quarta-feira, 28 de outubro de 2009

União

Bom dia a todos!

Mais uma vez, estamos aqui pela Alexandra! E vamos continuar a lutar pelo melhor para a nossa princesa!
Neste momento, a nossa luta é junto dos nossos governantes e entidades oficiais, para que a Via Diplomática seja aberta, para ajudar a nossa menina. Como sabem, pelas notícias que já saíram, o Ministério dos Negócios Estrangeiros, na pessoa do seu Ministro, já se prontificou a ajudar e, inclusive, já se responsabilizou por esta acção.
Assim sendo, venho pedir-vos que juntemos todos os nossos esforços, para mostrarmos que estamos preocupados, muito preocupados, e que queremos que as nossas entidades ajudem a Xaninha.
Vamos enviar o maior número possível de mail’s para o Ministério dos Negócios Estrangeiros Português e para todas as entidades que, de alguma forma, possam ajudar a intermediar esta situação.
Mais uma vez, volto a frisar, a nossa possibilidade mais forte, neste momento, é a Via Diplomática.
Peço a atenção para o seguinte:
- O apelo deve ser feito a nível pessoal, como cidadãos que são. O apelo é da Sociedade Cívil;
- Devem apelar à intervenção destas entidades, não dizendo mal de ninguém, não desabafando o que vos vai, muitas vezes, na alma;
- Apelar com racionalidade e tendo a noção que é uma hipótese muito importante a ter em conta.
Deixo aqui um pequeno texto, como exemplo, para quem quiser usar, e uma lista de endereços electrónicos, que já foram reunidos, para vos facilitar um pouco a vida. De qualquer forma, têm liberdade total para apelarem a outras entidades, que pensem ser importantes.

Exemplo:
Exmo Sr. (a)

Eu, -------------- (nome), porador(a) do B. I. nº-----------, venho por este meio, na qualidade de cidadão(ã) apelar para que o Estado Português (ou, a Vossa entidade) intervenha e ajude nas negociações com o Estado Russo, para que a situação de Alexandra Zarubina seja resolvida de forma célere e da melhor forma possível, para esta criança que já tanto sofreu.
Grato(a) pela atenção, subscrevo-me apresentando os meus cumprimentos,
ASSINATURA

Aqui fica a prometida lista de endereços electrónicos

Unicef Russa unicefmoscovomoscow@unicef.org
Embaixada Portugal em Moscovo scptrus@moscovo.dgaccp.pt
Ministério Negócios Estrangeiros ministro@mne.gov.pt
Palácio de Belém belem@presidencia.pt
Assembleia da Republica www.parlamento.pt/Paginas/Contactos.aspx (Este Link permite deixar mensagem para o PM e Ministros)
PM e Ministros www.portugal.gov.pt/pt/Pages/Contacto.aspx (Este Link permite deixar mensagem para os diversos grupos parlamentares )
Unicef Portugal info@unicef.pt
Embaixada da Rússia mail@embaixadarussia.pt
Segurança Social armando.a.leandro@seg-social.pt; cnpcjr@seg-social.pt
IAC - Dra. Dulce Rocha iacsede@netcabo.pt
Procuradoria-geral da Republica mailpgr@pgr.pt
Amnistia Internacional aiportugal@amnistia-internacional.pt

Obrigado a todos e PELA XANINHA NÃO VAMOS DESISTIR!

202 comentários:

  1. NÃO VAMOS DESISTIR, TOCA A ENVIAR EMAILL
    FORÇA ALEXANDRA

    ResponderEliminar
  2. Obrigada, Miguel!

    Não vamos desistir da nossa princesa.

    Graça Lobato

    ResponderEliminar
  3. Boa tarde a todos!
    Já há algum tempo que não participo activamente no movimento, o que não significa que me tenha afastado do caso. Continuo atenta á evolução da situação e no meu coração mantém-se viva a certeza de que no final o futuro da Alexandra vai resolver-se pelo melhor (para ela. O meu aparente afastamento prende-se, por um lado com a minha vida pessoal e, por outro, com o contexto em que o próprio caso se encontrava. Ou seja, depois de todo o que foi feito a única coisa a fazer era manter a atenção e a esperança viva, e não sentia que pudesse contribuir em nada mais para a situação. Agora é diferente, estamos novamente num momento em que é importante reagrupar as forças e agir junto dos poderes instituídos para lhes manifestar aquilo que é o sentimento das sociedade civil, portuguesa e russa. Assim, serve este para afirmar o meu empenho relativamente á resolução da situação da Alexandra. Certamente que irei, como aliás fiz anteriormente, remeter os meus apelos aos órgãos e instituições que podem, e devem, prover por uma solução feliz para esta criança. Bjns a todos e que a força da verdade nos una como fez até aqui! EU ACREDITO!!!!!!!!!
    Marta Teixeira

    ResponderEliminar
  4. Infelizmente vi a noticia em cima da hora,mas as autoridades russos,já desmentiram a retirada da alexandra à familia biologica.´Parece me quaso a familia biologica,ora dizem uma coisa,depois outra.Enfim esta noticia se bem entendi,deixa qualquer um revoltado.

    ResponderEliminar
  5. já foram
    eu também acredito que é possivel inverter o rumo que tomou a vida desta criança e dar-lhe um final FELIZ

    ResponderEliminar
  6. já agora seguem endereços de deputados e grupos parlamentares...vamos pressionar...

    abraços



    nmagalhaes@pp.parlamento.pt, abel.l.baptista@ar.parlamento.pt, gp_pp@pp.parlamento.pt, nunomelo@pp.parlamento.pt, pedromotasoares@pp.parlamento.pt, pap@pp.parlamento.pt, tcaeiro@pp.parlamento.pt, ahenriques@psd.parlamento.pt, amanso@psd.parlamento.pt, amiranda@psd.parlamento.pt, anazita@psd.parlamento.pt, asantos@psd.parlamento.pt, cp@psd.parlamento.pt, dpacheco@psd.parlamento.pt, gp_psd@psd.parlamento.pt, joserauldossantos@psd.parlamento.pt, jpereira@psd.parlamento.pt, luiscf@psd.parlamento.pt, miguelmacedo@psd.parlamento.pt, miguelsantos@psd.parlamento.pt, mmachado@psd.parlamento.pt, mpantao@psd.parlamento.pt, pduarte@psd.parlamento.pt, ppc@psd.parlamento.pt, vcosta@psd.parlamento.pt, adaosilva@psd.parlamento.pt,

    ResponderEliminar
  7. carlosgoncalves@psd.parlamento.pt, carlos-lopes@psd.parlamento.pt, emidioguerreiro@psd.parlamento.pt, fbduarte@psd.parlamento.pt, fernandoantunes@psd.parlamento.pt, f.negrao@psd.parlamento.pt, fernandosantospereira@ar.parlamento.pt, gsilva@psd.parlamento.pt, raguas@psd.parlamento.pt, melchior@psd.parlamento.pt, mfrasquilho@psd.parlamento.pt, m.pignatelli@psd.parlamento.pt, mrelvas@psd.parlamento.pt, mdavid@psd.parlamento.pt, pedro.pinto@psd.parlamento.pt, pedroquartin@psd.parlamento.pt, isabelm@psd.parlamento.pt, rc@psd.parlamento.pt, rmartins@psd.parlamento.pt, acandal@ps.parlamento.pt, acouto@ps.parlamento.pt, agameiro@ps.parlamento.pt, albernaz@ps.parlamento.pt, albertoantunes@ps.parlamento.pt, albertomartins@ps.parlamento.pt, alcidialopes@ps.parlamento.pt,

    ResponderEliminar
  8. tvenda@ps.parlamento.pt, fl@pcp.parlamento.pt, jm@pcp.parlamento.pt, js@pcp.parlamento.pt, ac@pcp.parlamento.pt, cc@pcp.parlamento.pt, mgp@pcp.parlamento.pt, apb@pcp.parlamento.pt, gp_pcp@pcp.parlamento.pt, pev.correio@pev.parlamento.pt, blocoar@ar.parlamento.pt, fernando.rosas@be.parlamento.pt, jorge.costa@be.parlamento.pt, alda.macedo@be.parlamento.pt, ana.drago@be.parlamento.pt, bloco.esquerda@bloco.org, cecilia.honorio@be.parlamento.pt, francisco.louca@be.parlamento.pt, helena.pinto@be.parlamento.pt, jose.casimiro@be.parlamento.pt, joao.semedo@be.parlamento.pt, luis.fazenda@be.parlamento.pt, mariana.aiveca@be.parlamento.pt, pedro.sales@be.parlamento.pt, clarasousa@sic.pt, conceicaolino@sic.pt, cssilva@expresso.pt, director@correiodominho.com, dnorte@dn.pt, info@rum.pt, informacao@radiofundacao.net, jpn@icicom.up.pt, politica@expresso.pt, portugaldiario@iol.pt, provaoral@programas.rdp.pt, publico@publico.pt, radio@vozdaplanicie.pt, redaccao@correiodominho.com, redaccao@diariodominho.pt, secdir@jn.pt, sociedade-civil@rtp.pt, sociedade@expresso.pt, visao@edimpresa.pt, geral@oprimeirodejaneiro.pt, informacao@altitude.fm, chefe_redaccao@diariodominho.pt, agenda@dn.pt, director@expresso.pt, agenda@jn.pt, economia@jn.pt, grandelisboa@jn.pt, politica@jn.pt, grandeporto@jn.pt, agenda@lusa.pt, economia@lusa.pt, porto@lusa.pt, sociedade@lusa.pt, portoalive@portocanal.pt, agenda.informacao@rtp.pt, agenda.porto@rtp.pt, info@ruc.pt, agenda@tsf.pt


    desculpem mas não era possivel por todos no mesmo comment

    beijoa para todos

    ResponderEliminar
  9. Estou a lutar pela Alexandra desde o inicio. E nada me vai parar. CHEGA DE TRATAR AS CRIANÇAS COMO OBJECTOS!

    ResponderEliminar
  10. Venho avisar todos os leitores para terem cuidado com uma mensagem de e-mail que anda a circular pela web sobre o suposto desaparecimento da Alexandra e que mais não é que uma tentativa de phishing. Para mais detalhes cliquem aqui: Blog do Katano: Caso Alexandra - Menina desaparece na Rússia

    ResponderEliminar
  11. Artigo de opinão de José Milhazes

    http://sic.sapo.pt/online/noticias/opiniao/Nada+justifica+a+lagrima+de+uma+crianca.htm

    ResponderEliminar
  12. Olá

    Estive a ver o filme da "Xaninha em Portugal", claro as lágrimas correram-me pela cara abaixo, e estou a escrever muito emocionada. Este filme era bom para mostrar às entidades Russas e Portuguesas para verem como a criança era bem tratada e feliz

    Xaninha estamos a lutar por ti minha querida
    Força Casal Pinheiro e adms do blog
    Isabel Bodiao

    ResponderEliminar
  13. Tambem vi as noticias que a Ligia fala foi na RTP1,não estou a perceber nada 1 dia dizem que a vão tirar a mãe outro ja dizem que não.

    ResponderEliminar
  14. Boa tarde a todos.

    Também já enviei os e-mails a todos.

    Já agora vejam o artigo referido pela Manuela Gonçalves e que a Universalista já tinha feito referência no post anterior.

    Merece a nossa atenção, é um artigo do Prof. José Milhazes e é bem realista.

    Continuamos a lutar por ti princesa.

    Nazaré

    ResponderEliminar
  15. Obrigada, Caetano, pelo alerta.

    Eu já tinha deixado ontem o aviso acerca dessa mensagem sobre o alegado desaparecimento da Alexandra.

    ResponderEliminar
  16. Já enviei os mails e comentei as notícias. Obrigada por existirem. Deus nos ajude nesta luta!

    ResponderEliminar
  17. Se não me engano,foi na sic,mas como já era quaso 14h,tinha que vir trabalhar.apanhei no meio,uma autoridade russo,a fazer esta declaração aos jornalistas.K apesar da menina ter uma mae alcoolica,não apresentava sinais de subnutrição,vestia bem(roupa de Portugal,claro)e não tava em risco para tomarem esta atitude da retirada.Peco desculpas pelos erros ortograficos.

    ResponderEliminar
  18. Boa tarde

    Ainda não tinha tido oportunidade de enviar os Emails mas irei faze-lo de imediato

    ResponderEliminar
  19. Só espero que não seja necessário (como cá o é muitas das vezes) a existência de um corpo para ser considerado crime!
    Espero que as autoridades russas se movam... e que as nossas façam o seu papel diplomático para que emendem o que de mal já foi feito!
    Continuo com a opinião que aquele juiz deveria ser sancionado! Quando eu cometo um erro grave no meu trabalho sou sancionada por isso, podendo até ser demitida! Em que medida é que um juiz deverá ser diferente???
    Mas quando falo em juizes, refiro-me também a administradores que levam empresas/bancos às falências e nos finais de ano ainda recebem pagamentos de incentivo milionários!!
    Enfim...Portugal teria de "nascer" de novo para ir tudo ao lugar...
    Mas começemos pelas crianças...sejam elas de que nacionalidade forem!
    Acabemos com:
    "Ah...és filho de brasileiros...então não tenho nada com isso"
    "És filho de espanhois...então vai para a terra dos teus pais, e eles que te ajudem!"
    SÃO CRIANÇAS acima de tudo!
    As nacionalidades foi o homem que criou...mas a humanidade deveria estar em todos nós! Evidentemente que não passa por muitos...Ou até passa...quando lhes é familiar ou próximo!
    Conheço uma assistente social que trabalha num lar de idosos que quando falece algum deles e é chamada, diz em pleno café:
    "Lá morreu mais um velho!" (a baforar de enfado, como quem tem de ir fazer um frete)
    Falta-lhe o que de mais belo deveria haver...HUMANIDADE!
    Compaixão, zelo, carinho, cuidado...não são trabalho...são humanidade!
    Humanidade em Portugal...PRECISA-SE!!
    Evidentemente que a resolução deste caso deveu-se muito a isto: falta de empenho (ah...era uma miuda filha de russos e ucranianos), facilitismos evitados, desumanidade desmedida!
    E mais...tenho para mim que muitos dos que receberão os mails nem os irão ler!!
    Ver o vídeo da xaninha?? Para quê?? Pode-lhes tocar e depois sentem-se na obrigação de ter de se mexer...
    Tá-se melhor sem chatices!!
    Espero estar errada...
    Sinceramente espero!

    ResponderEliminar
  20. Tem razão, Soul, na análise que faz!

    Espero que, desta vez, quem tem o poder nas mãos nos surpreenda pela positiva!

    ResponderEliminar
  21. Amigos

    Partilho das vossas ideias.

    Vamos continuar a acreditar na via diplomática que pode trazer de volta a nossa princesa a Portugal e ser feliz.

    Um abraço,

    Graça Lobato

    ResponderEliminar
  22. Olá a todos!

    Sempre aqui a lutar pela Xaninha!

