quarta-feira, 4 de novembro de 2009

"Simplesmente Jurídica" será?

Bom dia a todos,

Como sabem nos últimos dias tem-se verificado que o “assunto” Alexandra, está de novo em cima da mesa. E por algumas declarações feitas nos órgão de comunicação social, está (pelo menos parece) ao nível governamental.

Pois, no nosso ver esta poderá ser a saída mais desejável para este caso, convergir para uma solução diplomática, pois como nós sabemos, este caso não é uma “simples” disputa de direitos entre duas famílias, vai muito mais longe.

Assim sendo parece-me pertinente que continuemos a “lembrar” a nossa diplomacia que urge intervir no caso. Isto poderá ser feito através de solicitações directas em nome pessoal (mail’s, cartas, etc), ou através de solicitações indirectas, contactando instituições e organizações (algumas delas já comunicaram em publico a sua intenção em ajudar) para por sua vez estas “implicarem” a intervenção diplomática.

No entanto, e depois de ler as declarações do embaixador da Rússia em Portugal, Pavel Fiodorovitch Petrovskiy, feitas ontem 3 de Novembro, parece-me pertinente lembrar alguns factos!!

Em 20 de Maio, num comunicado feito através do site da embaixada Russa em Portugal, entre outras coisas foi dito o seguinte:

“Gostaríamos de sublinhar que a Natália Zarubina nunca entregava a sua criança para ser adoptada e nunca se recusou da sua filha. As circunstancias tomaram uma forma de que em 2004 a Natália Zarubina ficou completamente sozinha com a criança de 17 meses ao colo – sem marido, sem dinheiro e sem emprego. Naquela altura difícil e cheia de sofrimento, a família portuguesa sugeriu à Natália a sua ajuda – nomeadamente tomar conta da pequenina Alexandra enquanto a mãe estava a trabalhar. Todo o seu tempo livre de trabalho a Natália passava com a sua filha.”
http://www.portugal.mid.ru/port/news_25.html

No entanto, no acórdão da relação de Guimarães nos factos provados consta:

b) A progenitora nunca teve residência fixa em Portugal, vivendo ora em casa de conhecidos, normalmente também emigrantes, ora em quartos arrendados e a maior parte das vezes sem quaisquer condições mínimas de higiene e salubridade.
d) Nunca exerceu qualquer actividade profissional, com carácter de regularidade.
q) Também nunca contribuiu para o sustento da menor, nem tal lhe foi exigido pela Maria F.
w) Os progenitores residiam em Portugal há cerca de cinco anos, mas nunca tinham procurado regularizar a sua situação, nem a da menor.
ac) Desde então a progenitora não procurou arranjar trabalho e tem mudado frequentemente de residência, tendo inclusive estado a residir cerca de 15 dias na residência da família que acolheu a menor.
ad) Maria F. e marido ofereceram-lhe uma ocupação, o que a progenitora rejeitou

http://www.dgsi.pt/jtrg.nsf/c3fb530030ea1c61802568d9005cd5bb/3f15b684ad7384368025744a004f8834?

Também no mesmo comunicado é dito:

"Temos de frisar que as suposições que foram divulgadas pelos alguns meios da comunicação social que dizem respeito aos alegados “vícios” da Natália Zarubina, não correspondem à verdade. As perícias médicas constataram que a Natália Zarubina não tem nenhuma toxicodependência."
http://www.portugal.mid.ru/port/news_25.html

Bem, neste caso são as próprias autoridades russas que tem vindo a afirmar que a Natália tem uma dependência clara de álcool!!


Pois bem, e tendo em conta que o Sr . embaixador disse nas suas declarações que a questão é "simplesmente jurídica", então analisemos mais alguns factos provados transcritos no acórdão de Guimarães:

an) Recentemente a progenitora, encontrando-se alcoolizada, foi encontrada em cima de um autocarro, tendo sido necessário solicitar a presença da PSP e o auxílio dos bombeiros e após ter sido retirada daquele local e se mostrar agressiva foi conduzida à Unidade de Psiquiatria do Hospital de S. Marcos, tendo sido transferida para a Casa de Saúde, na qual ficou internada, mas não aceitou manter o internamento e saiu contra parecer médico na manhã seguinte.
ao) Actualmente, a menor encontra-se bem de saúde e com desenvolvimento normal para a sua idade, mas vem necessitando de acompanhamento psicoterapêutico.
ap) A menor mantém um relacionamento afectivo forte com o casal que o acolheu, o quem chama “mãe” e “pai’.
aq) A menor mantém também um vínculo afectivo com os progenitores e reconhece-os como tal.
ar) A menor sabe que tem uma família na Rússia, mas não fala e não entende a língua russa, comunicando com os progenitores em português.
as) A menor tem a nacionalidade ucraniana e russa, esta obtida apenas em Junho de 2007, com autorização do progenitor e após ter sido proferida decisão provisória neste processo.
at) Quando questionada, a menor verbaliza que não quer ir com a mãe para a Rússia, o que a progenitora desvaloriza.
au) Em virtude das constantes mudanças de residência da progenitora e de esta continuar a não proporcionar um ambiente saudável para a realização das visitas, entrando constantemente em conflito com a família de acolhimento, e por indicação do psicóloga que vem acompanhando a menor, foi determinado que as visitas da mãe ocorressem quinzenalmente e de forma supervisionada.
av) Antes das visitas serem supervisionados o menor deixava transparecer sentimentos negativos relativamente à mãe, mostrando receio da mesma e relatava episódios de agressividade física e verbal da mãe para consigo.
aw) O relacionamento com a mãe e a imagem que tem da progenitora melhoraram significativamente após a realização dessas visitas supervisionadas.
ax) A menor tem uma boa imagem do pai, de quem gosta e tem saudades, apesar deste se encontrar ausente por longos períodos.
ay) A menor está consciente da problemática que a envolve e vem acusando a pressão a que se encontra sujeita, mostrando-se dividida entre a mãe e a família que a acolhe.
az) Contudo, a sua figura de referência e de suporte emocional é Maria F.
ba) Esta não trabalha, ocupando-se dos trabalhos domésticos e da menor.
bb) A menor frequenta um jardim de infância, no qual se encontra bem integrada.
bc) Maria F. e marido encontram-se bem inseridos social e profissionalmente e gozam de boas condições materiais para cuidar da menor.
bd) Têm-se mostrado cuidadosos e preocupados com o desenvolvimento educacional da menor, embora nem sempre tenham conseguido assegurar um relacionamento saudável entre a progenitora e a menor.
be) Pretendem e continuam disponíveis para cuidar da menor e assegurar o seu bem estar, bem como a colaborar com a progenitora nesse sentido.

http://www.dgsi.pt/jtrg.nsf/c3fb530030ea1c61802568d9005cd5bb/3f15b684ad7384368025744a004f8834?

No nosso ponto de vista, e descordando naturalmente com as declarações prestadas, este assunto é agora de carácter Humanitário e Diplomático.


Bem hajam.

116 comentários:

  1. Boa tarde

    Obrigada Miguel.
    Isto é um caso complicado, e esta menina anda nas maos dos lobos, sem sentimentos, sem lutar pelo em estar da menina, só pensam na parte patriota...é o cumulo.
    Também fico preocupada por ver que o casal Pinheiro há 10 dias que não tem contactos com a menina, o que se passa? Por favor Miguel diga alguma coisa.

    Beijinhos para a Xaninha.
    Bem ajam ao Miguel e restantes adm, e familia Pinheiro muita coragem.

    Isabel Bodiao

    ResponderEliminar
  2. EU NEM COMENTO AS DECLARAÇÕES DO SR EMBAIXADOR...!!!!

    ja lhe enviei um mail humilde pedido de humanidade..

    amigos

    força e coragem
    a união faz a força e o amor não tem limites...

    ResponderEliminar
  3. Obrigada Miguel!

    Acredito que os valores do AMOR, AFECTIVOS, SENTIMENTAIS que darão a felicidade a esta menina vão ser tidos em conta.

    Para isso teremos que continuar a demonstrar o nosso apoio, e solicitrar às instituições que nos poderão ajudar o seu contributo.

    Também o envio de e-mails continuo será importante.

    Para quem pensa que esta é apenas uma questão jurícica, não é, não!

    As crianças não são objectos, para que a sua vida seja decidida por um simples decisão jurídica.

    Têm sentimentos, vontades, direitos que é importante respreitar e respeitá-las enquanto crianças que já sabem o que querem.

    O que pretende é unicamente que se respeite a vontade desta criança, em querer viver com quem ela ama, os pais afectivos, e torná-la uma criança feliz!

    È este o desejo de qualquer adulto!

    Por ti, Xaninha não vamos desistir, nunca!

    Graça Lobato

    ResponderEliminar
  4. Olá a todos.

    Obrigado Miguel Macedo pelo post acima colocado.
    Mais uma vez elaborado de forma esclarecedora de todo este drama que envolve a Xaninha!

    Não, não se trata de uma decisão júridica!
    A retirada da Xaninha à familia que lhe deu o suporte emocional e a ajudou a ser a menina que é hoje, isso sim foi uma decisão júridica ERRADA!

    Agora trata-se de uma decisão de cariz humanitário, ajudar esta menina a voltar a ter a estabilidade social e emocional que tinha antes da decisão ERRADA do Juiz Portugues, baseada em afirmações ERRADAS das entidades Russas.
    Como fiz questão de escrever no comentário que fiz ontem no jornal público, trata-se de mea-culpa russo-portuguesa.

    Agora cabe a ambas as partes da diplomacia portuguesa e russa terem atenção a esta causa de uma forma humana, deixando de lado certos orgulhos patrioticos e devolverem a esta criança as condições de dignidade, quer afectiva quer fisica , que lhe foram "roubadas" abruptamente!

    Xaninha querida,

    Para ti um grande beijinho e a esperança de um dia te voltar a ver FELIZ!




    Deixo aqui o link da entrevista do pai biológico, hoje no programa da sic, companhia das manhas:

    http://sic.sapo.pt/online/video/programas/companhia-das-manhas/2009/11gueorgi-tsiklauri-pai-da-pequena-alexandra04-11-2009-13212.htm

    Pela Alexandra e para a Alexandra, SEMPRE, SEMPRE, SEMPRE

    Maria Eiriz

    ResponderEliminar
  5. Boa tarde

    Concordo com a Maria Eiriz. Faço minhas as suas palavras Maria, espero que não fique chateada comigo. Mas concordo consigo.
    Obrigada, mas eu já vi o video da entrevista.
    PELA XANINHA SEMPRE
    Beijinhos
    Isabel Bodiao

    ResponderEliminar
  6. OlÁ a todos,

    Já vi na net a entrevista do pai da Alexandra.
    Ele nunca admte que a mãe é alcoólica e por aí já se vê que não se preocupa grande coisa com a menina.
    Como é que ele pode achar que a Natalia é boa mãe?
    Só nos resta acreditar no bom senso das entidades Russas, por que destes pais não se pode esperar nada de bom.
    Um beijinho Xaninha
    SÓNIA

    ResponderEliminar
  7. Ja vi a entrevista do pai da Alexandra, se esse sr. se pode chamar pai, ele e um perfeito anormal nao sabe nada de sentimentos ainda pondo a hipotese de a levar para a ucrania,coitada da menina.

