poleiro a ditar a sentença mas nunca ninguém se lembrou a perguntar á Xaninha com quem queria ficar ai sim eram pessoas normais não se julga desta forma uma familia que tratou da menina como se fosse sua filha e depois a tira a ferro e fogo

    amigos juntos vamos vençer


    mas estamos cá para continuar a lutar e não nos calamos vou gritar até naõ poder mais

    XANINHA estás sempre na minha vida fazes parte dela foi deus que nos colocou no teu caminho ele sabe o que faz e para quem faz

    bom dia para ti brinca corre que sejas feliz querida

    Familia Pinheiro muito obrigada por tudo nunca deixem de lutar pela vossa Xaninha


    Admt do blog um abraço amigo contem comigo


    do Algarve Marianeves

    ResponderEliminar
  153. Se o regresso da Alexandra a Portugal não pode acontecer, é preferível que a Alexandra seja adoptada por uma outra família do que viva naquela casa ou num orfanato! Este é o meu ponto de vista.
    Não percebo bem quando dizem "Vai ser adoptada por estranhos!", a maioria das crianças são adoptadas por estranhos! Certo? O casal Pinheiro também entrou na vida dela como dois estranhos que a criaram e a amaram como filha. Porque não pode isso acontecer mais uma vez? A Alexandra pode mais uma vez ter a sorte de encontrar uma nova família adoptiva que seja capaz de a amar como o Casal Pinheiro, na Rússia.
    Se esta situação é irreversível é, muito sinceramente, isso que desejo para ela. Ficar naquela casa, ou num orfanato... Isso é que não...

    ResponderEliminar
  154. Leonor,

    Para uma menina de 6 anos, que já passou pelo que passou, prefere que ela seja adoptada por um casal russo que não conhece?!

    Ou que pela via diplomática ela viesse para o casal português que a conhece desde bébé?

    De qualquer modo, nenhuma destas opções se vai pôr porque o pai, tal como eu previa não vai deixar.´

    Espero que se a Alexandra ficar com ele, não deixe outra vez à beira da morte, por maus tratos e fome...

    http://jn.sapo.pt/PaginaInicial/Sociedade/Interior.aspx?content_id=1402959

    ResponderEliminar
  155. Este advogado Dr. João Araújo é o máximo! A estratégia dele de contar com o pai é surreal!

    Será que ele ainda não percebeu que o pai está do lado da mãe Natália?!

    Será possível que um advogado, que se supõe ser uma pessoa inteligente não tenha ainda percebido isto??

    http://dn.sapo.pt/inicio/portugal/interior.aspx?content_id=1403035

    ResponderEliminar
  156. tenho esperança e rezo para que a Xaninha, passe o Natal em Portugal na sua casa com a sua familia Pinheiro. A via diplomática pode fazer esse milagre.
    Portugal deve-lhe isso. Volta Xaninha.

    ResponderEliminar
  157. Chegou a HORA de AGIR

    FORÇA, é muito fácil AJUDAR:

    Vão a «portal do governo» e enviem para: Primeiro-ministro
    Negócios estrangeiros
    Justiça
    Grupo parlamentar do PS

    A Xaninha implorou no último dia, em Portugal:
    «Luta, Pai, luta...»

    ResponderEliminar
  158. Bom dia,

    Sofia, não estou muito certa se o pai está do lado da Natália... Quando constatar que as pessoas podem lhe ajudar, para poderem ajudar a Xaninha, não sei se o senhor não muda logo de ideias. Ele é bem básico, realmente não parece boa pessoa e até disse que poderia levar a menina com ele para a Ucrânia (nem ele quer estar lá). O que me parece Sofia, é que seria muito melhor ter a menina cá, do que em um orfanato, sozinha na Rússia. É por demais cruel, lhe tirarem novamente de uma outra família!! Mesmo que eu não goste dessa família.


    Mas agora levanto mais uma questão: O pai ainda tem os seus direitos paternais... Mas onde e quem daria o "aval" de que se trata de uma pessoa confiável? A Ucrânia??? A Rússia?? Portugal???

    ResponderEliminar
  159. José,

    Obrigada pelos endereços!!


    VAMOS LÁ TODOS A ESCREVER!!!

    ResponderEliminar
  160. Tudo o que escrevi foi também baseado em outros textos que li...portanto é de muitos...é vosso também!
    Usem-no e voltem a usar que é para isso que ele serve...
    Por mim, vou continuar na batalha de enviar e-mails. Vou ser chata ao mais alto nível...ou não;)
    Um abraço.

    ResponderEliminar
  161. Bom dia

    Mais um dia pela Xaninha.