    Obrigado Miguel Macedo pelos contactos!
    Já enviei os e-mails!
    Já fiz os comentários em diversos meios de comunicação!
    Vamos conseguir fazer-nos ouvir!

    já agoro coloco aqui o link do Jornal da Tarde da RTP1, coloquem aos 29.26 minutos :

    http://ww1.rtp.pt/blogs/programas/jornaldatarde/?k=1-parte-do-Jornal-da-Tarde-de-2009-10-28.rtp&post=4212

    PELA ALEXANDRA E PARA A ALEXANDRA, SEMPRE, SEMPRE, SEMPRE!

    Maria Eiriz

    ResponderEliminar
  23. Olá a todos!

    Já fiz um bocadinho, pelo menos para me sentir útil e mandei mails para todos os endereços que indicaram.

    O caminho a percorrer é longo ainda e sinuoso, mas havemos de lá chegar!

    Obrigado a todos por este carinho e dedicação para com a Alexandra, para nós é a nossa princesa, para outros é mais uma entre milhares...

    Vamos ter fé e esperança!

    ResponderEliminar
  24. Boa tarde!

    Acabei de ver a noticia da RTP1. E o que me da a entender é que aquele povo é todo uma cambada de embriagados. Primeiro dizem uma coisa e no dia seguinte dizem outra.

    Espero que nós depois do ministro dos negocios de estrangeiro e a Dra. Dulce e etc.
    façam alguma coisa para que se entrar em negociaçoes pelo regresso da nossa Alexandra.
    Que seja tirada daquele ambiente .

    Força a todos e não deixem perder o comboio.

    Um beijinho muito grande e com muita ansiedade em te ver no local onde foste feliz a beira dos teus Pais de Coração

    ResponderEliminar
  25. Eu tenho estado sempre convosco. não há um só dia em que não venha e este blog procurar noticias e não há um só dia em que não pense na nossa princesinha. Porque não sou grande coisa nestas novas tecnologias só há pouco me registei embora aínda não consiga entrar no chat ou dar-me a conhecer mas podem contar comigo.
    Vou mandar os e-mails hoje à noite. Espero que consigamos alguma coisa embora às vezes deixe de acreditar. Não entendo como é que isto tudo foi possivel de acontecer, como não há um "poderoso" que diga basta e que traga a menina de volta.
    Não entendo a ingratidão da Natalia e sobretudo da avó. è tudo uma revolta muito grande. Onde está o superior interesse da criança que tanto se fala? MEU DEUS AJUDA-NOS porque acho que só um milagre pode trazer a Xaninha de volta.
    Obrigada a todos e desculpem o desabafo.

    ResponderEliminar
  26. Já enviei Miguel Macedo para as entidades que mencionou. Espero que faça algum efeito.

    Realmente isto é de loucos, os Russos também não sabem o que dizem....

    Xaninha estamos a lutar. Os teus pais de coração estão sempre contigo.

    Beijos
    Isabel Bodiao

    ResponderEliminar
  27. Olá a todos!

    Miguel:
    Estou a redigir uma carta para o Ministro dos Negócios Estrangeiros e que irá ser assinada por várias pessoas.
    Contudo, também pretendo enviar um mail só a título individual.

    Irei também enviar um mail para aos restantes endereços que indicou.

    Pela Xaninha SEMPRE!!!

    Bem hajam todos os amigos da Xaninha!

    Ana Carla Carvalho

    ResponderEliminar
  28. Ola amigos da Alexandra,

    Já enviei a todos os mails mencionados .

    Espero que ajude.

    Miguel o titulo é sugestivo UNIÃO , a união faz a força, a força necessária para trazer a Xaninha de volta.

    Com ajuda de Deus.

    Paula ODV

    ResponderEliminar
  29. Boa noite a todos os Amigos de Xaninha !

    Mto obrigada pela ajuda na minuta do texto a enviar, Sr. Miguel, já o enviei a todas as entidades que podia. Agradeço-lhe em meu nome e no nome de todos os que aqui vêm, que fizeram o mesmo que eu e preferem ficar anónimos.

    Consegui ver há pouco os vídeos - oh meu Deus ! não consegui evitar chorar...a adoração e os gestos de carinho de Xaninha para a D. Florinda .. maravilhoso momento e dolorosa saudade, tenho a certeza !

    Amigos, temos de MANTER A ESPERANÇA que a Xaninha vai voltar a ser feliz ! Tem de haver alguma maneira, um modo de o conseguir. Tem de haver !

    Para ti, Xaninha, mil beijinhos e um grande abraço - todos temos um anjo da guarda que vela por nós e o teu estará sempre contigo.

    Família Pinheiro, Srs. do Blog, e restantes Amigos que "trabalham nos bastidores", desejo-vos muita coragem, força e sorte em todos os vossos empreendimentos. Que Deus esteja sempre convosco e ilumine os vossos caminhos.

    Somos todos "pequenas luzes" que iluminam o caminho de volta a Portugal, querida Xaninha! A nossa casa é onde está o nosso coração e no teu íntimo tu sabes isso muito bem. Deus te proteja, te guarde e te abençoe, meu anjo ! Dorme bem. Amanhã, é um outro dia. Que os teus sonhos se concretizem muito brevemente, é o meu maior desejo neste momento.

    ResponderEliminar
  30. Miguel

    Já enviei e-mails para a maioria dos contactos mencionados. Seguidamente irão para os restantes.

    Com este pequeno, desejo que a felicidade da Xaninha seja atendida e volte para junto dos pais Pinheiro.

    Com muita esperança e fé!

    Graça Lobato

    ResponderEliminar
  31. Mais um dia rezando pela Xaninha!

    Que se faça luz na cabeça dos que decidirem o seu destino.
    Que tomem a decisao correcta, de forma a que seja possivel o seu regresso para a companhia dos unicos que lhe deram amor, aqueles que continuam a sofrer por ela: a familia Pinheiro.

    ontinuemos dando força e coragem aos que se empenham nesta causa.

    Para ti Xaninha, um beijo do tamanho do Mundo.

    Nao te esqueço, e continuo aqui por Ti!

    Até mais,

    ResponderEliminar
  32. Miguel já enviei os mails para tudo quanto é sitio

    vamos unir as nossas forças para ver a felecidade nos olhinhos da nossa menina ela mereçe tudo de bom é apenas uma criança

    mas tem a força de uma mulher uma grande mulher em ponto pequeno

    a nossa menina já sofreu muito perdeu tudo o amor carinho não vamos deixar que ela perca aquele lindo sorriso

    FORÇA XANINHA ESTAMOS A LUTAR POR TI AGORA E SEMPRE XANINHA´


    MARIANEVES

    ResponderEliminar
  33. Xaninha querida

    Continuamos aqui a lutar por ti, meu amor, pela tua felicidade!

    Que Deus ilumine os corações daqueles que te tragam de volta para junto daqueles que mais amas.

    Um beijo do tamanho do mundo!

    Graça Lobato

    ResponderEliminar
  34. Caros blogueiros da Xaninha Nossa, fico extremamente vislumbrada diante da mobilização que um povo é capaz de fazer para ajudar um irmão, no caso a ajuda que o povo está dando à Família Pinheiro, família esta que como cidadã, como seres humanos deu amor, carinho e proteção à pequena Alessandra! Me conforta o coração em ver que existem milhões de pessoas neste momento a rezar e se mobilizar em prol da segurança e bem estar da garota. Me enche de esperança em ter um mundo melhor quando vejo o espírito de solidariedade entre povos. Toda essa mobilização de união em prol de um objetivo é digna de louvor. Nós estamos mostrando que acima de leis existe uma vontade popular e essa vontade transpõe barreiras, transcede fronteiras, une pessoas. Minha solidariedade mais uma vez ao casal Pinheiro que tanto amor tem demonstrado, sem esmorecer, sem perder a esperança, sem se entregar, sem desacreditar!

    ResponderEliminar
  35. Bom dia amigos

    Estamos aqui mais um dia unidos pela nossa Alexandra

    Com os nossos esforços conjuntos temos que conseguir pois a união faz a força.

    Deus é grande e há-de de iluminar aqueles que podem tornar possível a felicidade desta menina.

    A todos muita força.

    Para ti minha querida muitos beijinhos acreditamos que está para breve a tua felicidade.

    ResponderEliminar
  36. Bom dia Amigos!

    Também eu já encaminhei emails para todas as entidades que possam ter influência neste caso, e que possam devolver a felicidade à Xaninha!

    Da realista mensagem da amiga Soul, gostaria de salientar este pensamento:

    "SÃO CRIANÇAS acima de tudo!
    As nacionalidades foi o homem que criou...mas a humanidade deveria estar em todos nós!"

    Vamos acreditar que ainda há humanidade!

    Pela Xaninha!

    Paula de Coimbra

    ResponderEliminar
  37. O Povo Russo subirá na consideração dos outros povos do mundo e principalmente de Portugal, se tiver como principal interesse o bem estar da criança.
    Eu e muitos/as como eu, louvaremos essa atitude para o resto dos nossos dias.

    ResponderEliminar
  38. Bom dia a todos, tb já enviei os emaills . Mas não se pode usar tb a petição agora?

    Sempre pela ALEXANDRA

    Beijinhos minha querida.

    ResponderEliminar
  39. Bom dia!

    Já enviei e-mail e já deixei cometários em tudo quanto é sítio.

    Penso que neste momento é importante deixar bem claro que, quer em Portugal, quer na Rússia, após o sofrimento a que esta menina foi submetida, acima de qualquer norma ou lei deve estar o Supermo Interesse da Alexandra. Até à data, o mesmo nunca foi tido em conta e, independentemente dos direitos que os pais biológicos ou afectivos possam ter, o mais importante é devolver-lhe URGENTEMENTE o ambiente familiar estável onde ela passou a maior parte da sua vida e que a foi a única em que foi feliz.

    Isabel, concordo com as sua palavras. Permita-me que lhe faça uma sugestão: deixe o seu comentário também no blog russo de apoio à Xaninha. Parece-me ser importante fazer chegar à Rússia a opinião do povo português (e não só).

    PELA XANINHA, AGORA MAIS DO QUE NUNCA!!!

    ResponderEliminar
  40. Bom dia a todos os Amigos de Xaninha !

    Força e coragem, Família Pinheiro, Srs. Adms deste Blog e restantes amigos dos bastidores ! Que Deus ilumine todos os caminhos e facilite todas as soluções para devolver a felicidade à nossa princesa !

    Com Xaninha no pensamento,

    ResponderEliminar
  41. Bom dia a todos os amigos da XANINHA,
    Também eu já chateei com os meus e-mails estes Senhores, que desde Maio os tem recebido.
    Aqui deixo o e-mail do Primeiro Ministro pm@pm.gov.pt pois como todos sabemos quando foi a situação da Maddie foi o nosso Primeiro que falou.

    Vamos continuar a comentar ,e a rezar e a chatear tudo e todos.

    Como diz a nossa amiga Isma e muito bem " Só mais uma palavra para quem continua neste autocarro...: " Não basta bater na porta certa, é preciso bater até que a porta se abra...!"
    "Eu NÃO SAIO"
    Artigo de opinião de José Milhazes

    http://sic.sapo.pt/online/noticias/opiniao/Nada+justifica+a+lagrima+de+uma+crianca.htm

    Força Admin do Blog e F.Pinheiro

    ResponderEliminar
  42. É inconcebível que o Criador tenha colocado seres tão diversos sobre a Terra, cada um tão admirável em seu meio, tão perfeito em seu papel, somente para permitir ao Homem, sua obra-prima, destruí-los para sempre. Foi o que este juiz fez com Alexandra. Também sei que todos os homens se enganam, mas só os grandes homens reconhecem que se enganaram. Portanto este juiz continua na minha perspectiva um pequeníssimo homenzinho de letra microscópica aliada à sua pequenez e tacanhez de espírito. Alguns diriam...uma “besta” letrada!
    Agora cabe a outras pessoas de diversas nações, com ideias díspares e sensibilidades diferentes tentar amenizar a dor, o transtorno e o sofrimento de Alexandra...uma menina que nasce em Portugal, não é portuguesa, torna-se russa e ucraniana, mas fala português e respira Portugal...Bem sei que todos se adaptamos aos países! Alexandra não é diferente...a Rússia e a Ucrânia serão lindos e bons de viver como qualquer outro país! Depende muito da família e do apoio que se tem...Aqui vem o maior problema de Alexandra...NÃO TEM!!!
    Agora o Homem deve criar as oportunidades e não somente encontrá-las. Bem sei que será difícil ultrapassar patriotismos obsoletos, mas uma criança não deve ser punida por isso. Conviver com uma família como a aquela é castigo demais para tão jovem menina, futura mulher!
    Podem acusar-me de ser idealista e egoísta até: “Há tantas crianças naquelas condições e nada se faz...” Contudo se fizer diferença apenas na vida de uma dessas crianças, terei feito a diferença! Por algum lado se deve começar...porque não nas mentalidades?! Já vi que a mentalidade do pai de Alexandra está presa também a convenções familiares desajustadas do meu modo de olhar para a vida! Espero profundamente que de uma família desajustada como a de Alexandra, esta menina faça a diferença!
    O pessimista queixa-se do vento, o optimista espera que ele mude e o realista ajusta as velas. Peço aos nossos representantes que ajustem as velas e façam de um sonho uma realidade! Fazer a Alexandra uma menina feliz é agora um sonho! Por favor... criem a oportunidade e transformem-na numa realidade. POR ALEXANDRA...e muitas outras crianças!

    ResponderEliminar
  43. Tenho esperança que a xaninha regresse para Portugal,para junto do pai e proxima da familia do coração.Não posso condenar o pai de não a dar para adopção à familia Pinheiro.è filha dele,em relação à Natália em entrevista,é uma pessoa mais calma .Meu desejo independentemente da decisão das autoridades Russas era que ele reclama se a partenidade da xaninha,tinha o apoio da familia Pinheiro,como se de familia dele se trata-se.Via a filha a crescer,de certeza que não iria ter dificuldades financeiras,o que proprociona estabilidade emocional.Espero que ele acompanhe
    este blog,penso que é uma pessoa intelegente o suficiente para aproveitar esta oportunidade e lutar pelo bem estar da sua filha,não lhe tirando a felecidade de conviver c/a familia Pinheiro.Intelegente para compreender o amor que une esta menina a esta familia e não sentir ciumes,mas sim gratidão.

    ResponderEliminar
  44. Sempre com a menina no coração!!!!!!!!!!!!

    FORÇA!!!!

    "EU NÃO SAIO"

    Paula ODV

    ResponderEliminar
  45. continuem a comentar e a enviar mails não podemos abrandar insistir !!!!

    a menina precisa de nós!!!

    Que Deus nos ajude a trazer a Xaninha de volta a Portugal.

    paula ODV

    ResponderEliminar
  46. Fico mesmo emocionada pela força que este grupo de apoio tem dado ao caso da Alexandra, e também fico muito grata ao povo russo que defende a felicidade desta menina maltratada pela falta da justiça.

    Quero também realçar, para os que comentam sobre o baptismo da menina, se seria oportuno, que essa cerimónia só tem valor para quem acredita, uma vez que existe a separação do Estado e da Igreja. Trata-se unicamente de um apoio para que a menina faça parte de uma comunidade, possa frequentar a catequese, se desejar mais tarde, possa casar pela igreja, etc... As crianças gostam de ser "como as outras" no local onde vivem. Portanto não é nada de obrigatório, que ela tenha que seguir se assim não o desejar.