    ResponderEliminar
  8. desculpem mas o pai não é solução...

    paula odv

    ResponderEliminar
  9. Pessoas como estas não merecem ser pais!!!
    Onde já se viu??? Levar uma facada no Natal já com os copos é uma coisa que pode acontecer com qualquer um...
    Como pode alguém achar isto normal, natural??? Como pode achar ele que esta mulher é uma boa mãe??? Se ela desatar à facada à filha com os copos...será normal??
    Como e em que condições pode ser este homem um PAI??? E se ela tivesse acertado essa facada no coração? Também teria sido normal?? Às vezes tenho pena...

    Este homem tem de rever o seu conceito de "normal"... Lá por ser muito falado ou frequente acontecer situações trágicas, nada faz delas uma coisa normal!
    Normal, normal... seria ele ter dado dois (ou mais) tabefes na Natália de cada vez que bebia e largava a menina em sitios menos próprios, pegar na criança e educá-la com amor, carinho, ternura, condições mínimas de higiene...Mas não...isto para este homem é que deve ser anormal!
    Há com cada anormalidade!!! Meu DEUS...que tal esterelizar homens e mulheres deste género...os tais normais?! (Esta pergunta;) é espiritual).

    Muito mal vai o mundo...

    ResponderEliminar
  10. Grandes (Miguel e restantes administradores) e seguidores esforçados,
    Alexandra teve azar na mãe e pai biológicos que tem, mas ainda assim tem muita sorte nos pais afectivos e nos seus amigos que mediante este Blogue decidiram não se conformar com o papel de observadores.
    Penso que deveremos voltar a insisitir junto de todas as autoridades e os nossos amigos russos do blogue de apoio a Alexandra poderão ser determinantes para sensibilizar o poder russo.
    Talvez seja boa ideia voltar a colocar neste post todos os e-mails ou então no menu da direita.
    Seria mais um erro, tratar Alexandra de forma exclusivamente jurídica - Tranzitaria para onde? Que tipo de mercadoria é?
    Cmpts,
    Maria Ferreira

    ResponderEliminar
  11. Boa tarde a todos!

    Cristina Mestre:
    Obrigada, mais uma vez pela tradução (post anterior).
    Desejo intensamente que a sua previsão esteja errada, mas infelizmente, também me parece que caminhamos nesse sentido.
    Nem quero pensar nisso....
    Vamos continuar a trabalhar e acreditar que vamos conseguir!!!!

    Maria Eiriz:
    Obrigada pelo link.

    Miguel:
    Já sabe que vamos continuar a trabalhar, enviando mails e cartas.

    Parar é que nunca!!!

    Pela Xaninha, Sempre!!!!

    Um abraço a todos
    Ana Carla Carvalho

    ResponderEliminar
  12. Caros,

    Como conseguiríamos o email do Sr. Nicolai Svanidzé??

    Lembram-se das suas declarações? Ele, pelas suas declarações, mostrou-se sensível e humano.

    Cristina Mestre, você teria hipóteses de conseguir isto? Será que vale a pena? Ele trabalha no ghoverno e é muito respeitado não?


    Abços

    ResponderEliminar
  13. A entrevista ao pai biológico devia ser enviada para o embaixador russo com as seguintes questões:
    - Todas as atitudes da Natália aqui referenciadas, para si também são normais???

    - As respostas, que este homem dá, também acha normais???

    - Se sim, não deve concerteza saber o que são afectos!!!

    Ouvi algures que ele é engº mecânico (???) acho que não deve ter sequer habilitações, deve ser uma pessoa muito frustada para dar respostas que a meu ver carregam muito desprezo pela vida, pelos afectos, pela cidadania...enfim, não sei como qualificá-lo!

    ResponderEliminar
  14. Isabel Bodião,

    Fique à vontade para usar as minhas palavras, é aquilo que me vai na alma!

    Quanto ao pai biológico,,,, não tenho grande segurança nele!

    Pobre criança,,, que mentalidade a destes pais biológicos!

    Pela Xaninha SEMPRE, lutemos para devolver a estabilidade que esta menina tinha no seio dos seus pais de afecto, esses sim uns PAIS NORMAIS! Amigos e interessados no be-estar desta menina!

    Maria Eiriz!

    ResponderEliminar
  15. Cara Universalista,

    É demais mesmo.

    Mas repare que qualificações pouco dizem... É só ver o que o tão qualificável embaixador pensa, sente e diz.

    Sem comentários.


    Abços

    ResponderEliminar
  16. Isto e revoltante, será que esta criança não tem direito a ser criança a ser feliz, é urgente salvar esta menina desta situação.Força Xaninha

    ResponderEliminar
  17. Alguem sabe a razão de não haver um contacto com a Xaninha e a familia Pinheiro a mais de 10 dias?

    ResponderEliminar
  18. Tambem gostava de saber porque não ha contactos com a Xaninha e a familia Pinheiro?

    ResponderEliminar
  19. Tb gostava de participar na chat, mas só consigo ver o que os outros escrevem, tudo o que escrevo não é submetido, alguem me pode dar umas dicas?

    ResponderEliminar
  20. Boa tarde!

    Por mais que leia continuo sem palavras, para tal injustiça.

    Pobre desta menina, gostava do fundo do coração que todos os diplomatas que serão abordados com esta situação pensassem como se de um filho se trata-se. E dessem um fututo feliz a nossa Princesa.

    Força para todos os que lutam por esta causa.

    Um beijo do tamanho do mundo para ti minha PRINCESA.

    ResponderEliminar
  21. Boa tarde

    Gostava que todos aqueles que podem decidir pudessem entender o quanto uma criança de seis anos pensa, sente, quando se vê numa numa situações destas.

    Será que não conseguem colocar-se "na pele dela"?

    O que peço é que o diálogo e a diplomacia sejam as atitudes certas para resolver o caso e devolver a felicidade à Xaninha!

    O que apelamos é que a felicidade desta menina seja a nossa felicidade, destas duas familias, o que passa pela entendimento entre estes dois países.

    Para isso, apelamos ao bom senso, ao diálogo, à diplomacia, ao Amor por uma criança que nasceu em Portugal, foi criada por uma familia portuguesa, os seus pais de coração.

    Graça Lobato

    ResponderEliminar
  22. Claudia Francisco

    Para participar no chat tem que se registar primeiro no Forum da Xaninha.

    Só posteriormente é que pode participar no chat.

    Graça Lobato

    ResponderEliminar
  23. Boa tarde a todos os amigos da Xaninha.

    Temo muito pelo futuro da princesa, as emoções têm andado ao rubro.

    Há um pensamento que não me sai da cabeça e isso depende de todos nós e não de terceiros.

    Quando digo todos nós refiro-me aos verdadeiros amigos da Xaninha.

    É importante assegurarmos o futuro da Xaninha, com esta conta que já existe ou outra, é indiferente, tendo como titulares os Administradores do Blog e o Casal Pinheiro, ou não, isso é o que menos importa.

    O que é realmente importante é assegurarmos o futuro desta criança, cada um dentro das suas possibilidades e boa vontade.

    Quando a Xaninha atingir a idade de poder decidir o seu futuro vai ter uma ajuda significativa e vai saber que contou sempre com muitos amigos em portugal.

    O facto de concretizarmos esta ideia, depende apenas de nós, desculpem se acham despropositada, mas de facto o futuro da Xaninha é algo que me preocupa.

    E como podem ver os pais biológicos que esta criança tem são completamente descompensados. Esperemos que tenham o bom senso de não colocarem mais crianças neste mundo e que tenham que passar pelo que a nossa princesa já passou e está a passar, o futuro esse é ainda muito incerto, infelizmente.

    Temos que estruturar o futuro da Xaninha, eu juro que vou estar aqui o tempo que for necessário, ou melhor os anos que a princesa necessitar que estejamos com ela.

    Desculpem o desabafo, mas pensem nisso, não queria ver a Xaninha com o mesmo futuro que os seus progenitores.

    Um beijo do tamanho do mundo para a Xaninha que deve estar cheia de saudades dos pais do coração.

    Nazaré

    ResponderEliminar
  24. Oi, Cláudia Francisco vou tentar te ajudar, assim como a Graça o fez:
    Entre no chat da xaninha, neste blog, depois vc encontrará:
    View in Full Screen • Logs • blueimp.net Online users(168114).
    Em Logs você vai se cadastrar.
    Está bem explicado? Se não conseguir é só comunicar que tentaremos novamente.
    Um abraço.....

    ResponderEliminar
  25. Olá

    Também já fiz essa pergunta o porquê de não haver contactos com a Xaninha, o que se passa? Se não deixam a Xaninha falar com os pais afctivos então é o fim da macacada....é um absurdo...é um crime privarem a criança do contacto de quem lhe deu tudo...amor, carinho, comer, alegria, felicidade, que a salvou....

    Beijos
    Isabel

    ResponderEliminar
  26. Boa Tarde

    Há já uns dias que não comento, mas tenho estado sempre atenta a tudo.
    Passei o fim semana a enviar mails...resposta é que não tive...
    Também hoje já comentei no link da SIC e vi a entrevista.
    Realmente...que pai!
    Repararam que ele (há 8 ou 10 anos cá) estou enganada? corrijam-me, ok? ou não percebe (?) ou faz que não percebe o português, e as respostas todas em ucraniano... esquisito, não é?
    Se há coisa que os emigrantes de leste têm é que aprendem a nossa lingua com a maior facilidade (falo com conhecimento de causa).
    Estou como todos, com o coração apertadinho, a ver o tempo passar e com a incerteza no desfecho desta causa.
    No entanto temos que considerar que a nossa união tem sido bem valorosa. "Barulho" pelo menos temos feito.
    Assim continuaremos até ver a nossa Xaninha feliz com quem lhe tem amor e a pode educar a crias convenientemente.
    Amanhã voltarei. SEMPRE COM A XANINHA E COM TODOS OS QUE ESTÃO NESTA LUTA
    NUNCA DESISTIREMOS.
    Isabel Ferreira

    ResponderEliminar
  27. Amigos,
    Reenviei os pedidos de ajuda a Alexandra mais uma vez, para os e-mails do post anterior.
    Se acharem por bem, deixem uma minuta em ingês/russo e e-mails de decisores russos.
    A persistência tudo pode!
    Cmpts,
    Maria Ferreira
    P.S. Estarei ausente 3 dias, mas a luta continua.