    Temos que trabalhar com alguma urgência pois pelo que percebi ontem na Sic a desisão Russa vai ser tomada até ao fim de Novembro.

    Não vamos desistir, vamos unir forças para ajudar quem mais precisa a XANINHA

    Para ti minha querida muitos beijinhos

    ResponderEliminar
  162. "Este advogado Dr. João Araújo é o máximo! A estratégia dele de contar com o pai é surreal!

    Será que ele ainda não percebeu que o pai está do lado da mãe Natália?!"

    É verdade, Sofia, eu não acredito que uma pessoa que se demitiu hà muito da sua função de Pai o faça agora de forma responsável! Não entendo o rancor que sentem pela família que criou e amou a Álexandra! Só isso me faz ficar arrepiada, pensar que a menina possa ficar com alguém que demostra tanta falta de afectos!

    ResponderEliminar
  163. Venho avisar todos os leitores para terem cuidado com uma mensagem de e-mail que anda a circular pela web sobre o suposto desaparecimento da Alexandra e que mais não é que uma tentativa de phishing. Para mais detalhes cliquem aqui: Blog do Katano: Caso Alexandra - Menina desaparece na Rússia

    ResponderEliminar
  164. Universalista, o problema é como cá... não querem saber dos filhos, são abandonas em instituições onde nunca mais aparecem mas NÃO OS DÃO PARA ADOPÇÃO.

    É um dos maiores entraves para adopção em Portugal.

    ResponderEliminar
  165. concordo c/ universalista, este advogado ainda acredita em historias da carochinha, este pai nunca vos vai facilitar a vida ele e um anormal.

    ResponderEliminar
  166. Isto é um mundo de loucos!!!!!!!!
    Como é que é possivel, andar tudo atarefado com debates, reuniões, relatórios, comissões disto e daquilo,...quando bastaria apenas, uma atitude. Uma simples pergunta. Uma simples pergunta a quem realmente é visado em toda esta situação.
    Bastaria perguntar à Xaninha, com quem gostaria de estar?
    E ela, certamente, vos falaria de um coração que, outrora, já fora do tamanho do mundo: cheio de alegria e de amor! Mas que agora, está amarrotado, enxovalhado e espezinhado pela falta de AMOR, ...O AMOR QUE DEIXOU EM PORTUGAL!

    ResponderEliminar
  167. Eu e o meu marido já enviamos emails.
    Vamos ter fé, força.

    RAQUEL

    ResponderEliminar
  168. Bem já enviei vários mails aos endereços que me facultaram penso que a diplomacia a uma mais alto nivel irá ajudar.

    Ter este tema na TV também ajuda por isso quem puder pressione os media para não esquecerem a pequena...

    Da Russia, os nossos amigos também podem ser uteis em influenciar e pressionar as suas entidades para o que acham correcto - a devolução da Alexandra a Portugal. Ontem o José Milhazes disse que na net há grande unanimidade da parte dos Russos em considerarem que o melhor para a Xaninha é voltar para a familia de acolhimento.

    Agora é fé em Deus.

    Estamos a lutar Xaninha, cada um da sua maneira dentro da sua disponibilidade, carrega-te no coração e não te esquece.

    que o teu Anjo da Guarda te proteja.

    Uma grande beijinho a ti princesa e a todos os teus amigos

    Paula ODV

    ResponderEliminar
  169. Tem razão, Paula.

    Há gente muito ruim, ou então ajem por ignorância, já nem sei...

    ResponderEliminar
  170. Alguém poderia sugerir aos companheiros do blog russo para intercederem junto das autoridades russas no sentido de (caso levem essa ideia avante)porem a menina num bom orfanato e deixem os pais de afecto/coração irem ver a menina, falarem com ela, dizerem que estarão sempre por perto, que nunca a abandonarão apesar de lá estar?

    ResponderEliminar
  171. Boas,queridos amigos

    hoje sou eu que choro com as vossas frases,Isma,Paula,Carla e Maria Neves

    Tambem já escrevi novamemte a todos e liguei para o Min.Neg.Estran e-mail : paleixo@mne.gov.pt
    Primeiro Ministro : pm@pm.gov.pt

    Obrigado por lutarem pela XANINHA.

    Aos amigos do CHAT,quando souberem ou decidirem mais coisas deixem por favor no BLOG,pois eu nunca vou ao CHAT.

    Força Srs.Admin e F.Pinheiro

    ResponderEliminar
  172. O Sr Milhazes ontem disse que há orfanatos muito maus e outros que são muito bons, se não se conseguir definitivamente trazer a menina que ao menos tratem de a pôr num orfanato muito bom.