    Penso que os pais afectivos foram maravilhosos a ter tido essa iniciativa, para que a menina se sentisse como as suas amigas. As crianças não gostam de ser "diferentes" quando são pequenas. Desejo ainda mencionar que conheci senhoras catequistas, que tudo no caminho do voluntariado, foram fantasticas me ajudando a criar os meus filhos com parte do seu tempo Só lhes posso agradecer o tempo que dispensaram para eles.
    Também, apeser de não ser do norte, conheço famílias de grande valor como os pais afectivos desta menina, que têm muito gosto ao enquadrar os seus filhos nas paróquias, proporcionando todo o tipo de actividades, como os escuteiros, tempos livres, coros, passeios, etc. e isto não deve desprezar. Se renunciarmos às nossas tradições, corremos o risco de só ficarmos disponíveis para o egoismo, o consumismo e outros ismos, sem esquecer perigos e violência que se colocam ao alcance dos nossos filhos através de filmes, emails, internet ocupando esse vazio que não conseguimos preencher e que se destina à nossa disponibilidade para com os outros.

    Os meus votos para que todas as crianças que se encontram neste país independemente da sua nacionalidade sejam tratadas como cidadãos de primeira. Não faz sentido que nos congratulemos por termos 13 sítios patrimonio da humanidade, e outros 22 classificados espalhados pelo mundo, e que as crianças não sejam também consideradas "património da humanidade".

    ResponderEliminar
  47. Boa tarde a todos,

    Também já enviei os e-mails. Hoje vem um artigo mto interessante no JN sobre o caso Alexandra, onde se pode ler o seguinte:

    "Opinião diferente tem Alexandra Otchirova, chefe da Comissão para a Política Social e Demográfica da Câmara Civil, um órgão consultivo da presidência. "Eu penso que nestas situações não se deve fazer cerimónia e deve-se privar os pais dos direitos sobre a criança", declarou à rádio "Serviço Russo de Notícias".
    Na sua opinião, aquela é "uma família com grandes problemas, é preciso segui-la, tomar medidas de prevenção de ordem profiláctica e não entregar a criança à família, onde reina a bebedeira, onde por vezes há violência, onde se bloqueia o desenvolvimento da criança". Para Otchirova, a hipótese do regresso de Alexandra à família portuguesa de acolhimento "não é inaceitável". "Isso fere os sentimentos nacionais dos russos, mas a questão aqui é manter a prioridade dos interesses da criança", concluiu."

    Alguem que parece ter bom senso.

    Bem hajam a todos

    ResponderEliminar
  48. algum me sabe dizer como é que eu me registo no chat?
    Obrigada!

    ResponderEliminar
  49. não pecebo nada, hoje li duas noticias completamente contrárias:
    A 1ª diz que o pai da Alaxandra pediu ajuda à familia Pinheiro, outra diz que ele ainda vai decidir se deixa a familia conviver com a Alexandra.
    Sabem dizer-me quem fala verdade?
    Fico alegre e logo a seguir...um balde de agua fria!! Meu Deus quando é que isto vai acabar? è uma tortura.

    ResponderEliminar
  50. Bom dia a todos,

    Isto não tem a ver com a Xaninha, mas com outras crianças a necessitar de "tudo". Para quem estiver interessado aqui vai: http://crescerdemaosdadas.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  51. voltei a mandar emails para todas as instituições com o texto do meu amiguinho Nuno, para quem não leu da outra vez aqui vai:

    AJUDE:

    Eu sou o Nuno Miguel e sou de perto de Viseu, eu tenho 12 anos e vivo com a minha mãe do coração, que mesmo pobre me dá tudo o que eu preciso mas o melhor é Amor.
    Conheço os meus pais mas poucas vezes estou com eles, não que a minha mãe não me deixe mas não tenho vontade pois os meus pais também bebem muito, e é horrível.
    Nem quero imaginar, se me acontece-se o mesmo que a Alexandra Zarubina é doloroso demais para imaginar, tendo a agravante de não estar no país dela, PORTUGAL É O PAÍS DELA.
    Apelo a todas as autoridades que não olhem para nós crianças como um simples objecto deixem-nos simplesmente ser FELIZES.

    ASS. NUNO

    ResponderEliminar
  52. Contem SEMPRE comigo!!
    Estarei a enviar os email's!
    Força Xaninha força casal Pinheiro!
    Obrigado grupo "Pela Alexandra", por nunca desistirem, e por nos manter actualizados sempre!
    Obrigado!

    ResponderEliminar
  53. Boa tarde

    Cá estou eu...também não saio do autocarro.

    Quero agradecer a todos que estão a lutar pela Xaninha e também ao povo Russo que nos apoia e apoia a Xaninha para uma vida mais saudável e feliz.

    Estou aqui para o que fõr preciso.

    Xaninha nós amamos-te.

    Eu sinceramente às vezes fico confusa com as noticias. Não percebo nada, sobre o pai da Xaninha, ele se quer o bem da menina deve deixá-la conviver com a familia Pinheiro.

    Espero que aquilo que as nossas entidades governamentais prometeram e o IAC estejam já em campo, não deixarem-se adormecer ao som das notícias e irem para o Campo lutarem por esta criança, deixarem-se de patriotismo, se a Xaninha é ou não é Russa, Ucraniana ou Portuguesa, o que interessa é que nasceu em Portugal, passou os seis anos em Portugal e fala português......queremos é o bem estar da criança e a felicidade dela, não porem já de parte essa hipótese, como dizerem ela é Russa e não sai de cá...mas o que é isto?...

    Pronto é isto a minha revolta e peço desculpa se vai algum erro mas estou a escrever um pouca à pressa.

    Força companheiros de luta pela Xaninha, sejam portugueses, russos,ucranianos, espanhois, etc.

    Beijos e força Xaninha
    Isabel Bodiao

    ResponderEliminar
  54. Olá boa tarde,

    podem visualizar as noticias do Primeiro Jornal da SIC de hoje, entrando nos videos do Primeiro Jornal, 2ª parte, e colocando no minuto 7.45

    Maria Eiriz

    ResponderEliminar
  55. Olá a todos os amigos da Xaninha!

    Mais um dia pela doce e inocente Xaninha!
    Cá continuamos de Pedra e Cal e com a esperança rejuvenescida!!!

    Também já enviei alguns mails a título pessoal e redigi uma carta que está a ser assinada por um grupo de cidadãos que também querem participar neste apelo que estamos a fazer às diferentes Entidades.

    Obrigada a todos os que têm o cuidado de ir informando os restantes das notícias que vão saindo em diferentes orgãos de comunicação social. Nem sempre há tempo para procurar e esses links ajudam.

    Um abraço para todos.
    Juntos vamos conseguir!!!

    Pela Xaninha SEMPRE!!!!

    Ana Carla Carvalho

    ResponderEliminar
  56. Olá Amigos

    Querida xaninha!

    Sempre contigo no coração e no pensamento!

    Força, Amigos!

    Graça Lobato

    ResponderEliminar
  57. Boa tarde a todos os amigos da Xaninha.

    Maria Eiriz não poderia adiantar a noticia a que fez referência.

    Não há coração que aguente.

    Nazaré

    ResponderEliminar
  58. Olá Nazaré,

    A noticia de que falo tem a ver com a ida dos administradores do blog a uma entrevista ao IAP, com a D. Dulce que tem mostrado interesse no caso da Alexandra.

    http://sic.sapo.pt/online/video/informacao/Primeiro+Jornal/2009/10/edicao-de-29-10-2009-2-parte-fim-da-visita-oficial-do-pr-a-madrid-e-eleicoes-em-mocambique.htm

    tente abrir aqui o link e a noticia passa aos 7.45 minutos

    Maria Eiriz

    ResponderEliminar
  59. Os videos são lindos! pelo menos o segundo, está no Blog russo? Quem não fica comovido com a alegria desta menina.
    Tenho pena de não conseguir entender tudo o que diz nesse Blog, mas percebo os russos estão muito empenhados na felicidade à Xaninha. Será que as considerações de patriotismo obsoleto podem ser esquecidas quando se trata de uma criança inocente? Que mais poderemos pedir a Deus...

    Faço um apelo às associações de imigrantes que dêem apoio a esta causa, que façam o vosso melhor para ajudarem os imigrantes para que não fiquem à deriva, que vivam com dignidade e ensinem aos filhos o que temos de melhor, que se integrem neste país que no fundo é solidário, mesmo que nos obriguem a aceitar "quotas" e outros procedimentos que muitas vezes nos revoltam. Precisamos todos uns dos outros, e a solidariedade deve ser mais do que nunca a palavra de ordem.

    Tenho esperança quando vejo alguns dos nossos repesentantes falar de humildade... Só lhes fica bem, mas que passem aos actos. Não queremos ver gente que é eleita, e que se alheia dos propósitos de quem neles depositou o seu voto. Acredito que a Xaninha voltará a ser feliz.

    ResponderEliminar
  60. Ola amigos,

    Espero que estejamos na recta final desta estrada ... que o nosso destino/objectivo esteja prestes a ser atingido.

    Desejo do fundo do meu coração que esta pequena regresse a Portugal e lhe seja devolvida a alegria e o amor que lhe roubaram a quase 6 meses.

    Sinto que se estão a dar importantes passos, iluminados com a oração e energia de todos aqueles que resistem nesta luta e não perderam a esperança. O bem deve prevalecer sobre o mal.
    Revolta-me só agora as instituições estarem preocupadas com a Xaninha e não quando foi decretada a estupida sentença, mas enfim que sirva de exemplo para que no futuro os interesses das crianças sejam realmente salvaguardados.

    Querida Xaninha, meu anjo, que o teu anjo da guarda te proteja e que Deus e Nossa Senhora de Fátima te guiem até nós. Que sejas feliz.

    Um beijinho
    Paula ODV

    ResponderEliminar
  61. Olá a todos,

    Continuo acompanhando e lendo todos os comentários sempre que consigo dar uma escapada.
    Gostei do post onde li a declaração de uma autoridade russa (Olga...) desdramatizando a entrega da menina à família afectiva.
    Eu espero, desejo, torço muito para que ao retirarem-na mesmo da família, seja com bons propósitos levando-se em consideração que ela já sofreu demais e que nenhuma criança é uma "coisa" que se tira de um lado e se põem em outro sem problemas.

    Como a Angela tão bem disse, as crianças são o património da humanidade. Perfeito Angela!

    Angela: Não vamos esquecer daquele projecto ok?


    Abços

    ResponderEliminar
  62. Querida Xaninha

    Por ti continuamos unidos, sempre!

    Que Deus ilumine os caminhos que te trazem a Portugal para voltares a ser feliz!

    Bem haja a quem tudo está a fazer para que esta felicidade seja uma realidade.

    Um abraço

    Graça Lobato

    ResponderEliminar
  63. O Jornal de Notícias de anteontem trazia duas páginas dedicadas ao tema da Alexandra.

    Já coloquei ontem o link para o JN online, local onde não está colocado o material todo.

    Tenho o jornal e posso acrescentar que, em rodapé, figuram as opiniões de um ou uma perita na área jurídica.

    Quanto a um ponto, penso que haverá um equívoco, pois que diz que Alexandra tem dupla nacionalidade russa-ucraniana, e segundo o Shostak já disse aqui, isso é impossível, pois que a lei ucraniana não prevê tal possibilidade de dupla-nacionalidade.

    Também vem lá escrito que o Sr. Pinheiro pagou recentemente uma multa aplicada à Natália, por ela ter partido os vidros de um camião.

    No mesmo JN, mas de ontem, vem a seguinte notícia, sob este título :

    Caso Alexandra gera opiniões divergentes

    Podem ler neste link

    http://jn.sapo.pt/PaginaInicial/Sociedade/interior.aspx?content_id=1403962

    O pai biológico da Alexandra, Heorghiy Tsiklauri, continua ilegal em Portugal, e isso há 10 anos! Incrível !!!

    ResponderEliminar
  64. Bom dia amigos

    Mais um dia pela Xaninha

    Beijinhos minha querida

    ResponderEliminar
  65. Bom dia a todos!

    Aqui continuamos com a nossa união e a nossa persistencia, lutando com todas as nossas forças, para conseguirmos devolver o sorriso, a alegria e a felicidade a esta menina!

    Xaninha querida,

    Não vamos desistir de ti NUNCA!
    Para ti mando um grande beijinho e um abraço do tamanho do mundo!!!!!!

    Maria Eiriz

    ResponderEliminar
  66. Bom dia a todos os Amigos de Xaninha !

    Também aqui estou e junto-me a todos vós nestes momentos em que os nossos corações estão como que suspensos ... mas temos de manter a nossa Esperança, a nossa Fé em que tudo correrá pelo melhor para a nossa querida Xaninha ! Com tantos Amigos de várias nacionalidades unidos em prol da sua felicidade, todo este apoio como nunca se viu nem se ouviu falar, temos de acreditar !
    A união faz a força e esta é uma força de Amor. O Amor tudo pode e pode tudo.

    Força e muita coragem, Família Pinheiro, Srs. Adms deste Blog e Amigos dos "bastidores" !!!

    Fé, muita fé, a todos os Amigos que aqui se congregam neste gesto admirável !

    Xaninha, querida Xaninha, no teu íntimo acredita que vais voltar a ser feliz ! Estás continuamente nos nossos corações e nas nossas preces. Que Deus te proteja, te guarde e te abençoe .

    Mil beijinhos para ti
    e festinhas à Lucinha

    do Algarve

    ResponderEliminar
  67. ...A cada dia que passa, cá andamos nós numa autêntica montanha russa de sentimentos, emoções, frustrações, esperanças...
    Mas também com certezas!!!
    Certezas de que as pessoas boas também existem;
    Certezas de que as coisas boas também acontecem;
    Certezas de que TUDO vale a pena pelo sorriso de uma criança, e de que NADA justifica a lágrima de uma criança!!!!

    Bem haja a todos!

    ResponderEliminar
  68. Bom dia a todos!!!

    Cá continuamos firmes nesta luta pela nossa Princesa!

    Sónia Carneiro para se registar no chat tem de ir ao fórum (está nos links importantes do blog) e fazer o registo, posteriormente recebe um mail e clicando no link que recebe activará a conta, depois disso é só entrar no fórum, indicar username e senha e pode aceder ao chat!

    Para ti Xaninha, desejo que esta corrente de união e de força te proteja enquanto continuas tão distante daqueles que te amam!

    ResponderEliminar
  69. Boas,queridos amigos

    mais um dia na esperança de encontrar uma solução para a XANINHA.

    Vejam por favor, hoje a TVI nas Tardes da Julia.Vamos dar audiencias a todos que passarem noticias da XANINHA.

    Força Srs.Admin do Blog e F.Pinheiro.
    A todos obrigado por lutarem pela XANINHA:

    ResponderEliminar
  70. Sabem o e-mail da Julia Pinheiro,para enviar-mos todos e-mails a pedir ajuda para influenciar o Primeiro Ministro e o Presidente da Republica a intervirem para o regresso da Xaninha.