    ResponderEliminar
  28. Amigos da Xaninha

    mais uma vez a minha revolta por constatar que os pais bio na Xaninha parecem por de parte a sua felicidade, parece que nada desse aspecto lhes toca o coração (ESPERO ESTAR ENGANADA!)
    O lado bom da vida dela que Deus lhe tinha reservado foi ter encontrado uns pais afectivos que a salvaram, e isso os homens voltaram a negar-lhe, que absurdo!

    Também a minha revolta pelo facto de entidades oficiais e responsáveis tanto na Russia como em Portugal parecer que só utilizam termos como

    o supremo interesse da criança,
    caso humanitário
    valores morais

    e outros tantos, quando lhes dá jeito, somente para adornarem discursos e se auto-promoverem.

    Quando se deparam com um caso concreto e que é para passar à prática, tais compromissos são totalmente esquecidos, já cá não estão, ou fazem de conta que esses conceitos não existem ou que não são para serem aplicados, etc. etc.

    Temos de nos manter fortes, para que a felicidade desta menina não seja esquecida, tentar sensibilizar corações de pedra, que não se comovem ou que seguem cegamente doutrinas que lhes são impostas ou que lhes dão poder.

    Temos de acreditar na solidariedade humana, mais do que nunca, que o mundo está a ser entregue a interesses que quererão erradicar avanços que humanidade conquistou com muito sacrifício pelo caminho.

    Um abraço para esta menina, que chegue de Portugal à Russia

    ResponderEliminar
  29. Александра,
    не забыть о вас

    Alexandra,
    não nos esquecemos de ti

    Alexandra,
    not to forget about you

    ResponderEliminar
  30. Entre aquele ignorante pai e aquela alcoólica mãe, venha o diabo e escolha... e anda a criança a viver (se é que se chama viver) sem saber o que é ter um lar verdadeiro com amor, desde que a tiraram daqueles a quem ela considera os seus pais verdadeiros.
    Ando revoltadíssima com este caso, sem saber qual será o final, tambem gostaria de saber se é verdade que proibiram a Xaninha de falar com a familia Pinheiro.
    Obrigada

    ResponderEliminar
  31. boa a noite,

    Ainda não tive oportunidade de ver a entrevista do pai biologico,mas pelos comentários que leio aqui,fico deceptionada com este sujeito.
    O que me leva a pensar,para justificar tamanha irresponsabilidade deste senhor que se diz formado para querer tapar o sol com uma peneira em relação à Natalia só pode ser o sentimento de culpa.
    Nas fotos onde ainda eram um casal,Natália paracia ter um aspecto mais saudavel,talvez já tivesse um passado de alcool,não sei .
    O certo é que este senhor,insiste em defender Natália perante o obvio isto é só se a filha for retirada é que pede a guarda dela.que sentimento de culpa(abandonou Natalia e a filha e foi para outra cidade)será isso !!!E em relacão a filha não sente culpa~, dor ao assistir aquelas imagens de desespero quando à arrancarem à força dos braços da familia Pinheiro.Simplesmente ficarem gravadas na minha memoria,como muitas mais tragédia que nunca mais irei esquecer.Não é minha filha e não consigo às rever.Ainda hoje a minha menina de tres anos,passou o dia na avó.Falou comigo ao final do dia ao tlmovel a chorar,que queria que à fosse buscar..."tantas saudades que tinha de ti mama"quando já vinha comigo.
    Lembrei me logo da xaninha coitadinha.
    Uma criança nunca esquece que lhe deu amor tanto tempo,não é preciso ser entendido no assunto.
    Mas este senhor,diria que é um caso insolito.Tantos pais que lutam pela guarda dos filhos,não estando estes em perigo com a progenitora.Gostava de me cruzar com este senhor,que vive a pouco mais de 30 Km de mim.
    E perguntar lhe,já que é tão ligado à tradição
    que os filhos querem se com os pais,Onde esteve esse tempo todo!!!è que a tradição já não é o que era.Infelizmente os filhos de hoje são na grande maioria de pais separados.
    A filha não passa de um objecto,pois se assim não fosse,lutaria pelo seu regresso,e em hamonia com o casal Pinheiro proporcionava o melhor para a xaninha.
    Vejo a minha menina, que adora os fins de semana para poder passiar.Esta menina foi privada de todo para alem do amor.Viva uma vida rude e limitada que não estava habituada, e não foram as forças das circunstãncias que isso aconteceu,porque muitas crianças por dificuldades financeiras inesperadas dos pais ,tambem ficam limitadas,mas o amor supera muita coisa!!!NÃO é o caso da xaninha, a vida dela virou um inferno.Nunca ela irá perdoar aqueles que se oposeram à sua felecidade.

    ResponderEliminar
  32. NOTICIAS SOBRE O PROGRAMA DE HOJE NA SIC - COMPANHIA DAS MANHÃS - VIDEO DE 20.48 MINUTOS INTITULADO, GEORGY TSIKLAURI PAI DA PEQUENA ALEXANDRA,

    http://sic.sapo.pt/online/video/programas/companhia-das-manhas/2009/11/gueorgi-tsiklauri-pai-da-pequena-alexandra04-11-2009-13212.htm

    ResponderEliminar
  33. Obrigado Miguel pelo post

    por aqui se vê qua ainda á muita gente de bom coração vamos continuar a ajudar a F.Pinheiro nesta luta pela felecidade da Xaninha

    Alexandra estamos a lutar por ti como pediste nunca te vamos deixar

    bjs a todos

    do Algarve Marianeves

    ResponderEliminar
  34. Boa noite a todos!

    Maria F (tal como referiu e pediu) e restantes amigos da Xaninha:
    No post anterior deixei 3 endereços que volto a colocar.

    Para enviar mail/carta ao Presidente Russo:

    http://eng.kremlin.ru/articles/send_letter_Eng1a.shtml

    http://eng.kremlin.ru/

    Existe uma organização russa que apoia a Xaninha e até fez uma petição a seu favor:

    http://girus.ru/petition/12/

    www.girus.ru

    Vamos todos enviar mails, ok? Bom trabalho a todos!

    Em relação ao vídeo da SIC:
    Gostei muito de ver a Xaninha no infantário, pareceu-me bem disposta e alegre (ainda bem que ela está bem integrada e que esse infantário existe na sua vida. Ao menos isso...).
    Quanto ao resto, palavras para quê? Infelizmente, nada de novo. Pelo contrário, só vem reforçar tudo o que de pior existe neste caso.

    Aguardo ansiosamente por Domingo e por essa reportagem.

    Administradores:
    A falta de contactos com a Xaninha é deveras preocupante. O que nos podem adiantar sobre isso?

    Uma boa noite a todos, sempre com a Xaninha presente no nosso pensamento!

    Ana Carla Carvalho

    ResponderEliminar
  35. uma boa noite para todos os amigos da xaninha.
    Minha admiração para os administradores deste blog,tornar possivel,desta forma sensibilizar as pessoas por esta causa.
    Permitido e facilitanto o contributo de todos,donativos etc...
    Vox,desde o inicio desta causa que seus comentários e informaçoes despertam me muito interesso,não derespeitando os restantes intervenientes que tambem são muito importantes,sem todos vos isto não seria possivel.Identifico me com todos vos amigos da xaninha.

    ResponderEliminar
  36. estive a ler as traduções feitas pela Cristina Mestre e as declarações incríveis desse senhor Yuri Krupnov, presidente do Comité de Observação (Conselho de Curadores) do Instituto de Demografia, Migração e Desenvolvimento Regional, nem merecem comentário, estamos perante a presença de um pugilista verbal, e não só, talvez mais um consumidor de grandes quantidades de vodka.

    No entender dele, a menina é russa e ponto final ?

    Uma ova, é tão russa como eu sou vietnamita!

    Não é pelo facto de a mãe biológica ser russa (que interessa ao fim e ao cabo a biologia para estas coisas?) que se afirma, categoricamente, que a menina tem a nacionalidade da mãe, e, como tal, é russa.

    Na verdade, a menina tem uma matriz 100 % portuguesa!

    O resto é treta.

    Compreende-se bem a irritação das autoridades russas, veja-se que tudo começou quando a avó (biológica) a conselho de um advogado que contactou, escreveu uma carta ao presidente russo (na altura, Putin) e meteu uma cunha, aí tudo começou a mexer, algum(uns) zelotas assessores e funcionários da máquina estatal puseram-se em movimento e daí os "célebres" relatórios e outros cozinhados a atestar que na Rússia havia boas condições familiares, as promessas de auxílio especial para acompanhamento, em especial na terapia da fala, etc. e tal (existem dois comunicados emitidos por representantes da Embaixada da Federação Russa em Lisboa, aquando da partida, dizendo que a menina iria ter lá acompanhamento especial, etc. e tal) lí isso em fontes da NET, dois jornais que não vou agora perder tempo a localizar os links, penso que DN e Correio da Manhã) a Embaixada Russa tinha dois comunicados (em Junho) na NET, não sei se já os retirou.

    Por conseguinte, uma embrulhada em que os russos se meteram (por razões de patriotismo, unicamente por isso, e mais nada, digam eles o que disserem, todos sabemos que foi por, "patriotismo", como se a criança fosse um mero objecto de propriedade estatal, mentalidade de caca herdada do tempo do comunismo) como bem retrata o José Milhazes, ao escrever na SIC online Rússia deu “um tiro no pé” no caso de Alexandra

    http://sic.sapo.pt/online/noticias/opiniao/Russia+deu+um+tiro+no+pe+no+caso+de+Alexandra.htm

    e também no blog dele, sob o mesmo título,

    Rússia deu “um tiro no pé” no caso de Alexandra

    http://darussia.blogspot.com/2009/05/russia-deu-tiro-no-pe-no-caso-de.html

    mais sobre o assunto:

    Gritos e lágrimas na entrega de menina à mãe biológica

    http://jn.sapo.pt/paginainicial/interior.aspx?content_id=1236310#AreaComentarios

    MENTIRAS DA EMBAIXADA RUSSA

    CORREIO DA MANHÃ
    “Não sabe que já não volta”

    RÚSSIA GARANTE APOIO À FAMÍLIA
    "A embaixada da Federação da Rússia garantiu ontem, em comunicado, ter dado 'a Natália e à sua filha ajuda financeira e apoio moral'. No mesmo documento, enviado às Redacções dos meios de Comunicação Social portugueses, garante-se que 'os habitantes da povoação natal de Zarubina manifestaram o desejo de ajudar a família e a pequenina Alexandra'. O comunicado sublinha ainda que 'as perícias médicas constataram que Natália Zarubina não tem nenhuma toxicodependência."
    FONTE: http://www.correiodamanha.pt/noticia.aspx?contentid=D1B408C8-411C-4F2B-865E-795042145F89&channelid=00000009-0000-0000-0000-000000000009

    MAIS MENTIRAS DA EMBAIXADA DA RUSSIA

    Embaixada russa desmente "vícios" da mãe biológica da criança de Braga e diz que ela foi enganada pelo casal

    fonte:

    http://www.publico.clix.pt/Sociedade/embaixada-russa-desmente-vicios-da-mae-biologica-da-crianca-de-braga-e-diz-que-ela-foi-enganada-pelo-casal_1381927

    MENINA RUSSA NUNCA CHOROU NA EMBAIXADA
    http://port.pravda.ru/cplp/portugal/21-05-2009/27047-osfactoszarubina-0

    E mais haveria a dizer, não tenho mais tempo para pesquisar os links na NET.