    800.000 crianças em orfanatos, na Rússia, entendi bem???

    ResponderEliminar
  173. Bom dia

    Peço desculpa, mas será que não seria melhor contratar-se um advogada conhecido internacionalmente para este caso, porque me parece que este sr advogado é muito mole e um pouco inocente, (talvez básico) peço desculpa se estou a ofender, mas acho que acredita em tudo e fica parado à espera....

    Isto também pode ser o meu estado de dessepero a falar...estou a ficar completamente louca com esta situação....

    Já fiz os meu comentários aonde deram os endereços...
    Bem ajam
    Xaninha estamos a lutar por ti

    Beijos
    Isabel

    ResponderEliminar
  174. Bem, se as autoridades russas, confusas como estão, pretendem tirar a menina da mãe biológica, reconhecendo o estado de alcoolismo dela e de todos ali que convivem com a criança, e entregar ao pai ou para adoção, não seria mais conveniente devolver a criança aos pais que acolheram e criaram a criança do que toda essa baboseira? Não, eles não querem. querem eles continuar no erro e o mais grave é que estão perdidos sem saber o que fazer realmente. Por que entregar a criança para adoção se a criança vivia tão bem em uma família equilibrada e harmoniosa? Por que entregá-la ao pai que em momento algum se prontificou a cuidar da mesma, mesmo quando essa estava aos cuidados da família Pinheiro? Tenha santa paciência, tanta politicagem e o equilíbrio psíquico da menina não se leva em conta. sr. Iúri Kudriavstsev, é fácil defender de que a menina não queira mais voltar para os pais de acolhimento, pois assim como a mãe biológica as autoridades russas fazem tudo para distanciá-la. Saia do caso e vê se usa a sua política para algo mais frutífero... Continuaremos sim ao lado da criança Alexandra, independente de sua nacionalidade, que, afinal, Alexandra, primeiramente é portuguesa de nascimento,para zelar pelo bem estar da criança!

    ResponderEliminar
  175. " É por demais cruel, lhe tirarem novamente de uma outra família!! Mesmo que eu não goste dessa família. "

    Carla é precisamente isso que penso.

    Infelizmente agora toda a gente "acha" (ou deixam-se levar pelo que os outros acham) que sim, que uma nova separação é que é o caminho e que o orfanato é melhor que onde ela está.

    Só não me peçam a mim para ver essas imagens.

    ResponderEliminar
  176. Bom dia a todos,

    Há muito tempo que não coloco comentários apesar de passar o dia a vir aqui e a ver noticias da Xaninha.
    Se por um lado as noticias são boas por outro lado nem por isso.
    Há esperança de o pai ir buscar a Xaninha mas tenho receio que a leve para a Ucrânia. Será que ele está mesmo a pensar nisso?? lá começa a nossa tortura outra vez...
    E é possivel que nesta situação a Rússia entregue mesmo a criança ao pai?
    tenho receio que não aconteça e que vá parar a um orfanato..

    Ana rocha

    ResponderEliminar
  177. Bom dia a todos os Amigos de Xaninha,

    Por motivos de ameaça de doença (gripe A), estive ausente do trabalho e da net - agora, regressei ao trabalho, tenho o meu computador avariado e estou num daqueles bem preguiçosos desde as 09h... que se há-de fazer ? Acabei de ler agora todos os posts.

    Estou aqui, permaneço também dentro do autocarro, com o coração bem apertado pelas notícias que estão a surgir.

    Espero sinceramente que o esforço de todos se una, para se corrigir esta situação ! Os governos, a diplomacia, as Igrejas Católica e Ortodoxa, os Blogs de apoio e seus apoiantes, TODOS ! Também quero fazer um texto para enviar, mas tenho de estar fora do trabalho para me concentrar, aqui sou constantemente interrompida ...

    Também pergunto : e a petição que assinámos, não pode ser utilizada para pressionar a quem de direito ?? Acompanhada por um texto único ?

    Há uma luz ao fundo do túnel, trazida pela mão da Dr. Dulce Rocha e Dra. Manuela Eanes, mas precisamos de bons diplomatas (que também os temos) para mediar toda esta situação.

    Em relação ao pai de Xaninha, não confio nele. Sinceramente. Mas não o conheço pessoalmente. Só acho que o processo tem de passar por outro lado e o tempo escasseia.