    Será uma boa ideia???

    ResponderEliminar
  71. é uma boa ideia, susi.

    vamos lutar!!!

    xaninha sê forte estamos a lutar por ti.

    Paula ODV

    ResponderEliminar
  72. Bom dia querida Xaninha

    Bom dia Familia Pinheiro

    Bom dia amigos e Adm. do blog.

    Quero acreditar que esta esperança que sinto, que a Xaninha vai regressar e voltar a ser feliz se torne realidade.

    Acredito na vontade e na bondade dos corações de quem pode trazer a nossa menina de volta, uma menina de seis anos, que merece ser feliz e tem tudo para ser feliz.

    Acredito na bondade dos corações e nas vontades de quem pode decidir que esta menina regresse para junto da sua familia, das suas raízes, onde nasceu, cresceu, onde criou a sua estabilidade emocional.

    Acredito e espero que os interesses das crianças sejam mais importantes que outros interesses de adultos.

    Acredito que a felicidade da nossa Xaninha não seja um jogo, onde o ganhar e perder ganha força.

    Com esta menina feliz, todos ganhamos!

    Quero acreditar que, no mundo actual ao condenarmos atentados aos direitos humanos,
    este caso não seja mais uma vez condenável esperando por isso,que tenha um final feliz.

    Acredito no Amor e na União entre os povos.

    Quero manifestar mais uma vez o meu apoio aos pais maravilhosos da Xaninha, e a toda familia Pinheiro, têm sido admiráveis e incansáveis na luta pela felicidade da sua fliha do coração.

    Graça Lobato

    ResponderEliminar
  73. Hoje saiu uma noticia a dizer que a Natalia pediu ajuda a pessoas de Portugal para voltar para Portugal, mas não falou disso com o casal Pinheiro.

    http://dn.sapo.pt/inicio/portugal/interior.aspx?content_id=1405310&seccao=Norte

    ResponderEliminar
  74. Susi, a Julia Pinheiro nao passa de uma apresentadora.
    Ela e' muito insensivel para estas questoes, a serio, eu sei do que falo pois ja fui ao programa dela falar de um tema delicado e ela simplesmente nao mostra sensibilidade nenhuma. Limita-se a fazer o trabalho dela! E ainda tem a mania de interromper aquilo que estamos a dizer, atrapalha tudo, nao tem sensibilidade nenhuma, a serio. E muito menos neste caso duvido que ela se meta se nem se mete em outros casos mais simples. Sei do que falo.
    A FATIMA LOPES TALVEZ. Agora a Julia esqueçam.

    ResponderEliminar
  75. Boas,Mel, muito obrigado então vamos novamente pela OPRAH ???

    Fica aqui o link : https://www.oprah.com/plugform.jsp?plugId=220

    O meu pedido...
    Dear Oprah,I need help for a little girl named ALEXANDRA.She is now in RUSSIA for six months.She was born and rased in PORTUGAL.She is a sweet little girl with six years old.Because of a court decision she leave from Portugal with her biologic mother.Her mother give her a bad life because of the drink.We need your help with Portuguese and Russian Government to Help Alexandra return to Portugal for her sweet family of Heart.Oprah please see what a group of person is doing for ALEXANDRA ,site : http://xaninhanossa.blogspot.com/
    Thanks

    Não custa nada ... é só chatear...eu sou assim...

    ResponderEliminar
  76. http://www.destak.pt/opiniao/44112

    EDITORIAL
    Alexandra e o contador a zero
    29 | 10 | 2009 08.31H
    Isabel Stilwell | editorial@destak.pt

    Volto ao caso Alexandra. Infelizmente as situações concretas, e sobretudo as que correm mal, são as que melhor permitem perceber os caminhos do pensamento que levam a decisões como esta. Raciocínios que estão longe de estarem limitados a território nacional. Nas últimas 24 horas, foram estas as «declarações» que me deixaram mais preocupada.

    1. O responsável russo que tem falado sobre Alexandra afirmou, segundo os jornais, que a criança fica na Rússia, justificando a sua posição com a certeza de que: «Ela já se esqueceu dos pais de acolhimento». O senhor pensa, aliás como alguns técnicos portugueses, que é possível pôr o conta-quilómetros a zero, que as crianças são umas tontinhas que só vivem o presente, sem memória, nem base de dados de afectos e experiências. Cinco meses depois, segundo ele, Alexandra teria limpo do disco rígido 4 anos de vida, do total de 6 anos que tem. De facto, era simples se estes assuntos se resolvessem com lavagens ao cérebro, mas não resolvem. Angustia saber que Alexandra tenha tido o azar de chocar de novo com quem pensa assim das crianças.

    2. «Resta-nos esperar que o pai se assuma como pai, coisa que nunca fez», diz o advogado dos pais afectivos. E o dito pai também apareceu de repente a dizer que sim, que afinal quer a filha. Compreende-se que o advogado veja a entrega ao pai como uma estratégia de trazer Alexandra para Portugal, que reaciocine com base noutros casos, nomeadamente como o de Esmeralda, em que os tribunais privilegiaram os pais biológicos em detrimento do casal que tomou conta dela, mas quando é que deixamos de ver as crianças como um objecto que pertence a quem apresentar o «papel», seja ou não digno dele? Como é que este pai pode ainda ter alguma coisa a dizer sobre o assunto? Uma Justiça que vá por aí, seja em Portugal ou na Rússia, não serve.

    ResponderEliminar
  77. contem comigo também, sou o mais recente apoiante e tomei conhecimento deste movimento por uma amiga, já enviei emails tambem.
    rui

    ResponderEliminar
  78. Александра,
    не забыть о вас

    Alexandra,
    não nos esquecemos de ti

    Alexandra,
    not to forget about you

    ResponderEliminar
  79. Depois de ver a entrevista do casal Pinheiro hoje á Julia Pinheiro fiquei triste com o que foi dito sobre os pais biológicos da xanhinha por muitos defeitos e culpas que concerteza tem á coisas que não se podem dizer sobre pessoas que vão fazer parte importante do desfecho deste caso penso que não é este o caminho a seguir,se fosse eu o pai ou a mãe biológicos da xaninha não gostaria do que tinha ouvido,mais uma vez digo vencer o mal com o BEM é esse o caminho na minha opinião e se for esta a vossa tambem alertem o casal Pinheiro para esta mensagem. PAULO A

    ResponderEliminar
  80. Boa Tarde

    Há 2 dias que não comento. Não me tem sido possível. Tenho lido o que se passa, dentro dos possiveis.
    Agora no f.semana vou enviar os emails para tudo quanto é gente.

    Não podemos cruzar os braços.

    A vida da Xaninha tomou lugar nas nossas vidas e não podemos desanimar.

    Um bom fim de semana para todos. Com muitos emails emitidos..

    Força Familia Pinheiro. São um bom exemplo para muitos pais do nosso País.

    Com a ajuda de todos nós não irão desanimar e vamos conseguir trazer a Xaninha para o lugar de onde nunca deveria ter saído.

    A Fé e a Esperança nunca devem morrer.

    Um abraço a todos e UM GRANDE BEIJINHO PARA A NOSSA MENINA.

    Isabel Ferreira

    ResponderEliminar
  81. Paulo,

    Também não há muito, de bem, a dizer acerca dos dois...

    Não ouvi o programa portanto não sei o que se disse, nem a gravidade do que foi dito, de qualquer forma a mãe da Alexandra não fez até agora nada para inverter a imagem que todos temos dela!

    Acho que deve ser ajudada, isso já é outra questão, mas também é preciso que aceite ajuda.Quanto ao pai a ideia que tenho é que se demitiu há muito da sua paternidade e só perante ofertas de ajuda é que vem reivindicar essa mesma paternidade...onde cabe aqui o amor pela menina? Eles deviam ter feito desde cedo o que a família Pinheiro tem feito que é:TUDO!

    Um abraço

    Um abraço

    ResponderEliminar
  82. Mas concordo consigo quando diz que deve haver moderação nas palavras, para evitar mais rancores porque isso não ajuda ninguém so dá origem a mais desconfiança.

    ResponderEliminar
  83. Fique bem claro o que a familia Pinheiro fez pela xaninha é de uma grandeza sem limites muito nobre e cheio de amor mas nas ultimas entrevistas destes dias tenho visto muitos defeitos apontados,falhas e erros aos pais biológicos ditos perante as cameras que nada ajudam a aproximaçao desejada e dita pelo casal á mãe ou ao pai,tambem digo que só junto dos pais afectivos a felicidade da xaninha seria completa mas se tal não for possivel que se tente ajudar a xaninha cá ou lá. PAULO A

    ResponderEliminar
  84. Boa tarde a todos os amigos da Xaninha.

    Quem quiser ver imagens recentes da princesa, entre no blog russo de apoio à Xaninha e no segundo post vejam o noticiário de ontem. Há imagens da princesa, por lá já chegou o Inverno.

    Nas ultimas imagens, tenho pena de não compreender o que dizem, mostra a Xaninha bem vestida, com Kispo cor de rosa, vestidinha de lilás ou rosa, mostra a ida dela com a mãe a comprar uma barbie e filmam as botas cor de rosa da Hello Kytti.

    Suponho que tudo comprado com a ajuda dos portugueses, não sei se isso é referenciado na reportagem. Espero que não passem a ideia de que é ela que compra tudo o que se vê que a menina tem e veste.

    Se puderem vejam e se alguém pudesse traduzir seria muito bom, Cristina está por aí?

    Minha querida um bom fim-de-semana para ti e um beijo do tamanho do mundo.

    Nazaré

    ResponderEliminar
  85. Olá todos os apoiantes deste grande grupo.

    Também penso que devem ser moderados os comentários, que o bem se deve sobrepor ao mal e não colocarmos muito julgamentos sobre quem teve de enfrentar uma vida cheia de desgraças. Mesmo que seja difícil, fica um apelo para que a paciência seja infinita.

    Vamos abrir os nossos corações, à família da Xaninha, a felicidade dela também depende da harmonia que os adultos consigam criar à sua volta.
    Fam. Pinheiro, muita força, têm sido exemplares, têm sido os nossos heróis.

    Carla, não esqueci o projecto, somente por agora não tenho internet em casa, e muita pressão no trabalho. Só me valem umas escapadelas. Tudo de bom para todos.

    Um abraço do tamanho do mundo para a nossa princesa.

    P.S
    a nossa capital está de parabéns:
    Lisboa eleita "melhor destino europeu para cruzeiros"

    http://dn.sapo.pt/bolsa/interior.aspx?content_id=1401728

    ResponderEliminar
  86. D. maria catana por favor indique o link directo para ver as imagens pois que perdí um tempo imenso no blog russo e não consigo localizar aquilo que referiu no seu comentario.

    ResponderEliminar
  87. O link directo às imagens da Xaninha é:
    http://www.1tv.ru/news/social/154557

    Força para todos... continuamos a lutar pela nossa princesa...

    Bem hajam

    ResponderEliminar
  88. revista LUX tem 3 paginas com artigo sobre Alexandra

    http://www.lux.iol.pt/noticia.html?id=1099169&div_id=4996

    ResponderEliminar
  89. obrigado mas onde é que estão as fotos?

    Apenas vejo um mini ecran de video, que aliás não funciona.

    ResponderEliminar
  90. Clicando no link:
    http://www.1tv.ru/.../154557
    é visivel um noticiário russo, com cerca de 5 minutos, sobre a xaninha. Não percebo nada do que é dito e onde também, aparecem imagens da Dª. Florinda

    ResponderEliminar
  91. Realmente desde segunda feira desta semana saíram novamente muitas notícias acerca da Xaninha. Infelizmente isto deixanos novamente a pensar, como as coisas podiam ter sido tão diferentes se dessem ouvidos à menina. Era tão simples terem lhe perguntado com quem a menina queria viver.!

    Agora perante estes acontecimentos apetece-me gritar:

    Atenção Família Pinheiro não se deixem enganar com as promessas do Pai Biológico da Xaninha. Não deixem que ele se aproveite da vossa fraqueza de querer reaver a Xaninha e não permitam que ele vos use para se legalizar cá em Portugal e depois quem sabe levar a menina embora para a Ucrânia caso ele venha a ter a tutela da menina.

    Devem sim fazer muita pressão para que vos ajudem a marcar a vossa presença na vida da Alexandra. Arranjem provas que falam com a menina durante alguns dias da semana e que ela ainda vos trata por MÃE Florinda e PAI João. Não deixem que os Russos digam que a Xaninha já esqueceu os Portugueses, não PERMITAM isso. Voçês são muito importantes para a saúde mental da menina.

    ResponderEliminar
  92. Hoje também li num jornal que a Natália pediu trabalho e habitação a pessoas cá em Portugal para regressar. E desta vez não foi à Família Pinheiro. Eu pergunto, mas não foi o que a Família Pinheiro ofereceu desde o inicio?
    Porque não aceitou? Porque veio cá a senhora sua Mãe ver e analizar as propostas e não ela? Chama-se a isso orgulho.

    Agora como se sente ameaçada lá na Rússia diz que quer regressar!! Deviam sim era de a obrigar a regressar com a Alexandra, a menina ir frequentar de novo a escolinha que andava e fazê-la viver próximo da Família de Coração da Alexandra que é a Família Pinheiro.

    ResponderEliminar
  93. Desculpem o desabafo.

    Mas um dia leio uma coisa favorável ao seu regresso,outro dia leio uma coisa má. Tão depressa há uma aproximação, como tão depressa um afastamento que às vezes revoltámo-nos e apetece dizer tudo e mais alguma coisa.

    No meu íntimo sinto que um dia vou chorar de Felicidade ao ver a Xaninha abraçar de novo os seus Pais de Coração e a sua Prima que está de casaco vermelho no dia da despedida no carro. Não consigo esquecer essas imagens.

    Tenho esperança...

    Falem com as pessoas certas para vos ajudar nesta luta.

    ResponderEliminar
  94. Boa noite a todos os amigos da Xaninha!

    Obrigada pelos vários links. Acabei de os ver a todos e em relação ao vídeo Russo, realmente é desesperante não perceber nada do que ali é falado. Se alguém puder traduzir...
    Estou como a Nazaré...Cristina Mestre pode-nos ajudar?

    Por outro lado, foi muito bom rever a Alexandra, sobretudo no infantário. Naquelas imagens (sim porque o resto já sabemos como é...) pareceu-me muito bem disposta.
    As horas que passa no infantário devem ser mesmo as unicas de paz e alegria.
    Valha-nos isso pelo menos!!!

    Susi:
    É isso mesmo! Chatear, chatear. Esta é a palavra de ordem!

    Aos administradores:
    Continuação de bom trabalho.
    Quando puderem dar um sinal....nós agradecemos.
    Até lá, continuamos também a trabalhar para ajudar a "nossa" pequenina.

    Unidos, pela Xaninha SEMPRE!!!