    ResponderEliminar
  37. Encontrei este link no Blog Cidadania Responsável, que acho de grande interesse, perante as mirabolantes cambalhotas e contradições do juiz Gouveia Barros, leiam que vale a pena (ridículas as tentativas do juiz de tentar sacudir a água do capote e tentar assacar culpas ao SEF pelo apressar do "processo", e o categórico desmentido deste organismo - lembro-me de ter lido dois comunicados do SEF sobre o assunto, desmentindo categoricamente as insinuações do Juiz GB, e dizendo mesmo que trabalharam sempre em colaboração com a juíza de Barcelos, e que o mesmo não sucedeu com os juízes de Guimarães, porque estes nunca solicitaram nenhuma colaboração ao SEF, deram a oportunidade a Natália de regularizar a situação, através da situação da filha Alexandra, que tinha visto especial de residencia, coisa que Natália recusou e não fez).

    BLOG CIDADANOIA RESPONSVAEL
    Sentença do caso Alexandra mal explicada

    http://cidadaniaresponsavel.wordpress.com/2009/06/11/sentenca-do-caso-alexandra-mal-explicada/

    Eis um pequeno extracto, leiam o resto, no link acima

    "A expulsão de Natália pelo SEF apressa julgamento

    A extradição de Natália pelo Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) é a base de todas as contradições do processo. Gouveia Barros argumenta que a decisão foi tomada pelo colectivo de juízes em tempo recorde, oito dias, “por causa do processo de expulsão” que pendia sobre a cidadã russa, de 32 anos. O advogado desmente: “O director do SEF do Norte foi testemunhar ao tribunal de Barcelos e garantiu que a Natália poderia ficar em Portugal com o processo pendente até haver uma aproximação lenta e gradual com a filha”. O próprio SEF já veio dizer que o juiz não está a falar verdade: “Por várias vezes, demos à mãe a possibilidade de obter uma autorização de residência e ela nunca aceitou”, diz Francisco Alves, director-adjunto."

    ResponderEliminar
  38. Também a mim me preocupa muito a falta de contactos, pois a Xaninha vai começar a esquecer o português, uma vez que não tem com quem praticar. Apenas fala português pelo telefone com a família Pinheiro, penso eu. Isso é muito mau, pois daqui a pouco será difícil falar com ela sem a "intérprete" lá de casa, o que não é nada conveniente.
    Também estou muito apreensiva sobre para que lado tombará a decisão das autoridades russas. Mostrariam a sua verdadeira grandeza e arrasariam com a justiça portuguesa, se permitissem o regresso da Xaninha. Nem que fosse com algumas condicionantes, tipo, ter que aprender russo e passar férias lá, mas permitirem que vivesse cá! Aí é que eles eram mesmo grandes.

    Desejo que tudo corra bem!

    O sonho comanda a vida e nós temos que continuar a acreditar.

    ResponderEliminar
  39. Bom dia amigos

    Cá estamos nós mais um dia pela Xaninha de pedra e cal

    Para ti minha querida que a felicidade esteja para breve muitos beijinhos

    ResponderEliminar
  40. Bom dia a todos,

    Aqui fica a noticia que saiu hoje no Correio da Manhâ:

    Xaninha anda sempre triste”
    Um dia depois de o canal de televisão russo Channel One ter exibido um programa com meia hora de duração sobre a vida de Alexandra na vila de Pretchistoe, o pai afectivo decidiu pedir a guarda da menina. Em colaboração com advogados russos, João Pinheiro elaborou ontem um pedido formal que será entregue brevemente ao Ministério Público daquele país, caso a Comissão para Protecção de Menores decida, no próximo dia 20, mandar ‘Xaninha’ para um orfanato. "Se isto for para tribunal, fica já lá o pedido da família portuguesa, que sempre tomou conta dela, para que a menina fique connosco em vez de ir para o orfanato", contou ao CM João Pinheiro.
    O pedido vem na sequência do programa de televisão exibido no canal estatal russo. "Nunca vi igual na minha vida. A Natália aparecia sempre a beber e a gritar. O pai do Gueorgui foi lá visitar a menina e levou chocolates, mas a mãe de Natália reclamou com ele por querer comprar a neta com chocolates. E a ‘Xaninha’ sempre calada, com a cadelinha que é a sua companhia", descreveu o empresário de Barcelos.

    Ainda segundo os pais afectivos, Alexandra mostra-se "apática" nos telefonemas com o casal. "Ela anda sempre triste e pede: ‘Ó pai, venha-me buscar’", diz João Pinheiro. Depois de pedir ajuda ao Presidente da República, ao primeiro-ministro e ao ministro dos Negócios Estrangeiros, o casal espera agora pela decisão da Justiça russa

    Concordo com M.O. O sonho comanda a vida, embora a vida para alguns seja demasiadamente cruel.

    Sonia

    ResponderEliminar
  41. M.O.,

    Segundo a jornalista que foi ontem ao programa da SIC, responsável pela Grande Reportagem que vai passar no Domingo e que falou com a Xaninha no infantário, a menina já só responde em Russo embora tenha entendido tudo que ela lhe perguntou em portugues!
    Sónia

    ResponderEliminar
  42. Com esta é que não estava à espera... Não é que me responderam da assessoria do Primeiro Ministro a informar da recepção do meu email e que levariam em conta o mesmo??
    Ainda há coisas que nos surpreendem!
    Um bo dia para todos!!

    ResponderEliminar
  43. Bom dia,

    Apoio o regresso da Alexandra desde o inicio. Mas deixem-me dizer uma coisa, não é a atacar a Embaixada Russa e a Rússia que vamos conseguir trazê-la de volta. Acreditem. Pela Alexandra, e por todas as "Alexandras".

    ResponderEliminar
  44. Não querendo desanimá-la Cristina, penso que será uma resposta automatica... também recebi..

    E é sempre a mesma, pois nos emails anteriores, desde Maio, que o email de resposta é igual. Sem tirar nem pôr. É o Mundo em que vivemos... é triste.

    ResponderEliminar
  45. Solange,

    Eu tanbem fico triste e tenho vontade de chorar quando leio estas noticias, mas veja um excerto da reportagem da SIC no programa de ontem de manhã, onde a Xaninha ri e parece feliz! Pelo menos no infantário, dizem que ela é uma crança alegre. Talvez fique com o coração um pouce mais confortado.

    Sónia

    ResponderEliminar
  46. Bm dia a todos!

    Alguem sabe dizer se é possivel ver a reportagem de que falam no Correio da Manha, sobre um programa que passou na televisão russa Channel One?

    Segundo vem no Correio da Manha, após esta reportagem, o pai afectivo, Sr João Pinheiro, apresentou um pedido para adquirir a guarda da Xaninha! caso a Comissão para Protecção de Menores decida no próximo dia 20, retirar a Xaninha da familia biológica e mandá-la para um orfanato.

    Pelo que foi dito na reportagem, a Xaninha anda sempre triste, o avô paterno foi lá visitá-la, mas não parece ter sido bem-vindo.

    se alguem souber como poderemos ver essa reportagem, agradecia desde já.


    Xaninha Querida,
    um beijinho grande e um abraço do tamanho do mundo!


    Maria Eiriz

    ResponderEliminar
  47. Mas quando é que esta bola de neve pára?!
    São cometidos erros atrás de erros; Há uma criança inocente a sofrer gratuitamente, e ninguém faz nada!
    Há tantos senhores letrados, tantos senhores Juízes, tantos senhores Diplomatas, tantos senhores Doutores,...e na hora de agir, só demonstram ignorância!
    Ignorância absoluta no saber da vida!
    Ignorância absoluta no saber dos afectos!
    Porque este saber não está nos livros; este saber não se aprende na escola, nem na universidade.
    Este saber está no amor, grava-se na alma e aplica-se com o coração!
    Não, este saber não se compra!
    Por isso temos as leis que temos!
    Por isso temos o país que temos!
    Por isso temos o mundo que temos!

    (desculpem mais um dos meus desabafos, mas é que quando tenho um nó na garganta...)

    Bem haja a todos os que estão por bem!

    ResponderEliminar
  48. Notícias contraditórias, pelo que leio!

    Catarina R,

    Eu acho que quer ataquemos ou elogiemos o Embaixador Russo o resultado é o mesmo!

    Quanto ao povo Russo não vi ninguém criticar, muito pelo contrário, graças a eles os nossos "pacíficos" governantes se manifestaram.

    Vamos aguardar resultados!


    Abraços

    ResponderEliminar
  49. Boas a todos estes AMIGOS

    Obrigado Miguel,mais uma vez digo "sem voçes Admin,nada disto seria possivel" e é essa certeza que me dá FÉ para dizer " a ALEXANDRA vai voltar para PORTUGAL".

    Força Admin.do Blog e F.Pinheiro.

    Obrigado por lutarem pela XANINHA.

    ResponderEliminar
  50. Nem mais Isma!

    Mundo de governantes mesquinhos interessados apenas na sua própria imagem política para que esta lhes sirva de trampolim para outros cargos (vemos quem fica à frente das grandes empresas, bancos etc.), para quem a vida humana é insignificante. Vejamos a quantidade de gente que esteve ou está ligada à política envolvida em casos de corrupção! São estes senhores que vêm dizer ao povo (cheios de moralismos hipócritas) para apertar o cinto e fazer sacrifícios!

    Isto alargado a muitos outros países!

    A vida humana deixou de ser prioritária, passámos a ser números que contribuem ou não para a economia dos países, uns são produtivos outros roubam, outros desgraçadamente sem emprego (flagelo terrível e nada se faz para o combater).

    Se os povos não se unirem para combater esta mentalidade egoísta, hipócrita e desumana de um grupo de senhores que gerem as nações, não sei se este maravilhoso planeta azul sobreviverá!

    Hoje estou assim…

    ResponderEliminar
  51. Bom dia...

    Universalista...eu estou para o mesmo! Mas nem vou escrever nada...acho que todos sabemos bem o que temos!

    Que raio de mundo de faz de conta!

    "Faz de conta que agora somos bonzinhos e vamos ajudar"
    "Faz de conta que nos interessamos"
    "Faz de conta que nos mexemos para ajudar seja quem for fora dos seus circulos..."

    Tantos "faz de conta" agora...quando lá atrás podiam ter feito a diferença!
    Armando Leandro agora diz que o que estiver ao alcançe dele ele ajudará (diplomaticamente falando) uma vez que o caso não depende de Portugal!