    Ah ! que bela oportunidade para a Rússia mostrar a sua grandeza e devolver a menina a quem a criou com tanto amor ! - não precisa de ter mais uma criança nos seus orfanatos, esta criança não é orfã, tem dois pais e duas mães, tem família! Ajudem-na a ser feliz e a regressar a Portugal, mantendo todavia o contacto com a família de Leste ! Estamos no século XXI, o século de todas as mudanças, de todas as oportunidades.

    Meretíssimo Juiz, a estas horas certamente já sentiu o peso de uma situação que ajudou a criar - sente-se bem ? Sente que todos em seu redor lhe sorriem como antigamente e com sinceridade ? Sente o dever cumprido ?
    As leis existentes são humanas, criadas por humanos e, por isso, são falíveis, mas passíveis de serem melhoradas e corrigidas.
    Por favor, faça algo ao seu alcance. Não queira ser a anedota na nossa justiça. Aceite a situação que criou e ajude no que puder. É um juiz, tem de poder em alguma coisa. E deixe o Ser Humano dentro de si comover-se e fazer algo. Nem que seja, e eu desejo tanto que se concretize ! - ser o senhor a ir à Rússia buscar a menina e entregá-la em mão aos pais do coração ! Veja que ainda pode fazer tanto! Mas, se não quiser que se saiba, pode ajudar e ficar incógnito como penitência.

    Um dia, segundo algumas tradições em que acredito, a sua consciência será ampliada e será o seu próprio juiz - e o paradoxo é que não interessará o bem que faz nesta vida, isso não contará, isso é que deveria ser a normalidade ... mas interessará e muito o Bem que poderia ter feito e não fez ! É esse o móbil por que seremos julgados um dia. Isso aplica-se a todos nós, certamente. Eu só estou a relembrar. E não o condeno - só desejo que, na sua consciência, faça o melhor que puder para ajudar. A si próprio, também.

    Família Pinheiro, Srs. do Blog, todos os amigos de Xaninha, estou convosco !

    E repito o meu desejo mais sincero :

    - Que Deus ilumine e facilite todos os caminhos que possam conduzir à devolução da felicidade da Xaninha !

    Querida Xaninha - por ti nos unimos, por ti lutamos, queremos a tua felicidade e a livre-escolha do teu futuro ! As outras crianças não estão de todo esquecidas por nós, mas há que começar por ti, tu "só" podes uma grande alma que traz uma grande missão ao mundo : tentar melhorar as leis, humanizar os processos jurídicos e os seus agentes a todos os níveis. Que Deus te abençõe, te guarde e te proteja !


    Bem hajam a todos !

    do Algarve,
    Eugénia

    ResponderEliminar
  178. Sofia,

    Eu acho preferível o orfanato à menina ter de ficar com o pai (é como se não houvesse mudança nenhuma porque pai e mãe são exactamente a mesma coisa, uns inúteis!)A tirarem a menina daquela família disfuncional que a ponham então num bom orfanato para futura adopção!É o que sinto neste momento...
    A não ser que as notícias estejam a ser empoladas e a família biológica não seja assim tão repugnante e até sejam todos muito santinhos...aí a história já muda de figura!

    Os meus sentimentos são em relação ao que ouço e partindo do principio que o que ouço é verdade!

    ResponderEliminar
  179. para completar:

    http://sic.sapo.pt/online/noticias/opiniao/Nada+justifica+a+lagrima+de+uma+crianca.htm

    Em última análise é com o concordo, plenamente!

    O melhor para a Alexandra pode passar por isto mesmo; uma boa família na Rússia, que depois possa entar em acordo com a família Pinheiro para visitas e férias!

    ResponderEliminar
  180. Bom dia,

    Leiam por favor esta notícia do Jornal de Notícias:

    http://jn.sapo.pt/PaginaInicial/Sociedade/interior.aspx?content_id=1402959

    O pai biológico parece tão, ou mais maluco do que a mãe Natália.
    Vejam as contradições dele (uma no cravo, outra na ferradura, coisas do género, vai falar com Natália, depois diz que já falou, vai pensar, depois pelas declarações, percebe-se que já pensou, e que a decisão já está tomada. Enfim ...).

    Como foi já dito acima (por Paula Barradas) "não querem saber dos filhos mas não os dão para adopção".

    No fundo da notícia, a opinião da jurista e especialista em Direito da Família Maria Filomena Neto que diz que tal será difícil (a adopção pela família Pinheiro). "Não é muito comum haver acordos internacionais deste género e, que eu tenha conhecimento, não há nenhuma lei que possa ser aplicada directamente".