    Um abraço a todos
    Ana Carla Carvalho

    ResponderEliminar
  95. Amigos da XANINHA

    Desejo que esta historia venha a ter um final muito feliz e que nós um a um posamos abraçar a Xaninha e agradeçer a deus por nos ouvir

    está a se aproximar o Natal é época de uniao peço por tudo que a XANINHA até lá esteja de volta ela mereçe passar um natal digno de uma criança

    junto desta familia maravilhosa que prova de amor que estão a dar é de louvar haver pessoas assim

    obrigado Familia Pinheiro a xaninha mereçe

    Aos Admt do blog um abraço amigo

    XANINHA SEMPRE

    Marianeves

    ResponderEliminar
  96. Um pedido:

    Não tive possibilidade de ver a entrevista do casal Pinheiro no programa Tardes da Júlia. Tentei agora ver através do site da TVI mas não estou a conseguir.

    Para aqueles que possuem mais competências informáticas:
    Por favor alguém poderia, como já foi feito anteriormente em outras situações, colocar aqui o video com essas imagens?

    Muito obrigada!

    Mais uma vez, um abraço a todos voçes, amigos da Xaninha!

    Ana Carla Carvalho

    ResponderEliminar
  97. Xaninha querida

    Mais um dia por ti!

    Que Deus ilumine os caminhos que te trazem de volta para Portugal.

    Tu mereces ser feliz, tu vais ser feliz!

    Um beijo do tamanho do mundo para ti.

    Graça Lobato

    ResponderEliminar
  98. Caros,

    Eu hoje estive no blog russo e fiz esta tradução do post que lá está. Parece-me que é uma espécie de carta que eles estarão a enviar para várias entidades portuguesas (penso ser isto).

    Fiz a tradução no google e como sabem não é lá grande coisa, mas dá para se ter uma ideia:

    ResponderEliminar
  99. Aconteceu alguma coisa, pois o texto não colou.

    Vou colar aqui o link para facilitar, depois é só fazer a tradução.

    Sugiro deixarmos uma mensagem lá também e dessa forma fazermos uma maior partilha, união, força e encorajamento entre países.

    http://community.livejournal.com/help_alexander/22538.html


    Abços

    ResponderEliminar
  100. Lina,

    Boa, você já havia deixado uma mensagem lá! Acabei de deixar uma também.

    Abços

    ResponderEliminar
  101. Carla, tenho deixado muitas. Às vezes, esqueço-me de escrever o meu nome no final e fica anónima.

    Xaninha, estamos todos aqui por ti, com muita determinação.

    Por ti, SEMPRE!!!

    ResponderEliminar
  102. Amigos

    Acabei de deixar mais uma mensagem.

    Por ti, minha querida Xaninha, não vamos desistir!

    Vais voltar a ser feliz!

    Obrigada amigos por continuarmos juntos e unidos.

    Graça Lobato

    ResponderEliminar
  103. Querida Xaninha,

    Estás nos nossos corações, nas nossas lágrimas e nas nossas preces, para que Deus te dê toda a força e coragem que necessitas nestes dias atribulados. Aguarda e confia, pois não estás só.

    Mil beijinhos do Algarve para ti

    &
    um bom fim de semana para todos os Amigos
    que aqui se reunem e "não baixam os braços" !

    ResponderEliminar
  104. Boa tarde Amigos Pela Alexandra e restantes resistentes,

    Estaremos juntos até que Alexandra regresse ao ambiente feliz que tinha.
    Agora que os ilustres governantes vão dizendo que estão disponíveis (em Maio refugiavam-se na necessidade de tratar do assunto de forma discreta...).
    Mas o que interessa é o Hoje e o amanhã de Alexandra.

    Alerto para a correcção do e-mail da UNICEF Russa:
    moscow@unicef.org

    Obrigada aos que colocaram os endereços, facilitou muito. Houve outras mensagens de destinatário desconhecido (parlamentares e jornalistas), mas seguiu a maioria, o que é bom.

    Do meu ponto de vista pessoal, o maior esforço neste momento estará no incentivo aos russos (governantes, org/ong e sociedade civil) pois só quando os nossos amigos russos desancaram na decisão portuguesa em ter entregue Alexandra àquela progenitora é que os nossos ilustres começaram a pronunciar-se no sentido de disponibilidade para ajudar na solução.

    Parabéns aos administradores, sem vós nada poderíamos estar a fazer hoje no socorro a Alexandra.

    Parabéns à família Pinheiro, continua disposta a ajudar quem lhes pede ajuda - agora o pai biológico que antes a criticou - para que Alexandra possa voltar a ser feliz. Grande exemplo para a Humanidade (Sociedade mais humana).

    Um último pedido ao informático de serviço (parabéns "fandral" por toda esta gestão) - quando pesquisamos no google Alexandra, não aparece o blogue, o que pode desincentivar quem é menos persistente ou o desconhece. Só me apercebi pq tive que vir a um PC diferente e que, por isso, não tinha o URL nos favoritos.

    Miguel (apesar do desânimo compreensível do penúltimo post), havemos de festejar o sucesso face ao pedido de Alexandra: "Luta(em) por mim!"

    Cmpts,
    Maria Ferreira

    ResponderEliminar
  105. Boa noite a todos.

    Não tenho comentado, mas no entanto continuo atenta ao que se vai passando e agradeço às pessoas que têm tido mais disponibilidade do que eu de postarem as notícias e links directos onde podemos ir ver notícias da Xaninha.

    Agradeço também à amiga Paula que nos fornece via e-mail as traduções possíveis de notícias que vai encontrando e russo.

    Conforme sugerido, e muito bem, mandei mensagens para os endereços de mails aqui apesentados, com a sugestão de redação deixada, julgo que pelo Miguel. Alguns vieram devolvidos, mas ok, o importante é que a maior parte chegou aos destinatários.

    Gostaria de saber, se possível, porque não se tem contacto com a Alexandra há já tantos dias. retaliação por parte da família biológica?

    Já agora, e também se possível, afinal de contas, quais são as verdadeiras notícias sobre a posição do pai biológico? é que as notícias surgidas são absolutamente contraditórias.

    Desejo a continuação de um bom fim-de-semana a todos (apesar de estar por aqui e se calhar não comentar) e mais uma vez obrigada a todos que colaboram com quem não tem muita disponibilidade (que nestas últimas semanas devido a trabalho), como é o meu caso.

    PELA XANINHA!!!..... SEMPRE!!!

    ResponderEliminar
  106. Segue abaixo a tradução da reportagem da TV russa (http://www.1tv.ru/.../154557)

    Na minha opinião, houve uma mudança do tom desta reportagem em relação às anteriores de canais oficiais (estatais). Esta está mais objectiva, menos "nacionalista" e pode indiciar uma mudança na posição das autoridades centrais, devido à ressonância que o caso tem tido na Internet russa.
    Mas agora, o desfecho é imprevisível. Em casos semelhantes, as autoridades fizeram tudo para manter as crianças na Rússia. Se agora também for assim, muito provavelmente a Alexandra será adoptada por uma outra família russa. No entanto, não se pode descartar uma decisão mais favorável: a entrega da menina ao pai biológico.
    Na minha opinião, muito dependerá da posição das autoridades portuguesas.

    A MULHER QUE CONSEGUIU REAVER A FILHA ATRAVÉS DO TRIBUNAL A UMA FAMÍLIA PORTUGUESA PODE VIR A PERDER OS DIREITOS PARENTAIS DEVIDO AO VÍCIO DO ÁLCOOL.

    A administração e a Polícia de Prechistoe, na região de Yaroslav, estão a decidir o que fazer com Natália Zarubina, que regressou de Portugal há seis meses.
    Nessa altura, o seu nome andava constantemente nas páginas dos jornais. Natália, depois de longos processos judiciais, conseguiu recuperar a filha, que vivia com uma família adoptiva, e regressou com ela à província russa. Agora a situação está de tal forma que Natália, tendo vencido a luta em Portugal para ficar com a filha de seis anos, pode agora perdê-la na Rússia.
    Se ela não parar de beber, retiram-lhe os direitos parentais.
    A primeira coisa que vemos quando chegamos ao local é uma vedação de madeira partida. Nesta velha casa de madeira vive a família Zarubina. Em Maio, Natália, de 34 anos, regressou de Portugal com a filha. Mas a vida na Rússia não tem sido fácil.
    A aldeia de Prechistoe está situada a 100 km de Yaroslavl. O número de habitantes é de 5.000 pessoas. A maioria das casas são de madeira, de um só piso. Durante o dia, não se vê praticamente ninguém nas ruas. Muitos dos habitantes vão trabalhar para a cidade próxima. É muito difícil arranjar trabalho na aldeia.
    Durante 4 meses, Natália e as duas filhas ( a mais velha tem 16 anos) viveu de um pequeno subsídio e da reforma dos pais.

    (continua)
    Cristina Mestre

    ResponderEliminar
  107. (Continuação)
    Actualmente, as autoridades locais arranjaram-lhe um trabalho social (ocupacional): limpar as ruas. Trata-se de um emprego temporário, com um ordenado baixo. Mas o principal problema é outro. A Polícia afirma que Natália bebe muito. A própria Natália nega-o. Diz que bebeu só algumas vezes e só em dias de festa.
    Elena Sokolova, inspectora interina para Assuntos dos Menores do bairro Pervomaysk: “Já foram elaborados 10 autos de infracções administrativas em seu nome por se encontrar alcoolizada à frente das filhas, pela prática de linguagem obscena e por desacatos”
    Natália Zarubina: “Porque /dizem que bebo /frequentemente? Não bebo com mais frequência do que os outros. Então não posso estar com um grupo de amigos? Que eu saiba, não vivo num mosteiro, não sou nenhuma freira, não posso ir festejar um dia de anos?
    Na Comissão de Protecção de Menores tentam convencer a Natália a tratar-se do alcoolismo. Ela recusa e não entende porque é que as autoridades a querem de forma tão insistente enviar para o hospital. O que ela tem mais medo é a separação das filhas.
    Yuri Kudriatsev, presidente da Comissão de Protecção de Menores do bairro Pervomaysk:
    “Assim que ela bebe, torna-se agressiva e tem um comportamento inadequado em relação aos familiares. Isto causa-nos receio que possa haver pressão psicológica sobre a criança e talvez mesmo física”.
    Natália Zarubina: “Em primeiro lugar, eles não fizerem nenhuns testes de álcool. Com que fundamento decidiram que eu sou dependente do álcool? Em segundo lugar, eu começo a suspeitar que se calhar querem-me fechar num hospital para doentes mentais e considerar inimputável!”
    Natália considera que uma tão grande atenção em relação a si é devida à filha mais nova. Na Rússia chamam-lhe Aleksandra, em Portugal, era Sandra. Ainda há poucos meses, a menina só falava português. Agora já fala russo mais ou menos.
    Uma psicóloga e uma terapeuta da fala ajudam a menina a habituar-se às novas condições. Ela frequenta o jardim infantil desde Julho e já fez amigos.
    Segundo a educadora, no jardim infantil não houve quaisquer problemas com a Sandra.
    A menina passou a maior parte da sua curta vida numa família portuguesa. Em 2003, Natália emigrou para a cidade de Barcelos. Foi lá que nasceu Sandra, filha de um ucraniano. Natália não podia trabalhar e tomar conta da filha, por isso entregou-a a uma outra família para que esta a educasse. A menina só via a mãe aos fins-de-semana. Quando Natália decidiu ir buscar definitivamente a Sandra, a família Pinheiro não a quis entregar. Foram necessários dois anos de processos judiciais e a intervenção da Embaixada da Rússia para que a criança fosse devolvida à mãe biológica.
    No armário da casa da família Pinheiro, em Portugal, continuam as roupas da Sandra. A dona da casa, Florinda, mostra as fotografias da família. São mesmo fotografias de uma família porque, segundo Florinda, a Sandra continua a chamar-lhe mãe.
    (continua)

    ResponderEliminar
  108. (continuação)
    Florinda Pinheiro: “Eu falei com a Sandra há pouco tempo e ela disse-me: “Mãe”. Nós amamos a Sandra e só lhe desejamos o bem. Se ela se sente bem na Rússia, que assim seja mas nós vemos que não se pode deixá-la ficar com uma mãe que bebe e, por isso, estamos dispostos a adoptar a Sandra. Nós esperamos por ela e estamos prontos para o seu regresso”.
    Natália não quer separar-se da filha. Ela está decidida a lutar pelas filhas também na Rússia. No entanto, os habitantes locais não excluem que a questão da retirada dos direitos parentais à Natália possa ser decidida em tribunal. Natália não cede. Segundo ela, as autoridades municipais e a Polícia levam a cabo uma verdadeira perseguição contra ela.
    Natália Zarubina: “Estou cansada, entende? (a chorar). Estou moralmente cansada disto tudo! Estou sob uma tal pressão, pressão que eu não tinha em Portugal”.
    Segundo Natália, ela só tem o apoio dos pais. Se não fosse a sua ajuda, seria ainda muito mais difícil. Em todo o lado em que Natália procurou trabalho, só teve recusas. Ela considera que isso ( a recusa) foi devido à permanente “atenção” em relação a ela por parte da Polícia e da Administração. Em Dezembro próximo, o trabalho ocupacional irá terminar e ela ficará novamente sem ordenado.
    O regresso à Pátria tornou-se tão doloroso como os anos em que esteve longe dela.

    Tradução: Cristina mestre

    ResponderEliminar
  109. Boa noite

    Mais uma vez muito obrigado Cristina Mestre pela tradução e pelo seu apoio nesta causa.

    Pela Xaninha vamos lutar até ao fim.

    Para ti minha querida muitos beijinhos

    ResponderEliminar
  110. Boa noite a todos!

    Cristina Mestre:
    Muito obrigada pela tradução.
    Apesar de o desfecho (tal como diz) ser imprevisivel, estou muito satisfeita por dizer que achou que houve uma "mudança de tom" em relação às reportagens anteriores.
    Penso que isso pode ser um sinal positivo.

    Por favor, continue a dar-nos algum feed-back sobre o que lá se passa. A Cristina consegue ter uma "leitura" das situações completamente diferente de nós.
    Obrigada!

    Carla e Lina:
    Vou agora até ao link que mencionaram para tentar deixar uma mensagem.

    Aos administradores:
    Tal como a Paula Barradas, também estranho o facto de já não exisitir um contacto telefónico com a Xaninha há quase 1 semana...
    Espero que não haja nenhum impedimento por parte da família biológica.

    Um abraço a todos
    Pela Xaninha, SEMPRE!!!

    Ana Carla Carvalho

    ResponderEliminar
  111. Carla e Lina:

    Estive a deixar um comentário a Inglês no blogue russo mas não sei se efectivamente consegui.
    Fiz 2 comentários mas quando os enviei recebi uma mensagem a dizer "sucesso", mas o que é certo é que não os consegui visualizar depois.
    Espero que tenha conseguido mesmo.

    ResponderEliminar
  112. Ana, demora um pouco. Os comentários aparecem mais tarde.

    ResponderEliminar
  113. Obrigada Lina pelo esclarecimento!
    Bem, "não há fome que não dê em fartura"! Agora vão aparecer lá 2 comentários praticamente iguais.
    Bom, também antes mais do que menos, não é?

    Uma boa noite para todos
    Deitamo-nos com a "nossa" Xaninha no pensamento (como já é hábito desde Maio).