    E QUANDO DEPENDIA??? E QUANDO ESTA CRIANÇA ESTAVA CÁ???
    Porque não fizeram nada? Porque se acomodaram às suas secretárias?? Porque não se mexeram??
    Parecem-me aquele tipo de gente que podia ter evitado o rebentamento de uma bomba, mas nada fazem...deixam-na rebentar e aniquilar tudo à sua volta...para depois virem dizer que ajudam a reconstruir, mas que não depende deles! Chegamos à conclusão que não precisamos desta gente para nada...mas enfim!

    Não vale a pena chorar sobre o leite derramado...se bem que as minhas lágrimas ainda correm sobre o mesmo!
    Meu Deus...se o inferno existe, deve estar lotado de "boas pessoas"! O céu irá à falência com falta de "clientes" e encerrará por falta de decência na terra!
    Onde chegámos...

    Querida Xaninha...desculpa-me a minha falha...MEA CULPA...não consigo fazer nada mais do que pedir a terceiros!! Perdoa-me!

    ResponderEliminar
  52. TEMOS DE CONTINUAR A LUTAR PELA XANINHA E NUNCA DESISTIR.
    FORÇA XANINHA E A TODOS QUE A APOIAM

    ResponderEliminar
  53. Bom dia a todos os amigos da Xaninha.

    A/O M.O. tocou num assunto que me preocupa bastante, que é precisamente o facto da Xaninha deixar de falar portugues.

    Mais um dia por ti minha querida, um beijo do tamanho do mundo.

    Nazaré

    ResponderEliminar
  54. Cada vez mais me convenço que na história da Alexandra há pressões e interesses estranhos.

    Porque razão gente tão influente decide ajudar uma cidadã russa alcoolica e arruaceira... a reaver a filha??? Será mero erro juridico ou pressão a outro nível sob interesses ...

    E agora Russia, com a opinião pública e os media favoráveis ao regresso da Alexandra a Portugal vão continuar a ceder a estes interesses?? Será que valem mais do que o que está aos olhos de todos... uma criança infeliz e injustiçada...

    Bem as forças não se medem... mas há uma força que eu acredito que é superior a todas... a força de DEUS e é nela que depoisito toda a minha esperança para resolver esta situação...

    A Xaninha entrou na minha vida no dia 18 de Maio de 2009. Hoje é dia 05 de Novembro e ela continua presente. tenho fé, é o meu desejo que a alegria te seja devolvida.

    Nunca ninguem sofreu tamanho roubo... não há tesouro maior que o amor de pais, a paz e alegria e tu minha querida foste assaltada desta riqueza. Mas com ajuda de Deus e de Nossa Senhora de Fátima vais ser restituida da tua propria vida que deixas-te em Portugal.

    Sempre pela Alexandra.

    Força Familia Pinheiro.

    Paula ODV

    ResponderEliminar
  55. Acabo de ler que o processo de extradição de Vale e Azevedo foi mais uma vez adiado. Um vigarista corrupto continua a ser deixado impune pela justiça, a mesma justiça que decidiu o destino de uma inocente e que a condenou a uma vida de sofrimento...uma criança meu Deus !!!
    Cada vez acredito menos mna justiça dos Homens.
    Vivemos num mundo de hipocrisia.

    XANINHA, ADORO-TE.
    pODES CONTAR COMIGO
    sONIA

    ResponderEliminar
  56. Boa Tarde!

    Só de saber que a culpa de todo este drama é de uma senhora juiza, que diz ter agido em consciência, é repugnante!!!!

    Não me levem a mal, falar aqui da cadelinha, única amiga da Alexandra, que também como ela é uma vitima disto tudo...Senti o coração apertar, quando hoje ouvi a mãe adoptiva da Alexandra, dizer que a menina lhe disse que já nem pode brincar com a pobre cadela, pois a mesma está no exterior, numa casaota, também ela sem condições algumas, na muita neve que cai lá por fora (o Inverno Russo em nada de assemelha ao nosso) e que não deixam o animal ir para dentro da casa, para junto da Alexandra!...Ainda morre regelada, habituada aos nossos invernos e ao interior da casa da familia portuguesa...tal como a Alexandra, está para lá voltada à sua sorte!

    Se a negligência com a menina Alexandra é tremenda, podemos imaginar o que será com esta cadela...

    E caso a Alexandra seja retirada pelas autoridades Russas à "mãe", o que acontecerá a esse animal, que também ele pertence à familia portuguesa!

    Não heverá uma associação Russa de protecção animal, um jornalista português na Russia, capaz de trazer de volta essa cadelinha, muito provavelmente até seria um favor que se fazia aquela gente!...

    Uma vez mais, por favor não me levem a mal por falar e me preocupar também com esta pobre amiga da infeliz Alexandra...

    Carla

    ResponderEliminar
  57. Boa Tarde

    Vi a emissão da TVI e fiquei impressionada com o Casal Pinheiro. Continuam com a mesma força que tinham há 6 meses atrás. Força meus amigos, são pessoas como eles que nos levam a não desistir nunca da nossa Xaninha.

    Estive a ler os comentários dos russos (que o Vox indicou). Por amor de Deus! É mesmo uma tristeza.

    Cada dia que passa mais me entristeço mas também acho que esta altura é crucial.

    É bom que o caso da Alexandra seja comentado em tudo quanto é "orgão de informação".

    Também concordo com a Carla sobre a Lúcia.

    Enfim em todo este sofrimento que nos rodeia também temos de nos lembrar do pobre animal.

    BOLAS! Desculpem lá mas tudo isto é duma DESUMANIDADE ULTRANJANTE! Só apetece gritar:
    QUE INERGUMENO DE JUIZ!

    Não há como não chorar com isto tudo.

    Ok. Vamos lá a animar e continuar a nossa luta.

    Força para os que mais se empenham nesta causa.

    Um beijinho para ti minha querida Xaninha

    Isabel Ferreira

    ResponderEliminar
  58. Olá a todos

    Cá estamos todos "Pedra e Cal", não desistimos pelo bem estar da Xaninha. Bem ajam.

    Isabel Ferreira, diga-me por favor aonde viu a reportagem do casal Pinheiro, sei que foi na TVI e depois aonde vamos procurar...desculpe a ignorância mas tentei ver mas nã consegui.

    Também concordo com a Carla em relação à cadelinha Lucia, porque o filha já devia ter desaparecido claro.

    Beijinhos Xaninha, imagino o frio....

    Força minha querida.

    Digam se já houve contactos com a Xaninha

    Isabel

    ResponderEliminar
  59. Boa tarde

    Graças aos administradores deste blogue tenho acompanhado com grande tristeza o caso da Alexandra. Hoje vi na TV os pais afectivos da Alexandra por quem tenho uma grande admiração. Aquele casal mesmo com tantos obstáculos não desiste, porque amor de mãe e pai é isso mesmo.
    Já madei vários emails e vou continuar a enviar porque me doi o coração quando vejo o sofrimento desta criança.
    Muito obrigada a todos e nunca desistam.
    Aida

    ResponderEliminar
  60. Para Isabel Bodião

    Hoje ao almoço estavam no programa do Goucha e da Cistina com o criminologista Hernâni Carvalho. Não vi tudo pq já tinha começado.
    Fui agora ver à TVI para lhe responder mas a última gravação é de ontem dia 4.
    Deduzo que amanhã já estará disponível.
    Também quero ver do princípio.
    Eu costumo entrar directamente em TVI e depois no programa "Você na TV".
    É o melhor que lhe posso dizer.
    Até amanhã a todos.
    Um bejinho para a Xaninha

    Isabel Ferreira

    ResponderEliminar
  61. Para Isabel Ferreira

    Obrigada pela resposta. Sim amanhã já deve estar disponivel. Eu não sabia qual era o programa.

    Esta menina corre o Mundo. Espero que o nosso sonho eo da Xaninha se concretize, voltar para junto de quem a ama.

    Beijinhos Xaninha e Força amigos e Casal Pinheiro

    Até amanhã
    Isabel

    ResponderEliminar
  62. Volto a mencionar esta declaração da Embaixada Russa porque penso que se trata de um documento histórico.

    http://www.portugal.mid.ru/port/news_25.html

    Ou seja foi feita em Portugal e mesmo assim veja-se como os acontecimentos foram distorcidos! Veja-se o desprezo e desrespeito pelo povo anfitrião. Imagine-se o que poderá ser na Russia.
    Nem uma palavra de agradecimento para quem salvou a menina e a criou com tanto amor e carinho.

    Veja-se a consonância com o procedimento da Natália e da sua família. Mas sobre essas pessoas ainda podemos dizer "coitados", tiveram muitas desgraças na vida, estão habituados a ter direito às migalhas que um regime comunista distribui, nunca agradecem a ninguém, enfim afogam as suas frustrações com Vodka.

    Agora como não ter pena que pessoas altamente instruídas e viajadas, procedam na mesma maneira, sem reconhecimento de valores que nos dão alguma esperaça nos homens. E ainda por cima quando se trata da felicidade de uma criança. Esconde-se o pior por baixo do tal "manto da hipocrisia".

    É certo que temos também muito disso por cá. Sabe-se também que um país pequeno, mais frequentemente se curva diante das exigências dos poderosos. Mas da parte de uma Embaixada de um país que se encontra num país soberano, é obra!! Pena que pessoas colocadas em cargos tão altos, não consigam mostrar que têm alguns sentimentos, que as situações de injustiça lhes são insuportáveis, que têm liberdade para expressar o que realmente sentem.

    Vale-nos ver muita revolta por parte do povo russo, para que possamos continuar a acreditar que a vida cada criança pertence a toda a humanidade.

    ResponderEliminar
  63. À família Pinheiro.
    Não vejo o que e por que comentar neste momento, mas continuo ao lado de vocês pelo bem estar da menina.
    Que Deus ilumine o passo de vocês!

    ResponderEliminar
  64. Boa noite a todos os Amigos de Xaninha !

    Não, não desisti. Continuo aqui, junto com todos vós, com o coração suspenso...
    Vi também os comentários daquele pai (?) na SIC, e centrei hoje toda a minha atenção na postura sempre digna do casal Pinheiro (pais do coração, companheiros de alma de Xaninha ).

    Dói não poder fazer nada para ajudar directamente, dói não ter competências jurídicas e outras para poder ajudar o casal Pinheiro.

    Mas nada está perdido, e não podemos perder a fé que esta menina vá ser feliz ! Temos de manter a fé e a esperança. Mesmo que as lágrimas teimem em cair, deixemo-las cair e olhemos em frente. Um dia de cada vez.

    Concordo com a nossa Amiga Maria.catana em termos uma conta bancária aberta exclusivamente para Xaninha utilizar na maioridade. Será possível ?

    Também me deixa triste a Lucinha ficar fora de casa, com todo aquele frio ... pobre bichinha ! O que poderemos fazer em conjunto para a ajudar ?