    Tal como eu já tinha dito aqui, todo o raio do problema entroncava e empancava no Direito da Família e do modo como as malha ou teias da lei estão concebidas, ( ou por causa de leis existentes defeituosas ou por falta de leis, e de Acordos Internacionais ) não há resolução para este caso através da lei e do Direito ao dispôr ( por mais absurdo, incompreensível e irracional que pareça, pois que não existe lógica nem racionalidade possível, que sustente que se entregue uma criança a uns pais completamente disfunciais e inaptos para criar uma criança, em detrimento da entrega a uma família normal, e isso, essa insustentabilidade, com lei, ou sem lei ).

    Por isso que o Povo diz: "Coisas há, para as quais o Direito não dá ".

    Esperemos que o bom-senso e a racionalidade imperem.

    Avance a diplomacia.

    Em último recurso, ter-se-à que considerar também, o pai, como incapaz para exercer o direito-dever de paternidade.

    E depois, avançar para uma resolução pacífica pela via diplomática.

    ResponderEliminar
  181. Boa tarde,

    Uma breve fuga na hora de almoço.

    Ter a Xaninha aqui em Porugal, com o pai (suspeito, eu concordo) mas perto da família afectiva é melhor do que a Xaninha ir para um orfanato e esperar a adopção de uma terceira família. Já se puseram no lugar desta miúda????

    Sinceramente, se eu critiquei tanto o diabo daquele juiz por não ter se preoucupado com os sentimentos da Xaninha e com as repercussões psicológicas de ser retirada dos seus, como poderei agora não pensar em tudo isto, em nome de ser um bem maior para ela???

    Pelo amor de Deus, existem profissionais capacitados para analisar essas situações e suas consequências.

    Até logo.

    ResponderEliminar
  182. A quem é a favor dela ficar naquela casa a ir para um orfanato, além de pensar na saúde psicológica da Alexandra, não pensa também na sua saúde fisica?
    Ninguém pensa no Edgar que foi entregue à mãe e apareceu morto e violado. Ninguem pensa na Vanessa que foi entregue á avó que a matou com água a escaldar e a atirou ao rio???
    Por acaso vocês já conviveram com pessoas alcoolicas? Fazem ideia do que pessoas alcoolicas e descontroladas podem fazer? Não é só a Natália, é o tio, é o avô! E a avó e a irmã nem sempre estarão lá para a acudir!
    Numa criança de 6 anos, frágil, basta uma pancada mais forte, basta uma queda, basta bater com a cabeça, para que aconteça uma tragédia.
    A vida da Alexandra não fica comprometida se ela for para um orfanato, mesmo que psicologicamente ela vá sofrer muito. Mas o mesmo não posso dizer se ela ficar naquela casa, e não estou a exagerar, conheço a realidade de familias disfuncionais...
    Ela é maltratada ali! Num orfanato pelo menos estará livre de perigo!
    Continua a ser o meu ponto de vista caso não haja mesmo possibilidade dela voltar a Portugal, prefiro que ela seja entregue para adopção do que fique naquela casa. Que futuro ela tem ali???? Não tem futuro! Uma nova familia pode dar-lhe um futuro! Penso que o bem estar da Alexandra está em 1º lugar, e não podemos infelizmente colocar o bem estar psicologico à frente do bem estar fisico. Pois os traumas psicológicos podem ter retorno, cura, mas os fisicos ... Nem é bom pensar.
    Afinal todos sabemos como ela foi entregue à família Pinheiro: Às portas da Morte.

    ResponderEliminar
  183. Até doi.

    A justiça não é cega é cegueta.

    Como pode um indivíduo decidir da vida de alguém quartando completamente o seu direito a ser feliz.

    ResponderEliminar
  184. Boa noite, Xaninha.

    Dorme bem, o teu anjo-da-guarda vela por ti.
    A Mãe Florinda deve ter-te dito que todos temos um anjo-da-guarda, um emissário de Deus que vela por nós durante o nosso tempo na Terra.
    No teu íntimo, não desanimes, pois.

    Amanhã, é um novo dia que nasce, um novo dia carregado de novas esperanças ! Um dia, saberás que a tua história desde o início comoveu muitíssima gente, gente de várias nacionalidades que te quer bem . Que se une e luta por ti, que diariamente sente e sofre contigo, que desespera às vezes mas logo volta a sentir renascer a esperança de te ver novamente feliz !

    Somos teus Amigos, estamos aqui, somos as pequenas luzes que procuram iluminar o caminho de regresso, onde mora o amor e a ternura, onde tu sabes que podes ser feliz !

    Que Deus te proteja, te guarde e te abençoe .

    Mil beijinhos para ti
    e
    Uma festinha à Lucinha,

    ResponderEliminar