    Ana Carla Carvalho

    ResponderEliminar
  114. O post referido por Carla Buarque, do blog russo é bastante interessante. Li a versão em inglês. De facto, trata-se de uma carta, proveniente de São Petersburgo, de um grupo que se organizou e tenciona movimentar-se para ajudar crianças, cujos direitos não foram respeitados. Neste momento estão direccionados para a Alexandra, mas posteriormente pretendem ajudar outras criaças e levantam a hipótese de haver uma entreajuda entre os dois países, Portugal e Rússia.
    Falam dos passos das autoridades russas e apelam à sociedade civil para se manifestar, para que estas situações não aconteçam. Manifestam a sua vontade, que a criança seja devolvida à família afectiva, voltando para a sua cultura e etc. Pelo que percebi, vão enviar a carta para várias entidades. Ao que parece, o movimento deste grupo, por aquelas bandas está a ganhar dimensão, o que é bom.

    Também já enviei alguns mails.

    De facto a comunicação social voltou à carga e agora é às páginas inteirinhas, não é como no início, que era só um bocadito.

    Força para todos os que estão por bem!

    ResponderEliminar
  115. 1ª parte da carta:


    Dear Sir / Madam,

    Estou escrevendo para você em nome da equipe de trabalho, criado pelos adultos movimento público para a Defesa da Infância (YHQGD), uma transliteração da palavra russa "Breath" (ВДОХ) com o apoio da Câmara Pública de São Petersburgo (http:/ / www.opspb.ru/). Nossa equipe está trabalhando na formação da opinião pública e cumprimento de acompanhamento e respeitar os direitos dos menores de idade trouxe para a Rússia para a residência permanente dos países da UE.

    No momento estamos a dedicar a nossa atenção especial para o destino de Alexandra Tsiklauri (Zarubina), nasceu em Braga, Portugal, 03.04.2003. Alexandra foi trazido de Portugal para a Rússia para a residência permanente por sua mãe biológica, Natália Zarubina início deste ano.

    Os direitos de Alexandra pouco foram drasticamente violados. O cônsul da Federação Russa em Portugal, o Sr. Oleg Gostev, oficialmente representando Federação da Rússia no Tribunal de Direito da República de Portugal, tem dado alguns compromissos de perspectivas de criança na Rússia, que têm sido ignorados e nunca ter sido realizado. A menina encontrou-se em condições de vida insuportável na Rússia, perigosos para a saúde psicológica e física de um ser humano jovem.

    Actualmente Federação Russa se tenha retirado da solução dos problemas da criança e está tratando a situação de Alexandra Tsiklauri (Zarubina), com total indiferença.

    A menina nasceu em Portugal, onde viveu toda a sua vida até a idade de seis anos, e foi trazido em uma família Português Foster, frequentou uma escola primária em Portugal, e não falar russo.

    Russo organizações de serviço social, as entidades de tutela ou de estabelecimentos de ensino não são capazes de proporcionar a integração da criança no novo ambiente social. Nem que eles podem oferecer Alexandra adaptação suave para novas condições de vida.

    As pessoas comuns de Portugal e da Rússia se para Alexandra que respeita os direitos, mas, infelizmente, o interesse do público por este assunto está a diminuir gradualmente devido a campanhas de mídia de massa a ser substituídos por outros problemas. Nós não vemos nenhum campanhas ativas público no que diz respeito menina direitos realizados.

    Estamos planejando para iniciar uma nova onda de actividade da sociedade civil a fim de cumprir o acompanhamento problema, de modo que são necessárias medidas sociais tomadas.

    ResponderEliminar
  116. Última parte da carta:

    Insistimos em executar as obrigações estipuladas pela Federação Russa em Portugal. No caso dos compromissos mencionados são quebrados afirmamos que todas as medidas legais necessárias sejam tomadas para alcançar os objectivos definidos, incluindo a devolução de Alexandra ao habitual ambiente cultural e social, de volta ao Pinheiro família de acolhimento em Portugal.

    Acreditamos que todas as etapas obrigatórias em termos de respeitar os interesses da pequena Alexandra e protecção da saúde devem ser tomadas em conformidade com a legislação da UE.

    Estamos interessados na construção de um contacto activo com a sua organização, com voluntários lidar com esta ou problemas semelhantes em seu país. Gostaríamos de considerar as opções de ações mútuas e para ajudar a salvar o futuro da criança.


    Olhando para a frente para ouvir de você!

    PS Se você encontrar dificuldades em correspondentes em Inglês, vamos tentar atribuir um Português língua voluntário para as nossas comunicações, mas o Inglês é uma língua mais preferível para nós.

    Atenciosamente,

    ResponderEliminar
  117. Bom dia,

    A tradução não está perfeita, mas chega-se lá.

    Esta carta está no blogue russo cujo o endereço está perto dos outros links de interesse nesta página.

    Só não percebi é se este blogue é desta associação, ou se simplesmente eles apenas publicaram esta carta deste grupo organizado, trabalhando em conjunto.

    Se quiserem fazer como a Lina, a Ana e eu já fizemos, deixem um pequeno comentário de apoio, é sempre bom estreitarmos os laços.

    :)

    ResponderEliminar
  118. Ah, faltou dizer que parece-me que eles vão enviar para as seguintes instituições:

    1. IAC (Child Support Institute) в Португалии
    2. Португальское отделение ЮНИСЕФ
    3. European Federation for Street Children (EFSC)
    4. Association of Mothers against Violence (Portugal)


    Mais abços.

    ResponderEliminar
  119. Apenas uma nota que não quero deixar de salientar, de todos os mails enviados só o Dr Francisco Louçã teve a amabilidade de responder. Quero por isso deixar aqui o seu registo: " Cara Natália
    Obrigado pelo seu mail.
    A situação da Alexandra tem-me sensibilizado muito, como a si, e não perdoo o erro do juiz que ajudou a criar este absurdo. Espero que a diplomacia portuguesa ajude generosamente a resolver esta situação segundo a melhor protecção para a criança, e será essa a posição que farei chegar ao governo.

    Uma abraço amigo,
    Francisco Louçã "

    Não podia deixar de registar aqui A DIFERENÇA baseada no respeito pelos cidadãos!

    Um abraço a todos

    ResponderEliminar
  120. De facto Universalista dos mails que envei tb ninguém, até à data, se deu ao trabalho de responder.
    Louvo a atitude do Dr. Francisco Louçã. Espero que ele não fique pelas palavras e que realmete faça chegar a sua posição ao governo.
    A todos os amigos da Xaninha um óptimo Domingo!

    ResponderEliminar
  121. Boa tarde a todos!

    Ontem, por volta da 1h10 da manhã vi na RTPN um debate dinamizado pelo Jornalista Pedro Rolo Duarte sobre a "nossa Xaninha". Infelizmente só vi cerca de 15/20 minutos porque já estava no final.
    Contudo, a opinião das intervenientes era consensual no que respeita ao seguinte:

    - O Dr. Armando Leandro (Comissão de Proteccção de Crianças e Jovens em Risco)"tem muito bom coração, é um homem muito bom" (palavras proferidas pelas intervenientes)e de certeza, que tudo fará para apoiar este caso.

    -É fulcral a intervenção da diplomacia portuguesa para a resolução deste caso. Todas as 4 intervenientes desejam que o Ministro actue, conforme disse que iria fazer nas suas declarações.

    - Este trabalho não vai ser nada fácil, porque os Russos, quase de certeza que quererão que a Alexandra permaneça na Rússia e por isso, se for retirada á mãe biológica será para ser adoptada por uma família Russa.

    Estas foram as 3 ideias gerais e consensuais das intervenientes neste programa.

    Também falaram, claro, da má setença do Tribunal de Guimarães e do mau profissionalismo do Juíz, do facto de essa setença ser irreversível e que este caso sirva também para no futuro se ter mais cuidado quando se trata de crianças e dos seus interesses.

    Não sei se alguém já tinha visto este programa (ele não estava a ser transmitido em directo, mas caso não o tenham visto, aqui fica o pouco que eu consegui ver e ouvir.

    Pessoalmente, fiquei satisfeita com a opinião consensual acerca do Dr. Leandro; pelos vistos vamos contar mesmo com a sua ajuda.
    Para quem ainda não teve oportunidade de lhe enviar um mail...força! Ainda vai a tempo.

    Um resto de bom domingo para todos os amigos de Alexandra!

    Ao casal Pinheiro:
    Um grande abraço cheio de carinho e de força!

    Aos administradores:
    Continuação de bom trabalho e quando puderem...digam qualquer coisa.
    Vejo que continua a não existir contactos com a Xaninha desde o passado dia 25.

    Pela Xaninha SEMPRE!!!
    Ana Carla Carvalho

    ResponderEliminar
  122. Olá,

    Realmente tanta coisa tem que mudar, precisa mudar!

    A começar pelas comissões de protecção de crianças e jovens em risco. A da minha região não me inspira nem competência nem sensibilidade.

    Bom resto de domingo para todos.

    ResponderEliminar
  123. Cristina e Universalista,

    O Francisco Louçã também foi o único a me responder.

    Isto é que me chateia na nossa classe política, essa mentalidade de que eles são algum tipo de entidade superior. É como se não estivessem lá (na assembleia) para servir de ponte para o interesse e bem estar dos cidadãos, e sim para servir somente aos seus partidos ou seja, para as suas fogueiras da vaidade.

    ResponderEliminar
  124. Bom dia a todos.

    Srs Administradores do blog: que tal darem alguma resposta sobre a falta de contactos com a Xaninha? É preocupante. Podem até nem dar notícias sobre o que se passa, mas é tão difícil saber porque não se fala com a menina?

    Obrigada pela atenção.

    ResponderEliminar
  125. Bom dia amigos

    Mais um dia pela Xaninha

    Para ti minha querida muitos beijinhos

    ResponderEliminar
  126. Boas,

    muito obrigado Cristina Mestre

    A todos muito obrigado por lutarem pela XANINHA

    ResponderEliminar
  127. No site da visão, há um artigo sobre este caso.
    Dêem uma espreitadela e, sobretudo, dêem uma valente coça a um débil mental que assina com o nickname "spitzer", pois tipos como ele deviam estar internados:

    http://aeiou.visao.pt/familia-portuguesa-disponibiliza-se-para-voltar-a-receber-menina-russa=f534652?button=Voltar

    ResponderEliminar
  128. Obrigada Cristina Mestre pela sua Tradução.

    Amigos continuamos todos Unidos pela Xaninha.

    Muito obrigado

    Olga Coimbra ( NINA)

    ResponderEliminar
  129. Bom dia a todos!

    Mais uma semana... Oxalá a Comunicação Social não esmoreça e continue a falar na situação da nossa menina!

    Também eu recebi resposta do Dr. Francisco Louça, esta atitude já fez a diferença e acredito que realmente ele irá intervir junto do Governo!

    Força para todos!

    Continuo por aqui SEMPRE!!!

    PS: Obrigado Cristina Mestre, pela sua sempre preciosa ajuda!

    ResponderEliminar
  130. Bom dia,
    ~
    preocupa-me não ter havido contactos com a Xaninha há uma semana ... há alguma razão?

    Ja deixei aqui uma pergunta que não fui esclarecida... as nossas petições foram usadas?

    sempre com a Xaninha no coração.

    Paula ODV

    ResponderEliminar
  131. Bom dia a todos.

    Sr. Vox peço imensa desculpa se o meu comentário de sexta-feira acerca da noticia da Xaninha não foi claro e por não ter respondido, mas só agora acedi novamente ao blog.

    Cristina Mestre muito pela tradução da noticia.

    Todos juntos vamos conseguindo ultrapassar os obstáculos.

    Nazaré

    ResponderEliminar
  132. É-me impossível imaginar que há quem fique indiferente quando vê qualquer um dos vídeos que estão abaixo!
    Doi tanto imaginar uma criança a sofrer o que a Alexandra sofreu e sofre ainda...
    Espero do fundo do meu coração que a Russia decida o melhor para a Xaninha...
    E nós sabemos o que é o melhor...mesmo melhor!!!
    Apesar de achar que não deve de haver excepções às leis da adopção, para que a "aquisição" de uma criança, de um filho não se torne numa luta desigual entre ricos e pobres, nem numa selva sem lei...o caso da Alexandra faz-me pensar que neste caso a melhor solução seria a excepção!! Tenho pena, mas é mesmo assim...

    ResponderEliminar
  133. Boa tarde a todos

    Querida Xaninha

    Mais um dia na caminhada pela tua felicidade.

    Ainda vais voltar a ser muito feliz, aqui onde nasceste.

    Tu merceces ser feliz, tu vais ser feliz!

    Tens uns pais maravilhosos que te amam!

    Tens um país que te espera!

    Um beijo do tamanho do mundo.

    Graça Lobato

    ResponderEliminar
  134. Caros Amigos Pela Alexandra e restantes resistentes,
    Penso que o dia 20 será a data limite que o Presidente ou o Governo Russo exigiu para que as entidades competentes encontrassem uma solução para Alexandra e para crianças em situações similares.
    Por isso penso que todo o nosso esforço neste momento deve centrar-se na informação/sensibilização das autoridades russas. Mas tenho dúvidas na melhor forma de o conseguirmos - cidadãos portugueses ou russos. Vi muito bons resultados (pelo menos nos políticos portugueses) q.do o movimento cívico russo disse "preto no branco" o disparate que foi a decisão do tribunal português.
    Se concordarem, coloquem aqui uma minuta em inglês ou russo para enviarmos a todos os e-mails dos governantes russos.
    Caso seja preferível serem os nossos amigos russos, agradeço que os que dominam o inglês os alertem para o timing 20 Novembro.
    Bom trabalho.
    Cmpts,
    Maria Ferreira

    ResponderEliminar
  135. Olá a todos

    É um desepero não termos noticias da Xaninha, inclusivé a ultima vez que a familia Pinheiro falou com ela foi dia 25 de Outubro, já são muitos dias sem a familia falar com a Xaninha.

    Por favor digam ao menos alguma coisa. Eu espero que as autoridades competeentes portuguesas estejam a fazer o que prometeram. Mostrem estes videos....eu só choro....vejam como a menina era feliz e a tristeza e aflição quando a arrancaram dos pais afectivos. São imagens horrorosas, só mesmo quem não tem sentimentos, ou não tem filhos....
    Ando tão ansiosa, imagino a familia Pinheiro.

    Muita força e coragem, façam tudo por esta menina.

    Espero que os emails que se enviou deem algum resultado.

    Beijinhos Xaninha, estamos sempre contigo.
    Bem ajam a todos
    Isabel Bodiao

    ResponderEliminar
  136. Boa tarde,

    Em relação aos contactos com a Xaninha, informo que embora tenha havido nos últimos dias contactos telefónicos com a Natália (o ultimo foi hoje), ainda não houve possibilidade de falar directamente com a Alexandra! Embora neste ultimo, foi-lhes possível ouvir a Xaninha!!!

    ResponderEliminar
  137. Boa tarde!

    Soube no chat, por uma pessoa que assistiu ao programa da Júlia Pinheiro, na sexta-feira, que a D.Florinda terá dito que falou com a menina minutos antes do programa começar.