    Coragem, muita coragem, Sr. João e D. Florinda ! Que Deus vos ampare em todos estes momentos.

    Srs Adms deste blog, restantes Amigos,
    FORÇA E CORAGEM !


    Xaninha querida, um enorme abraço desde Portugal. Dorme bem, meu anjo.
    Amanhã será outro dia.

    ResponderEliminar
  65. Xaninha,

    Sonho ir a Russia e salvar-te...

    Sonho trazer-te para um sitio quentinho, aconchegar-te....

    Sonho cantar-te uma música em português para adormeceres...

    Sonho com o rosto feliz de teus pais ao reencontrarem-te...

    Sonho numa grande festa com todos os teus amigos...

    Sonho em ver-te feliz...

    Força a todos os que estão neste barco... pois todos estamos a precisar... é uma batalha dura... mas a nossa força e o nosso desejo de devolver a esta pequena a felicidade é muito importante para a Xaninha e sua familia.

    Estamos aqui pequenina... a força que te levou para aí não é mais forte do que a te vai trazer daí.

    ANJO DA GUARDA
    ALEXANDRA COMPANHIA
    GUARDA A SUA ALMA
    DE NOITE E DE DIA.

    Deus ilumina quem esta com o poder de decidir pela menina, aquece-lhe o coração e permite que consinta e ajude no seu regresso.

    Assim seja.

    Paula ODV

    ResponderEliminar
  66. Amigos

    Vamos continuar unidos pela Xaninha!

    Querida não nos esquecemos de ti!

    Vais voltar a ser feliz!

    Um beijo para ti do tamanho do mundo!

    Graça Lobato

    ResponderEliminar
  67. Boa noite a todos

    gostei de ver a TVI as palavras do srº Hernâni Carvalho uma pessoa que não deixa para dizer depois pessoas como ele é que o nosso paìs tem falta com bom senso para resolver os problemas

    é com muita pena minha quando dizem que a Xaninha já não fala a nossa lingua mas acredito que não esqueçe os tempos cá passados com esta familia maravilhosa que lhe deu tanto amor e carinho só queria que ela os vise de novo para ver como correria para eles isso sim deveria ser feito um frente a frente meus amigos ás vezes um gesto vale mais de mil palavras

    eu acredito que diante da familia Pinheiro a Xaninha nunca diria que queria ficar com a mãe isso nunca

    mas vamos ter fé muita fé tudo vai ficar bem

    Admt do blog sem o vosso trabalho e dedicação nunca seria possivel esta luta um abraço para todos


    Familia Pinheiro é com muito carinho que falo de voçês sempre nunca os vou esqueçer


    XANINHA SEMPRE AGORA E SEMPRE bjs querida


    Do Algarve Marianeves

    ResponderEliminar
  68. Bom dia amigos

    Xaninha acredito que o teu regresso será para breve

    Coragem, já falta pouco

    Beijinhos minha querida

    ResponderEliminar
  69. Bom dia a todos
    Gostaria de abordar um pouco a questão da língua, de "a Alexandra já não falar português".
    Acho que não nos devemos preocupar quanto a isso. Conheço um caso semelhante de uma pessoa amiga, cuja mulher é russa e viveu na Rússia vários anos com os filhos. As crianças falavam russo. Quando estas tiveram de mudar para Portugal e viver uns meses com os avós sem os pais, falando apenas português, a mãe contou-me que, quando telefonava da Rússia e tentava falar com elas em russo, elas também ficavam apáticas, falavam apenas por monossílabos e pareciam ter esquecido a língua natal.
    Penso que este é um fenómeno habitual: a Alexandra deixou de ter pessoas com quem falar português, passou por isso a pensar numa outra língua e quando, de repente, alguém a interpela na língua natal, sente-se incapaz de formular uma resposta, procura interiormente organizar-se e daí advém a "apatia", "tristeza". Naturalmente que, nessas ocasiões ela sente-se em dificuldade, por não conseguir dar uma resposta verbal e também por "a língua natal" representar as pessoas que estão longe.
    Há também outro aspecto que explica porque a Alexandra não falou em português com a jornalista da SIC. Sei por experiência própria que as crianças gostam de falar a língua dos que estão à volta "para não serem diferentes", ou seja, querem imitar tudo o que as cerca, para se poderem identicar e também sobreviver.Se o país de residência voltar a mudar, voltam também a mudar as suas "preferências linguísticas". Se, porventura, a Alexandra algum dia regressar a Portugal, voltará rapidamente a falar português, porque a língua não está esquecida, está simplesmente inactiva. A compreensão dela da língua natal irá manter-se integralmente, mesmo que passem alguns anos. O facto de ela agora não conseguir falar fluentemente a língua natal é perfeitamente compreensível e ultrapassável.
    Cristina Mestre

    ResponderEliminar
  70. Mais uma vez obrigada Cristina Mestre pelas suas, sempre oportunas, explicações!

    Ficamos mais tranquilos todos, e a explicação que nos dá faz todo o sentido!

    Um abraço.

    ResponderEliminar
  71. Bom dia a todos, mais um dia....por ti Xaninha.

    Cristina Mestre muito obrigado pela sua explicação, sem dúvida a sua experiência de vida ajuda-nos imenso nestes momentos de mais angústia.

    Nazaré

    ResponderEliminar
  72. Bom dia

    este é o link para o caso Alexandra (Hernani Carvalho)
    http://www.tvi.iol.pt/mediacenter.html?mul_id=13184483&load=1&pos=5

    ResponderEliminar
  73. Obrigada, Cristina Mestre!

    Força D. Florinda e Sr. João, admiro-vos muito! Continuem a lutar pela vossa menina, nós estamos aqui para vos apoiar e faremos o que pudermos para vos ajudar!

    Força administradores do blog, estamos convosco!

    Pela Xaninha, SEMPRE!!!

    ResponderEliminar
  74. Sempre convosco.
    Sempre pela Alexandra!!

    Força Alexandra! Cada dia que passa está mais perto o teu regresso.

    ResponderEliminar
  75. Vi o programa da tvi e segundo diz o Sr. Hernani Carvalho e praticamento impossivel ela voltar para Portugal,nem mesmo c/ ajuda da diplomacia Portuguesa, com muita pena minha este caso esta perdido e não encontro factos que me levem a apensar o contrario.

    ResponderEliminar
  76. Vou partilhar convosco o testemunho de uma jovem de 15 anos:

    "Eu sou adoptada. Para mim, a adopção é muito boa, os meus pais adoptivos são muito compreensivos e meus amigos. Se todas as crianças tivessem a mesma sorte que eu, o mundo seria bem melhor. Por isso, um dia, eu quero adoptar uma criança necessitada. Eu venho de uma família com problemas de alcoolismo, esta nova família foi uma grande sorte. Ela é única, é uma verdadeira família que está sempre pronta para ajudar. Os únicos inconvenientes são os problemas que os pais biológicos criam. Eu não imagino a minha vida sem a minha família adoptiva."

    Esta jovem era uma menina triste. Hoje, apesar de ter medo da sua família biológica, vive feliz. Vamos acreditar que, um dia, a Xaninha nos dará um testemunho como este.

    ResponderEliminar
  77. Ana Paula,

    Eu não concordo consigo, acho que agora é que estamos todos perto de uma resolução para este caso!

    O desejável é que a menina venha para Portugal (para junto da família Pinheiro), mas se não fôr de todo possível há sempre a possibilidade de ser adoptada por uma boa família russa logo, para mim, o caso não fica perdido mas ganho, porque até essa possibilidade é melhor do que ficar com aquela família de loucos!

    ResponderEliminar
  78. Bom dia a todos os Amigos de Xaninha !

    Não desistimos de ti, minha querida. Que Deus ilumine as decisões de quem tem nas mãos o teu futuro! Confiantes, não devemos esmorecer e devemos aguardar com fé, um dia de cada vez. Esta é uma belíssma oportunidade da Rússia mostrar a sua grandeza ao mundo.

    Srs. Adms deste Blog, sem vós seria impossível estarmos aqui deste modo reunidos. Bem hajam, o vosso precioso trabalho não será em vão.

    Coragem, Família Pinheiro, quem luta por amor e sobretudo por amor à felicidade de uma criança, tem Deus e as forças do Bem a seu lado. E este mundo precisa de mais pessoas assim.

    Cristina Mestre, muito obrigada pelos seus esclarecimentos, pela sua lucidez, por tudo. E, claro, não esqueço os outros amigos cujas opinões e esclarecimentos bem pertinentes ( Vox e outros) ajudam a "levar este autocarro" a bom termo. Falo em meu nome e no daqueles que, não tendo conhecimentos suficientes sobre a realidade russa, a nossa (ir)realidade jurídica, etc. , vão buscar forças ao plano religioso, ao plano invisível, ao sentimento de fraternidade e de amor e aqui deixam os seus humildes contributos.

    Um grande abraço para todos.

    Xaninha querida, que Deus te proteja, te guarde e te abençoe.


    Festinhas à Lucinha

    ResponderEliminar
  79. Catarina R

    De facto deve ter razão. Fui ingénua ao pensar que se dariam ao trabalho de me responder.
    Alguém sabe se de facto a diplomacia Portuguesa está a agir? Ou será que se ficaram pelas palavras?

    ResponderEliminar
  80. eu estou completamente descrente destes políticos e instituições de merda!!!
    vamos falar com dr. Fernando Nobre da AMI deve ser dos poucos com fibra e miolos e coração...

    ResponderEliminar
  81. Olá

    Vi agora na capa da revista Maria que a Xaninha foi levada ao hospital doente e em perigo de vida...o que é isto? porque é que a familia Pinheiro não teem falado com ela? será que a Xaninha está mal? alguém de lá pode saber alguma coisa? não há contacto com ninguem que nos possa esclarecer? Estou a ficar em pânico, isto para mim está a ser um pesadelo. Por favor se alguem sabe ou tem noticias divulguem.

    Xaninha minha querida nós estamos a lutar por ti, adoramos-te como se fosses nossa filha.

    Bem ajam a todos
    Isabel

    ResponderEliminar
  82. Universalista,

    como diz o desejável e que ela venha para Portugal, caso isso não aconteça vai ser mais um sofrimento para Alexandra.

    ResponderEliminar
  83. Boa tarde a todos,

    Vi o comentário da Isabel Bodião e de imediato fui ver capa da revista e de facto é o que lá diz..
    será verdade? será por isso que desde Domingo o casal Pinheiro não consegue falar com a Xaninha???
    Se alguém souber alguma coisa por favor digam...

    Ana Rocha

    ResponderEliminar
  84. Olá boa tarde Amigos!

    Também quero agradecer à Cristina Mestre pelo esclarecimento, sempre relevante, em relação ao facto de a Xaninha presentemente falar pouco português! Sempre me sossegou um bocadinho! Continue presente, Cristina Mestre!

    Em relação à revista Maria... essa notícia está desactualizada! Já devería ter saído há duas semanas atrás!