    Continuamos aqui pela Xaninha e por todos os que lutam por ela. Estou convicta de que nos encontramos na recta final, oxalá o desfecho seja o melhor para ela!

    ResponderEliminar
  138. Boa tarde a todos.

    Maria Ferreira desculpe a pergunta mas o timing a 20 de Novembro está confirmado?

    Também estou preocupada com a falta de contacto com a Xaninha.

    Nazaré

    ResponderEliminar
  139. Obrigada Miguel Macedo,
    Será qua a Natália não a deixa falar ou há outra razão?

    Sonia

    ResponderEliminar
  140. Boa tarde a todos os amigos da Xaninha!

    Iniciou-se mais uma semana de luta pela "nossa" menina.

    Maria Ferreira:
    Eu e outra colega de trabalho vamos trabalhar esta semana (mais para o final, porque a nossa actividade profissional está ao rubro) num texto a Inglês para ser enviado por mail para a Unicef Russa.
    Também nós pensamos que é muito importante fazer qualquer coisa junto de algumas entidades russas.

    Aos Administradores e restantes amigos/colaboradores:
    Há alguém que possa fazer uma busca de mais endereços de entidades Russas para as quais se possa enviar mails, nomeadamente, o do Presidente?

    Obrigada Miguel pela informação, embora esta não seja nada satisfatória (foi o que me pareceu, espero estar enganada).

    Um abraço a todos!

    Ana Carla Carvalho

    ResponderEliminar
  141. Infelizmente Carla, a grande maioria dos nossos políticos estão lá para seu próprio beneficio e querem lá saber do povo que os elegeu.
    Não se ouve as notícias? Só corruptos.
    Esperemos pelo menos que os bons que existam façam alguma coisa!
    Miguel, pelo que entendi a Natália não deixa que falem com a Xaninha é isso? Se assim for lamento imenso pelo casal Pinheiro e pela nossa querida Xaninha!

    ResponderEliminar
  142. Boa noite amigos da Xaninha

    Também tenho estado preocupada por ter visto algum afastamento nos contactos com a menina. Sempre com receio que a familia bio. corte essas relações que eu penso serem muito importantes para ajudarem ao equilíbrio psicológico da menina.

    Envio os meus votos de muita força para a família Pinheiro. Imagino como tem sido desgastante toda esta tragédia, cheia de esperança e ao mesmo tempo de incertezas.

    Espero de todo o coração que o bem vença sobre o mal, e que a felicidade dessa criança acabe por ser uma realidade.

    Os nossos agradecimentos vão muito para o povo russo que abraça esta causa.
    Pena que os nossos políticos só se manifestem em "coro" com partido! Depois admiram-se (ou não?) que a abstenção ganhe as eleições. Alguém pensaria por sua cabeça: o que vejo, gostaria que isso acontecesse a um filho meu? Se o meu coração me diz que não, então não serve para nenhuma outra criança. E simplesmente ligar esse pensamento à situação em que se encontra a Alexandra.

    Xaninha, um abraço com muita ternura.

    ResponderEliminar
  143. Boa noite a todos

    Nem sei o que dizer mas só quero que tudo acabe e a nossa menina não venha sofrer mais um dia que passa e o meu coração está triste a ver xaninha tão longe do mundo que era seu o amor da familia que a acolheu lhe deu tanto carinho deixaram de viver pra eles só para viver para a menina não é justo nem para os Pais de coração nem para a Xaninha ninguém mereçe uma barbaridade destas

    nunca eu tinha sofrido nem chorado tanto por alguém que não conheço como tem acontecido desde que levaram a menina

    Peço a deus que tudo se resolva e aos adultos para deixar o orgulho e a politica de lado e olhem para a Xaninha como uma criança que mereçe a sua felecidade

    Obrigado Familia Pinheiro por tudo que fizeram e estão a fazer pela alexandra são um exemplo para o Mundo obrigada

    para todos um grande abraço

    Cristina Mestre mais uma vez obrigada


    do Algarve Marianeves

    ResponderEliminar
  144. Estive a ler alguns artigos sobre a influencia do alcoolismo (familias com este grave problema)sobre as crianças e fiquei com a profunda convicção que a Xaninha se encontra em GRAVE RISCO NAQUELA FAMILIA.

    Os resultados de vários estudos mostraram que as crianças de famílias alcoólicas registam maiores níveis de depressão e ansiedade e exibem mais sintomas de stress generalizado (baixa auto-estima) do que as crianças de famílias não alcoólicas. Simultaneamente, os filhos de alcoólicos frequentemente expressam um sentimento de falta de controlo sobre o seu ambiente.

    Finalmente, crianças de pais alcoólicos costumam apresentar problemas comportamentais. Os estudos efectuados demonstram que estas crianças exibem problemas como mentir, roubar, lutar, não ir às aulas e problemas de comportamento na escola, e eles são muitas vezes diagnosticados como tendo desordens de conduta. Os professores avaliaram os filhos de alcoólicos como sendo significativamente mais activos e impulsivos do que os filhos de não alcoólicos. Os filhos de alcoólicos também parecem estar em maior risco para a deliquência e para o abandono escolar.


    O ambiente na casa de uma família alcoólica e a forma como os membros da família interactuam podem contribuir para o risco de problemas observados em filhos de alcoólicos.

    As famílias de alcoólicos têm baixos níveis de coesão familiar, expressividade, independência, e orientação intelectual e níveis elevados de conflito e um padrão de comunicação hostil.

    É URGENTE SALVAR A XANINHA

    Continuemos a pressionar o Primeiro Ministro e o Ministro dos Negócios Estrangeiros.

    ResponderEliminar
  145. Bom dia Xaninha querida

    Bom dia amigos

    Mais um dia por ti, pela tua felicidade!

    Não vamos desistir de ti, nunca!

    Que todos os caminhos se iluminem e todos os que te podem trazer de volta, se ilumimem para que a tua felicidade seja uma realidade.

    Ès uma criança que merece ser feliz!

    Não vamos desistir de ti, nunca!

    Amigos, continuemos unidos por esta causa, todo o nosso esforço e empenhado será recompensado!

    Um beijo

    Graça Lobato

    ResponderEliminar
  146. Bom dia a todos

    A falta de contactos com a Xaninha deixa-me bastante triste, mas devido aos últimos acontecimentos, penso que era previsível essa reacção por parte da Natália, se é que ela realmente se opõe aos contactos da menina com a familia Pinheiro.

    Espero que tudo se resolva a bem da felicidade da Xaninha, o mais rapidamente possível.

    Esta ansiedade desgasta-nos, mas não nos derruba!

    Continuarei aqui a prestar o meu apoio incondicional, para que a felicidade que fez parte da vivencia com a familia Pinheiro, lhe seja devolvida, esse é o meu objectivo nesta causa! A FELICIDADE DA XANINHA!

    Deixo aqui o link de uma noticia que estava ontem no Jornal de Noticias, sobre a opinião do embaixador da Russia em Portugal:

    http://jn.sapo.pt/PaginaInicial/Sociedade/Interior.aspx?content_id=1408369



    Xaninha Querida,

    Acredito com a força do meu coração, que ainda vais ser muito Feliz.
    Um beijinho muito grande e um abraço do tamanho do Mundo!


    Pela Alexandra e para a Alexandra, SEMPRE, SEMPRE, SEMPRE!

    Maria Eiriz

    ResponderEliminar
  147. Tirei do blog russo, não consigo perceber nada...

    http://www.rusnovosti.ru/popupplayer?type=release&id=57118&param1=29052

    ResponderEliminar
  148. Vão dar uma reportagem na SIC, no Domingo, a seguir ao telejornal, sobre a Alexandra!

    Um abraço

    ResponderEliminar
  149. Caro(a) Universalista
    Este link no blogue russo é de um programa de rádio dedicado ao caso da Alexandra.
    Nele participaram dois responsáveis russos, um dos quais Yuri Krupnov, presidente do Comité de Observação do Instituto de Demografia, Migração e Desenvolvimento Regional.
    Se puder, amanha traduzo alguns excertos da entrevista, uma vez que ela é um bom exemplo da posição de uma parte dos responsáveis russos. No blog russo, os comentários são na sua maioria de indignação face a esta posição.
    Cristina Mestre

    ResponderEliminar
  150. Olá Cristina Mestre,

    Obrigada mais uma vez pela sua ajuda!

    Um abraço

    PS- Sou (a) Cristina.

    ResponderEliminar
  151. Olá amigos da Xaninha,
    Já li a noticia do JN do Embaixador Russo em Portugal. Reduz o caso a um caso juridico! Meu Deus, como é possivel? Parece tudo doido? Ninguem tem coração? Onde estão os superiores interesses da criança que tanto se fala?
    OH Meu anjinho o que vai ser de ti? Deus te proteja. Não consigo falar nisto sem chorar, não consigo mais ver o filme da despedida aqui em baixo.
    Quando é que tudo isto irá terminar?
    Obrigada a todos os que nunca desistem!
    Sonia

    ResponderEliminar
  152. Boas,

    Sempre aqui pela nossa Princesa,mas só queria pedir aos nossos Admin do Blog,(os meus HEROIS),sem vos estar a cobrar nada pois sei que fazem tudo por esta causa,mas seria possivel postarem dia sim dia não uma pequena frase.

    Temos aqui amigos com frases muito bonitas,como as da Isma da Teresa e da a Marianeves que poderiam ser usados.(Espero que elas não levem a mal).É só uma ideia,pois assim não era preciso dedicarem tanto tempo.

    O nosso BLOG é muito visitado e assim todos os amigos podem ver que este caso está sempre presente.

    Como trabalho por turnos,acedo a horas muito diferentes ao BLOG,e temos ás vezes 50 visitantes on line.(Recentemente vi 90).

    Não me levem a mal pois só tenho palavras de agradecimento por tudo o que se está a fazer,pois sem voçês nada disto era possível.

    O meu muito obrigado.

    A todos muito obrigado por lutarem pela XANINHA

    ResponderEliminar
  153. http://www.myspace.com/barackobama

    aí vai osite de que falei

    não custa nada tentar...

    ResponderEliminar
  154. afinal omeu ultio comentário não entrou.

    dizia eu que se um leão não esquece os seus pais" adoptivos" depois de um ano na selva...como poderia a Xaninha esquecer a sua "familia de coração"após alguns meses????(como ouvi dizer a uma autoridade Russa)
    deviamos aprender...eaprender que amor não tem limites...ora vejam:

    http://www.youtube.com/watch?v=zVNTdWbVBgc

    deviamos enviar a todas as autoridades...russas e mundiais...

    alguém se lembrou de que Obama como Nobel da Paz e pessoa sensivelpode ser uma ajuda???

    Abraços para todos

    Maria Polar

    ResponderEliminar
  155. Em relação à entrevista do Sr. embaixador da Rússia em Portugal, Pavel Fiodorovitch Petrovskiy, coloco aqui o comentário que deixei no Jornal Publico:

    Quem foi que assumiu perante um órgão de soberania português, na qualidade de representante oficial da federação russa, que a família biológica tinha todas as condições (monetárias e não só) para receber a Alexandra?
    Quem assumiu também no mesmo contexto que as autoridades Russas tudo fariam para ajudar na felicidade da miúda?
    Quem disse à família Pinheiro que daria todo apoio para manter um bom relacionamento com a Alexandra, mas passada uma semana recusou o visto aos mesmos?

    Simplesmente, peço que adivinhem!!!!

    ResponderEliminar
  156. Boa tarde a todos!

    Obrigada Cristina Mestre, mais uma vez, pela preciosa ajuda.
    Aguardo então por essa tradução, mas desde já com muita angústia e desilusão, pois as suas palavras são sinal de que dificilmente os responsáveis Russos estarão disponíveis para fazer regressar a Xaninha a Portugal.

    Aliás, o comentário do embaixador Russo retrata isso mesmo.
    Enfim...muito trabalho temos ainda a fazer amigos.
    Infelizmente, estamos muito longe (parece-me a mim) de vermos a nossa menina de regresso a casa.
    E para piorar as coisas, a família Pinheiro não consegue contactar directamente a Xaninha....

    Mas bom,não podemos desanimar e continuamos aqui de Pedra e Cal!

    Aos Administradores e a todos os amigos da Xaninha, faço um apelo:
    Vamos continuar a enviar mails para entidades russas.

    Mais uma vez peço, a quem tiver disponibilidade, para colocar aqui mais alguns endereços electrónicos.
    Não sei se a Cristina Mestre nos pode ajudar...
    Obrigada a todos!

    Pela Xaninha SEMPRE!!!

    Ana Carla Carvalho

    ResponderEliminar
  157. Universalista (Cristina):

    Obrigada pela informação sobre a reportagem da SIC.

    Ana Carla Carvalho

    ResponderEliminar
  158. Miguel,

    Subscrevo em absoluto o teu comentário!
    Para quem não leu, na altura, deixo os links para os comunicados da Embaixada da Federação Russa em Portugal para que, quase 6 meses depois, possamos analisar a "verdade" de tudo isto:

    http://www.portugal.mid.ru/port/news_25.html

    http://www.portugal.mid.ru/port/news_27.html

    E agora, Senhor Embaixador? Onde está esta "verdade"???

    Um abraço a todos os que continuam com a Alexandra no coração!

    Teresa

    ResponderEliminar
  159. Boa tarde a todos!

    Miguel, temos bem presente na nossa memoria essas promessas e sabemos quem as fez!
    Infelizmente, o resultado, está à vista de todos!
    Deixo aqui, o comentario que acabei de fazer no Publico.

    Senhor Embaixador,
    Peço-lhe ,que dê ao mundo, uma lição de umildade, corrigindo o erro que os Srs ajudaram a justiça portuguesa a cometer.
    Não se trata de uma questão de cidadania, trata-se de uma criança que está em grande sofrimento.
    Ajude esta criança, colabore para que a Alexandra volte para junto de quem tudo fez e fará pela sua feliciadade.
    Ajude a Alexandra a voltar para Portugal.

    Unidos pela Xaninha, SEMPRE!

    Ana_Palmela

    ResponderEliminar
  160. Olá Ana Carla,

    O meu nome é Natália, esqueci-me da vírgula no comentário para a Crsitina Mestre!

    Um beijinho para si

    Teresa,

    Li os links, a hipocrisia e a mentira foram de tal ordem que chega a doer tanta falta de sensibilidade.

    Novas condições, que condições??? Miseráveis, só pode!!! Não fosse o povo russo apoiar esta causa e ter dó da menina não sei o destino que ela teria com o "apoio" desse "senhor"!

    Tanta frieza (que pelo que leio, mantém-se!)causa alguma apreensão...

    Obrigada,

    Um abraço

    ResponderEliminar
  161. ESTE FOI O E-MAIL QUE JÁ ENVIEI AO SR EMBAIXADOR

    Exª
    Help dear litle Alexandra,please!


    Not even a lion forgot it's adoptive parents after a year in the jungle....how can litle Alexandra forget her heat family and happy days that she spend whith them????
    Love has no frontiers,no races,no religions,no species....

    http://www.youtube.com/watch?v=HjWtRYaxmWM


    don't let this world became a jungle...lets bring our human side and love to all nations


    please help Alexandra to be happy

    thank you so much

    Maria Polar

    ResponderEliminar
  162. Obrigada Ana Palmela.