    Vamos continuar por cá!
    Pela Xaninha.

    Paula de Coimbra

    ResponderEliminar
  85. Olá

    Lina, obrigada pelo esclarecimento, porque eu realmente só vi a capa não vi dentro, porque vi aqui na net.

    Mas a minha aflição foi tão grande que até já enviei um email ao Dr José Milhazes para saber se ela sabia de alguma coisa.~

    Desculpem se vos preocupei também, mas isto para mim é um desespero não se saber noticias da Xaninha e então eu entro logo em pânico. Desculpem e obrigada pelo esclarecimento

    Beijinhos e bem ajam
    Isabel

    ResponderEliminar
  86. Boa tarde a todos,

    Obrigada Lina pela esclarecimento. Estas revistas pôem nas capas estes tituloe bombásticos, só para vender... não têm consideração nenhuma por nada nem por ninguem, se não não brincavem desta maneira com os sentimentos das pessoas.

    Um beijinho para a nossa Princesa.
    Sonia

    ResponderEliminar
  87. Boa tarde,

    Infelizmente não tenho podido vir com a frequência que gostaria.

    Pelas leituras rápidas que fiz, concluí que a família Pinheiro pediu formalmente a adopção da Xaninha, caso a segurança social de lá resolva retirar a menina da família.

    Volto a perguntar se o Sr. NICOLAI SVANIDZÉ
    que fez a seguinte declaração...

    http://jn.sapo.pt/PaginaInicial/Sociedade/Interior.aspx?content_id=1248827

    ... Não seria uma boa pessoa para mandarmos emails. Só tem um problema... Não faço ideia para onde mandar. Já pedi ajuda no blog russo e à Cristina Mestre, quem sabe não poderiam saber qual a instituição ao menos em que ele está.


    Abços

    ResponderEliminar
  88. Olá amigos!

    Neste momento só tenho tempo para escrever o seguinte:
    Surpresa das Surpresas: Recebi um mail do gabinete do Primeiro Ministro a acusar a recepção do mail que enviei para lá.

    Agora é só esperar que, efectivamente, o mesmo surta efeito, ou seja, que o governo faça alguma coisa.

    Até logo
    Ana Carla Carvalho

    ResponderEliminar
  89. Concordo com a Carla Buarque, mail para o sr. Nicolai, seria uma boa aposta!
    Penso que é uma das poucas pessoas de lá que pensa como nós, e que vê realmente o que se está a passar com a Xaninha.

    Na esperança que alguem nos consiga indicar o endereço correcto para o fazermos, resta-me aguardar.

    Talves pelos conhecimentos da Cristina Mestre, ela nos possa facilitar este processo!

    A TI XANINHA, desejo-te um bom fim de semana.
    NÒS NAO TE ESQUECEMOS!!

    Ate´mais,

    ResponderEliminar
  90. Ana,

    O gabinete do Primeiro Ministro tambem respondeu ao mail que enviei.

    Agora temos que ver a atitude que irão tomar face ao caso da Xainha. Isso é que é realmente importante!

    Até mais,

    ResponderEliminar
  91. CONTINUEMOS,
    TODOS JUNTOS, Somos uma FORÇA,


    É um caso HUMANITÁRIO

    Vamos insistir, sensibilizar, apelar...

    Querida Alexandra,
    Somos a tua VOZ

    Não esqueçemos os teus gritos desesperados...

    ResponderEliminar
  92. boa noite a todos,

    Emigrei com meus pais para o estrangeiro,tinha 7 anos.Nessas idades é muito facil aprender uma outra lingua.Ao fim de 6 meses já falava muito bem a lingua daquele pais.A unica diferença com a xaninha é que ´continuava a falar a minha lingua manterna em casa com meus pais, e como qualquer imigrante quando regressava de férias era um português um pouco estrangerado.Mas como diz a Cristina Mestre,a xaninha se regressar nem que seja daqui uns anos, as palavras esquecidas (guardadas no subconsciente)surgem como se nunca tivessem sido esquecidas.
    Pergunto me se aquela familia , não estão a proibi la da falar em Português na ilusão, o que é de uma total ignorância que resulte no esquecimento da sua lingua materna.Pois talvez,pensem que assim è um trumf para impedir o regresso da pequenina.
    Como disse uma autoridade Russa, "sem cerimonias"era a minha vontade,castigar aquela gente,mas infelizmente pela xaninha,temos que engolir sapos vivos.
    Imagino a familia Pinheiro o turbilhão de sentimentos em que vivem!!!Muita coragem para eles.

    ResponderEliminar
  93. Não resisto a colocar aqui um escrito que me parece muito actual.


    Guerra Junqueiro (1850 - 1923)

    "Um povo imbecilizado e resignado, humilde e macambúzio,fatalista e sonâmbulo, burro de carga, besta de nora,aguentando pauladas, sacos de vergonhas, feixes de misérias,sem uma rebelião, um mostrar de dentes, a energia dum coice,pois que nem já com as orelhas é capaz de sacudir as moscas;um povo em catalepsia ambulante, não se lembrando nem donde vem, nem onde está, nem para onde vai;um povo, enfim, que eu adoro, porque sofre e é bom,e guarda ainda na noite da sua inconsciência como que um lampejo misterioso da alma nacional,reflexo de astro em silêncio escuro de lagoa morta.
    Uma burguesia, cívica e politicamente corrupta até à medula,não descriminando já o bem do mal, sem palavras, sem vergonha,sem carácter, havendo homens que, honrados na vida íntima,
    descambam na vida pública em pantomineiros e sevandijas,
    capazes de toda a veniaga e toda a infâmia, da mentira à falsificação,
    da violência ao roubo, donde provém que na política portuguesa sucedam, entre a indiferença geral, escândalos monstruosos, absolutamente inverosímeis no Limoeiro.
    Um poder legislativo, esfregão de cozinha do executivo;este criado de quarto do moderador; e este, finalmente,tornado absoluto pela abdicação unânime do País.
    A justiça ao arbítrio da Política,torcendo-lhe a vara ao ponto de fazer dela saca-rolhas.
    Dois partidos sem ideias, sem planos, sem convicções,
    incapazes, vivendo ambos do mesmo utilitarismo céptico e pervertido, análogos nas palavras, idênticos nos actos,
    iguais um ao outro como duas metades do mesmo zero,e não se malgando e fundindo, apesar disso,pela razão que alguém deu no parlamento,de não caberem todos duma vez na mesma sala de jantar."
    .
    Guerra Junqueiro - 1896

    ResponderEliminar
  94. Teresa,

    Guerra Junqueiro integrava a geração de 70.

    É bom ler na íntegra o texto do Discurso proferido por Antero de Quental, numa sala do Casino Lisbonense, em Lisboa, no dia 27 de Maio de 1871, durante a 1.ª sessão das Conferências Democráticas.

    Tal evento, ficou conhecido como as Conferências do Casino.
    As conferências foram proibidas a 26 de Junho de 1871 por «atacarem a Religião e as Instituições políticas do Estado» encerrando-se assim, uma fase decisiva da acção cultural e ideológica da Geração de 70. As conferências do Casino ainda hoje são recordadas como uma marca importante na cultura portuguesa.

    Antero de Quental acusa o catolicismo saído o do Concílio de Trento (Contra-Reforma) como a causa mias recente da decadência dos povos peninsulares (e, acrescento eu, de todos os povos e países da Europa do sul), onde a contra-reforma, sustentada na Inquisição ou Santo Ofício, impediu que a igreja reformada, se instalasse. Todos os países do Centro e do Norte da Europa onde a igreja reformada prevaleceu, são hoje países prósperos e civilizados, livres da influência parasitária e nefasta da igreja católica, e onde a igreja, qualquer que ela seja, não tem peso algum nem parasita no Estado, como sucede com a Igreja Católica, no sul da Europa.
    A Igreja Católica, ou Vaticano, é tudo o que restou da velha e decadente Roma. Alia-se e adapta-se para sobreviver: seja com os Miguelistas puros e duros da época, seja com os restos do funesto Miguelismo mal extinto, que é aquilo que nos rege hoje em dia.

    Eis um excerto do discurso de Antero Quental:

    *** Assim pois, meus senhores, o catolicismo dos últimos séculos, pelo seu princípio, pela sua disciplina, pela sua política, tem sido no mundo o maior inimigo das nações, e verdadeiramente o túmulo das nacionalidades. «O antro da Esfinge», disse dele um poeta filósofo, «reconhece-se logo à entrada pelos ossos dos povos devorados.»

    E a nós, Espanhóis e Portugueses, como foi que o catolicismo nos anulou? O catolicismo pesou sobre nós por todos os lados, com todo o seu peso. Com a Inquisição, um terror invisível paira sobre a sociedade: a hipocrisia torna-se um vício nacional e necessário: a delação é uma virtude religiosa: a expulsão dos judeus e mouros empobrece as duas nações, paralisa o comércio e a indústria, e dá um golpe mortal na agricultura em todo o Sul da Espanha: a perseguição dos cristãos-novos faz desaparecer os capitais: a Inquisição passa os mares, e, tornando-nos hostis os índios, impedindo a fusão dos conquistadores e dos conquistados, torna impossível o estabelecimento duma colonização sólida e duradoura: na América despovoa as Antilhas, apavora as populações indígenas, e faz do nome de cristão um símbolo de morte; o terror religioso, finalmente, corrompe o carácter nacional, e faz de duas nações generosas hordas de fanáticos endurecidos, o horror da civilização. Com o jesuitismo desaparece o sentimento cristão, para dar lugar aos sofismas mais deploráveis a que jamais desceu a consciência religiosa: métodos de ensino, ao mesmo tempo brutais e requintados, esterilizam as inteligências, dirigindo-se à memória, com o fim de matarem o pensamento inventivo, e alcançam alhear o espírito peninsular do grande movimento da ciência moderna, essencialmente livre e criadora: a educação jesuítica faz das classes elevadas máquinas inteligentes e passivas; do povo, fanáticos corruptos e cruéis ..."

    Ler o texto todo de Antero de Quental neste link a seguir:

    http://aulaportuguesonline.no.sapo.pt/causas.htm

    ResponderEliminar
  95. Vox, obrigada pelo texto.
    No entanto, não seria por aí que vou. O que quis transmitir, foi exactamente aquilo que transcrevi. Mais, cabe a cada um a liberdade de pensamento, religião e procura.

    ResponderEliminar
  96. Teresa,

    Um outro discurso, dum outro grande português, Almeida Garret, donde destaco,

    *** Uma destas facções manobra por traz do partido da monarquia antiga; esta é a facção dos hipócritas, dos tartufos que aos leais Portugueses da antiga crença pregam que a Liberdade é incompatível com a Monarquia: que a Religião e a Igreja forçosamente hão de vir a ser destruídas em um país que se reja por instituições livres que todos os Constitucionais são inimigos do Trono e do Altar, que a Liberdade é uma blasfémia, e a igualdade civil a anarquia. Este falso credo finge professar o leigo cobiçoso e o sacerdote imoral, prostrados de dia diante do Altar do Deus de verdade, estirados de noite nas palestras de obscenas crápulas e devassas orgias.