    Subscrevo inteiramente as tuas palavras!

    Graça Lobato

    ResponderEliminar
  163. Olá boa tarde Amigos!

    Perante todas estas incongruências, cabe-nos a nós, cidadãos comuns e interessados no bem estar da Xaninha, continuarmos com a nossa REVOLTA(educadamente claro)!

    http://www.portugal.mid.ru/port/news_25.html
    http://www.portugal.mid.ru/port/news_27.html

    Vamos endereçar estes links para todos os contactos que o amigo Miguel postou em cima e mostrar o nosso desagrado pela situação actual da Xaninha, quando em Portugal tem uma FAMÍLIA que espera por ela!

    É impossível que a menina em 6 meses tenha esquecido a família que a criou até aos 6 anos!

    Todas as Instituições envolvidas neste processo falharam!
    Desde o nascimento da Xaninha até aos dias de hoje todos falharam!! Segurança social Portuguesa, Tribunal de Guimarães, Embaixador da Rússia em Portugal não cumpriu cá nem lá... e quem tem sofrido e continua a sofrer é a Xaninha!!

    Vamos mostrar a nossa revolta!

    Pela Xaninha!

    Paula de Coimbra

    ResponderEliminar
  164. Muita coisa muito triste acontece e nem ficamos a saber... Imaginem se ampliarmos esta hipótese (muito provável)ao globo inteiro! Dá até uma sensação de vazio e incompreensão acerca da "natureza humana".

    O que aconteceu à Xaninha e que todos nós assistimos, foi uma das coisas mais tristes que eu já vi na minha vida.


    Chega de incompetência disfarçada de importância!!!


    Continuamos na luta.

    Abços

    ResponderEliminar
  165. É verdade, Carla, quantas crianças, espalhadas por este mundo, a sofrer as mesmas injustiças que a pequenina Alexandra. Só de pensar me sinto angustiada, são sofredores silenciosos e silenciados (ninguém as ouve)! Se os governantes deste mundo parassem para apostar fortemente na sua protecção e educação (saudável, livre de competições) para os tornarem adultos saudáveis fisica e psicológicamente, solidários, responsáveis, estariam a apostar num mundo melhor...por agora o que conta são os euros e o dólar e a crise, pode ser que um dia tudo mude!

    ResponderEliminar
  166. Os laços e os nós - grande reportagem sic

    Em Portugal centenas de crianças e jovens são retiradas aos pais por abandono ou negligência e colocadas em instituições geridas pela Segurança Social.
    Algumas constam da lista nacional de adopção, mas recusam terminantemente a ideia de serem entregues a uma nova família.

    ResponderEliminar
  167. continuação:
    Tudo porque ainda mantêm alguma ligação com os pais biológicos. Apesar de serem laços muito ténues, uma visita ou um telefonema por ano, são suficientemente fortes para fazerem destas crianças verdadeiras reféns de quem as abandonou.

    Para nos fazer pensar mais um pouco... Pela Alexandra.

    ResponderEliminar
  168. http://www.facebook.com/pages/GRANDE-REPORTAGEM-SIC/108154918250?ref=mf

    OPINEM NO FACEBOOK DA GRANDE REPORTAGEM SOBRE A ALEXANDRA!!!!

    ResponderEliminar
  169. Boa noite a todos!

    Estive a fazer uma pesquisa na net e vi estes endereços:

    -Para enviar carta ou mail ao Presidente da Rússia:

    http://eng.kremlin.ru/articles/send_letter_Eng1a.shtml

    http://eng.kremlin.ru/

    -Para enviar mail para uma organização Russa que apoia a Alexandra:
    www.girus.ru

    Esta organização chegou a fazer uma petição que foi enviada ao Comissário para os Dt. da Criança na Russia.

    Era muito bom que se enviásse mails para lá. Se puderem, visitem estes links e deixem o vosso apelo.
    Posso contar com voçes?

    Tentei encontrar os contactos desse Comissário e do Procurador-Geral - Iuri Tchaika - mas não consegui.
    Alguém pode ajudar?

    Juntos... Pela Xaninha, SEMPRE!!!

    Estou convencida de que no próximo Domingo, a SIC terá o País sintonizado no seu canal. Terão audiências como nunca tiveram...

    Uma boa noite para todos!
    Continuação de bom trabalho!

    Ana Carla Carvalho

    ResponderEliminar
  170. Amigos,

    Vocês são sensacionais! Sempre pesquisando e fazendo com que a nossa opinião e união circulem ainda mais.

    José, obrigada pela dica!
    Ana, claro que pode contar!

    Abços

    ResponderEliminar
  171. Uma questão simplesmente jurídica ... ???

    " O embaixador da Rússia em Portugal, Pavel Fiodorovitch Petrovskiy, considerou hoje, segunda-feira, que a questão da menina russa retirada de uma família portuguesa é "simplesmente jurídica".

    "Quando ela estava em Portugal, um juiz tomou a decisão de a devolver à mãe biológica. Lá, com certeza, que tudo também vai ser resolvido na base jurídica", afirmou Pavel Fiodorovitch Petrovskiy, que foi orador convidado numa conferência no Palácio da Bolsa do Porto sobre a situação político-económica do seu país e a evolução das relações bilaterais Rússia-Portugal. "

    É caso para dizer: o acima transcrito, não será uma mera opinião, simplesmente burocrática, dum funcionário de estado?

    Uma questão simplesmente jurídica, o tanas !

    É uma questão HUMANITÁRIA, com um fortíssima CARGA DRAMÁTICA.

    ResponderEliminar
  172. Bom dia a todos,

    Só para informar que hoje o pai da Xaninha vai à Companhia das Manhãs na SIC!
    Um abraço e um beijinho à Xaninha.
    Sónia

    ResponderEliminar
  173. Amigos,

    preocupa-me esta ausencia de contactos com a Xaninha... haverá algum motivo?

    Vou enviar mais mails para os endereços sugeridos... " agua mole em pedra dura tanto bate que até que fura"

    já deixei uma questão que gostava de ver esclarecida: as petições para que serviram? Ainda podem ser utilizadas?

    Xaninha meu anjo a esperança mantem-se vais voltar DEUS É GRANDE!!!

    Familia Pinheiro, força!!!

    Paula ODV

    ResponderEliminar
  174. Obrigada Ana Carla Carvalho

    Pode continuar comigo, com todo o meu apoio.

    Enviarei e-mails para os endereços indicados e todos aqueles que julgarmos importantes.

    Pelo nossa Xaninha, não vamos desistir, nunca!

    Obrigada a todos por continuarmos unidos!

    A nossa menina merece todos o nosso esforço e dedicação.

    Um beijo Xaninha do tamanho do mundo!

    Graça Lobato

    ResponderEliminar
  175. Bom dia

    Mais um dia pela Xaninha

    Para ti minha querida muitos beijinhos

    ResponderEliminar
  176. Obrigada, pela informação, Sónia.

    Xaninha, querida, parece que nunca mais se faz justiça contigo. De facto, está muito demorado. Mas, não é por falta de esforços, é por causa daqueles que decidem por ti e não te ouvem. Há muitas pessoas a lutar por ti, nós estamos aqui e tudo faremos para te ajudar.

    Um beijinho querida

    ResponderEliminar
  177. Obrigado José pela informação, já "opinei" e convidei Amigos.

    Obrigada Ana, vou enviar emails para os novos contactos colocados.

    Amigos cá continuamos a Lutar pela Xaninha.

    Bem Haja a Todos.

    Olga Coimbra (NINA)

    ResponderEliminar
  178. Sobre a actual posição das autoridades russas (ou de algumas delas):

    Nos últimos dias, a rádio RCN (Russkaya Slujba Novostei) emitiu dois programas sobre o caso Alexandra. As opiniões dos convidados, muitos dos quais são responsáveis do Estado, foram bastante divergentes e algumas até altamente polémicas.
    Como não é possível traduzir todas as intervenções, traduzi excertos das que julgo mais significativas.
    Há ainda que fazer um aparte. Como sabemos, já está formada a comissão do provedor para os Direitos Humanos da Rússia que se deslocará a Prechistoe para avaliar a situação e tomar uma decisão. Não sabemos a composição total dessa comissão mas deverá provavelmente integrar igualmente figuras conhecidas da Câmara Social (a Câmara Social é um órgão consultivo, integrado pelas pessoas mais conceituadas no país nas diversas áreas económicas, sociais e culturais, uma espécie de Parlamento informal).
    O que se passa é que nesta comissão haverá dois tipos de sensibilidades (representadas nas opiniões que abaixo transcrevo) : um “patriótico”, que defende que a Alexandra, sendo cidadã russa, deve obrigatoriamente permanecer na Rússia, seja com algum familiar, seja adoptada por outra família. As pessoas que defendem esta opinião não reconhecem qualquer direito, mesmo moral, à família Pinheiro, sentem-se irritadas pelas notícias publicadas na comunicação social portuguesa, considerando que elas afectam a imagem e o prestígio da Rússia em geral. Criticam os jornalistas russos que escrevem sobre o assunto, achando que estes não têm o direito de relatar os problemas da família russa. Esta posição é parcialmente defendida por Yuri Kudriavtsev, presidente da Comissão para Assuntos dos Menores de Pervomaisk, que tutela a família Zarubin.
    O outro tipo de sensibilidade, mais “tolerante”, reconhece os problemas de alcoolismo da família biológica, bem como a situação pouco satisfatória dos orfanatos russos, acha que a menina deveria ser retirada à mãe e não se oporia a que ela fosse entregue à família portuguesa, considerando que a Alexandra em Portugal teria melhores condições de vida. Esta posição é partilhada pela maioria dos jornalistas dos órgãos de comunicação social russos e pela maioria da população que utiliza Internet, conforme um inquérito publicados há uns meses num jornal russo.
    Resta-nos aguardar para saber qual das duas sensibilidades ganhará na comissão, mas eu tenho um pressentimento que será a primeira.
    (Continua)

    ResponderEliminar
  179. Como exemplo do primeiro tipo de opinião: Yuri Krupnov, presidente do Comité de Observação (Conselho de Curadores) do Instituto de Demografia, Migração e Desenvolvimento Regional :
    “O que fazer com a Sacha Zarubina? Na minha opinião, aqui não pode haver duas variantes: Obviamente, as crianças russas devem viver na Rússia! Isto não tem a ver com patriotismo. Está em causa o destino de uma menina e da sua família, isto não é um problema de patriotismo ou de falta dele. Eu diria que isto já começa a parecer mais um Big Brother, um reality show, que nos afasta dos problemas.
    Eu não entendo o objecto desta discussão – a criança deverá ficar na Rússia e ponto final.
    (…)
    Eu não quero entrar em debates sobre quem acusa quem. Mas considero inadmissível que a NTV tenha difundido e repetido as imagens da palmada no rabo e que o jornal Komsomolsakaya Pravda tenha publicado diversos artigos, na minha opinião vergonhosos, artigos que envergonham a mãe e causam danos à criança. Você testou a Natália Zarubina /quanto ao alcoolismo/? Como poderemos nós acusá-la? Ninguém a acusa, à excepção de dois meios de comunicação irresponsáveis , que eu próprio encerraria, simplesmente encerrava a NTV e a Komsomolsakaya Pravda.
    Os mais diversos jornalistas cercam a vila de Prechistoe, que tem um nome fantástico, e a avó deixa-os entrar a todos! Agora vejam, o que acontece: a NTV faz lá gravações durante cinco horas, uma TV portuguesa filma durante 5 horas, eu tenho um carácter, francamente ia-lhes à cara, àqueles que não entendem as fronteiras elementares da vida privada.
    Sim, em Portugal foi lançada uma campanha , mas por que é que no mínimo dois dos nossos meios de comunicação social participam nesta campanha?! (…)
    Eu considero que é necessário declarar uma situação de emergência, porque esta situação de exportação e comércio de crianças – sob que capa não aconteça – não é um problema de “estrangeiros maus” mas uma demonstração da nossa selvajaria! Nós estamos a extinguir-nos e nós próprios comerciamos as nossas crianças, cada um onde pode”.
    Fonte: http://www.kroupnov.ru pubs/2009/10/30/10661/

    ResponderEliminar
  180. Bom dia!

    Cristina, mais uma vez, obrigada pela gentileza da sua tradução.
    Quanto à entrevista, nem vou comentar! As declarações deste Senhor serão no mínimo insanas, para não lhes chamar outra coisa!
    PELA XANINHA, SEMPRE!

    Teresa

    ResponderEliminar
  181. Obrigada Cristina Mestre.

    Deus permita que o seu pressentimento não se concretize, mas a ser como a Cristina, que conhece tão bem a realidade russa, sente vir a acontecer que a menina seja logo adoptada por uma boa família russa (sem ter que passar por orfanatos!

    Muito obrigada.

    ResponderEliminar
  182. Boas,

    Obrigada Cristina Mestre.

    A todos muito obrigado por lutarem pela XANINHA

    ResponderEliminar
  183. Obrigada, Cristina.

    Esse senhor revela uma enorme falta de sensibilidade, para não dizer outra coisa. Esta é uma questão humanitária e não patriótica. Espero que prevaleça a primeira! A Xaninha não é um objecto e não pode ser crucificada ao serviço de uma nação.

    Que Deus te ajude, princesa!

    ResponderEliminar
  184. Bom dia
    Obrigada Cristina.
    Se souberem noticias sobre o programa da SIC, por favor, digam, porque eu estou no trabalho.
    Xaninha pela tua felicidade continuamos aqui de Pedra e Cal.
    Beijinhos
    Isabel Bodiao

    ResponderEliminar
  185. Cristina,

    como acha q devemos de agir. insistir com mails de pedido ou isso ainda os irrita mais... que podemos fazer... que pressão está ao nosso alcance exercer?
    será que a Russia não respeitará a opinião pública... quer exercer a sua força?
    Só um milagre? A conversão da Russia...

    Paula ODV

    ResponderEliminar
  186. algeum tem videos do programa russa que passou ontem no ORT "PUST GOVORYAT"ouvi dizer que Ntasha ontem no TV bateu seu vizinho.por favor se algeum tem estes videos,deixam aqui link.era programa muito polemica e tambem tem imagens da Alexandra com cadela.

    ResponderEliminar
  187. Olesya

    encontrei este link mas só localizei comentários antigos, nada de ontem

    http://www.google.pt/search?hl=pt-PT&q=ORT+%22PUST+GOVORYAT&start=0&sa=N


    abraços

    ResponderEliminar
  188. NOTICIAS SOBRE O PROGRAMA DE HOJE NA SIC - COMPANHIA DAS MANHÃS - VIDEO DE 20.48 MINUTOS INTITULADO, GEORGY TSIKLAURI PAI DA PEQUENA ALEXANDRA,

    http://sic.sapo.pt/online/video/programas/companhia-das-manhas/2009/11/gueorgi-tsiklauri-pai-da-pequena-alexandra04-11-2009-13212.htm

    ResponderEliminar