    E estes, invocando o Nome de Jesus Cristo, do Filho do Homem que primeiro proclamou a verdadeira liberdade entre os homens ... ***

    Texto integral aqui:

    http://www.arqnet.pt/portal/discursos/agosto01.html

    ResponderEliminar
  97. Olá outra vez!

    Acabei de ver o video da TVI e realmente a visão que o Hernani Carvalho tem sobre o papel que a nossa diplomacia terá neste caso, não é nada animador para não dizer coisa pior.
    Enfim...aguardemos!!!

    Administradores:
    Obrigada pela informação/esclarecimento acerca da falta de contactos directos com a Xaninha.
    Afinal, no meio de toda esta bagunçada (para ser branda nas palavras, porque estou mesmo irritada), está a acontecer o que sempre tememos desde o inicio...a perda de contactos da família Pinheiro com a Xaninha!
    E ainda por cima ela grita. O que será que grita?....(está-se mesmo a ver não é?!)

    Bom, "hoje estou que nem posso", resta-me dizer que estou a enviar mails para a Russia e, mais uma vez, peço-vos que enviem também, ok?
    Para quem tem mais dificuldade no Inglês, envie em Português, pois há-de existir por lá algum tradutor (espero eu).
    O que interessa é "fazer barulho".

    Vou tentar pesquisar algum contacto do tal Nikolai Svanidzé. Se encontrar, coloco aqui.

    Cristina Mestre:
    Pode-nos ajudar?

    Uma boa noite a todos!

    Pela Xaninha, SEMPRE!!!

    Ana Carla Carvalho

    ResponderEliminar
  98. Passei agora pelo blogue Russo e que palhaçada é esta de a Natália ter aberto uma conta para os Russos fazerem donativos para a Alexandra, alegando que em Portugal há uma conta com muito dinherio mas que não é enviado para lá??!!!!

    Bem, o dia de hoje está mesmo ao rubro!
    Mas que grande palhaçada!!!
    Minha pobre Xaninha!!!

    O melhor é ir-me deitar porque para "cada lado que me vire", a situação piora a olhos vistos...

    Até amanhã amigos.

    Ana Carla Carvalho

    ResponderEliminar
  99. A Xaninha é vista como a galinha dos ovos de ouro para muita gente, não só pela Natália.

    É ver para que lado chove mais, é triste mesmo desumano.

    ResponderEliminar
  100. Novas fotos da Alexandra

    http://www.rusnovosti.ru/programms/prog/39978/58658/

    ResponderEliminar
  101. parece tão magrinha!!!!

    quanto á questão da lingua....é praticamente impossivel uma pessoa esquecer uma lingua que falou durante os primeiros anos(6) da sua vida mesmo que deixe de a falar com frequencia...tenho o exemplo do meu filho mais velho,sei do que falo!!!
    alguém disse aí num post que podem estar a obrigar a xaninha a só falar russo(pode ser isso).Pode ser uma maneira que ela encontrou para se sentir mais integrada ou tentar "agradar",ser reconhecida....

    ResponderEliminar
  102. Para a pequenina Alexandra (e para todas as crianças) e para a sua cadelinha:

    Vinícius De Moraes

    "A Cachorrinha"

    Mas que amor de cachorrinha!
    Mas que amor de cachorrinha!
    Pode haver coisa no mundo
    Mais branca, mais bonitinha
    Do que a tua barriguinha
    Crivada de mamiquinha?
    Pode haver coisa no mundo
    Mais travessa, mais tontinha
    Que esse amor de cachorrinha
    Quando vem fazer festinha
    Remexendo a traseirinha?

    Olavo Bilac
    "O Universo"
    (Paráfrase)

    A Lua:
    Sou um pequeno mundo;
    Movo-me, rolo e danço
    Por este céu profundo;
    Por sorte Deus me deu
    Mover-me sem descanso,
    Em torno de outro mundo,
    Que inda é maior do que eu.

    A Terra:
    Eu sou esse outro mundo;
    A lua me acompanha,
    Por este céu profundo . . .
    Mas é destino meu
    Rolar, assim tamanha,
    Em torno de outro mundo,
    Que inda é maior do que eu.

    O Sol:
    Eu sou esse outro mundo,
    Eu sou o sol ardente!
    Dou luz ao céu profundo . . .
    Porém, sou um pigmeu,
    Que rolo eternamente
    Em torno de outro mundo,
    Que inda é maior do que eu.

    O Homem:
    Por que, no céu profundo,
    Não há-de parar mais
    O vosso movimento?
    Astros! qual é o mundo,
    Em torno ao qual rodais
    Por esse firmamento?
    Todos os Astros:
    Não chega o teu estudo
    Ao centro disso tudo,
    Que escapa aos olhos teus!
    O centro disso tudo,
    Homem vaidoso, é Deus!

    Um abraço para todos.

    ResponderEliminar
  103. Tenho visto as entrevistas ao pai biologico da Alexandra e apesar de tudo ele parece-me melhor que a Natalia. O grande problema e' que ele esta' sempre do lado dela! Mesmo sabendo que o que ela faz (beber) nao e' correcto! Esta sempre a defende-la, sinceramente nao entendo! Nao me parece ma' pessoa, e ate' acredito que pudesse ajudar no regresso da Alexandra, acredito que tenha alguma boa vontade dentro de si e pela forma como falou algumas vezes parece ate gostar da filha, mas esta tomado pela Natalia! Nao entendo, alguem que lhe de a volta, pois ele podia ser a chave de tudo isto...

    ResponderEliminar
  104. Boa noite.

    Pergunto-me a mim mesma se amanha vou ter coragem de ver a entevista especial, acerca da Xaninha. Porque não queria ficar mais triste do que ando com esta grande injustiça que foi cometida.

    Ainda hoje comprei a revista Maria e afinal as notícias que lá vem, não são assim tão antigas como ontem foi aqui comentado.

    Eu só espero e fico com a esperança que hajam pessoas com capacidades suficientes para salvaguardarem os interesses da Xaninha.

    Já que há tanta gente com conhecimentos de leis por favor ajudem nesta causa.

    Realmente estes acontecimentos mexem muito com os sentimentos dos adultos, imagino como afecta uma criança de 6 anos.

    Peço ás autoridades russas que deixe esta menina voltar a ser feliz com aqueles que ela considera seus verdadeiros Pais.

    Acabem com esta angústia da menina e também das pessoas que estão nesta «luta».

    ResponderEliminar
  105. Boa tarde amigos!

    Vejam o blogue Russo porque tem um Post novo sobre a NTV ter analisado toda a história de vida da Alexandra e claro, a setença de Guimarães.

    Pelos vistos e infelizmente, o casal Pinheiro continua sem conseguir falar com a Xaninha...
    Palavras para quê?

    Um abraço a todos e logo à noite a SIC a "bater" audiências!!!!!
    Preparemos os nossos corações....as emoções vão ficar ao rubro!!!

    Ana Carla Carvalho

    ResponderEliminar
  106. Continuem a lutar. Enquanto não desistirem, a pressão estará sempre do lado do governo português e das autoridades russas, forçadas a ponderar todos os cenários para o futuro da criança, incluindo, quem sabe, o regresso a Portugal. Está visto que a história da forçada entrega da Alexandra à Rússia não acaba aqui, por mais que as autoridades locais insistam em fazer da mãe um exemplo de vida. E, por favor, não abandonem a cadela lá. Se temos sido um bom exemplo na luta pelos direitos da criança, sejamos também na questão dos animais. Temos de dar o exemplo. É que se Portugal pontapeou os direitos da Alexandra, também é importante que não o faça em relação à Lúcia. Estou certa que, se for preciso custear o regresso da cadela e de um filhote a Portugal, as associações e particulares vão mobilizar-se nesse sentido, contribuindo para este objectivo.
    Maria Martins - Lisboa

    ResponderEliminar
  107. Boa noite,

    Estaremos juntos, apesar de separados, a assistir ao programa de hoje à noite sobre a crueldade legalizada, praticada em Portugal por tão ilustres e letrados senhores da lei.
    Estamos separados, mas unidos em coração por esta causa, por esta criança, e por tantas outras que não conseguimos ver nem ouvir as suas vozes.

    De coração apertado, abços.

    ResponderEliminar
  108. Sim amigos de coração apertado, pela Xaninha

    Também vi os posts e comentários no Blog russo do dia 5 e do dia 8 de Novembro, e pelo que consigo entender, os russos baseiam-se agora muito mais em factos próximos da realidade e traduzem as próprias decisões do tribunal. Que os nossos comentários continuem a contribuir para que a história desta criança nunca fique esquecida.
    Vox e Teresa, tenho a certeza que felizmente nenhum de nós se reconhece na descrição desse povo “imbecilizado e resignado….”.

    Penso que os nossos grandes escritores a par de uma crítica sempre tão negativa sobre o povo, deveriam também transmitir o sentido da participação activa e da solidariedade. Aí sim, há sempre tanto que se pode fazer. O tempo é que nem sempre nos permite uma maior disponibilidade. Vejam para nos ajudar com a auto- estima, Portugal escolhido 10 destinos para o ano 2010 pelo “Lonely Planet”. É bom ver que as nossas festas foram honradas nessa escolha.

    http://turismocristinaliranatal.blogspot.com/2009/11/portugal-e-destino-obrigatorio-em.html

    Por outro lado às perspectivas de Antero de Quental sobre o catolicismo poderemos opor “O livro negro do colonialismo de Marc Ferro, que descreve como foi consumado o extermínio dos índios na América do Norte, o Imperialismo e Globalização de Samir Amin que diz”a primeira fase deste empreendimento em desenvolvimento, organizou-se em torno da conquista das Américas, de acordo com as regras do sistema mercantil da Europa Atlântica daquela época. O resultado claro foi a destruição das civilizações indígenas e a Hispanização/Cristianização ou simplesmente o genocídio total, sobre o qual se construiu os EUA. O racismo dos colonos anglo-saxónicos explica porque é que o modelo se reproduziu em todo o lado, na Austrália, na Tasmânia (o maior genocídio da história), e na Nova Zelândia” ou a história da “Ku Klux Klan (também conhecida como KKK) pode ser considerada uma das organizações racistas mais atuantes e cruéis de toda a História. A KKK tem origem no sul dos EUA, principalmente em estados como Texas e Mississipi. Possui uma ideologia política de extrema direita e prega a supremacia branca e o protestantismo” ou seja tudo isto obra dos protestantes. Se isto não é ser” inimigo das nações e túmulo das nacionalidades”, não sei…

    Entretanto a tantos quilómetros de distanciam muitas pessoas de boa fé juntam as suas preces pela felicidade de uma criança.

    ResponderEliminar